Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

RobôAutoforum

Membro Pró
  • Content Count

    11,861
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Everything posted by RobôAutoforum

  1. <span class="hidden">–</span>Auto Post/ReproduçãoA Chevrolet já tem protótipos da nova geração da picape Montana no Brasil (importados da China, por sinal), mas os primeiros flagras vieram da Coreia do Sul. Um protótipo da nova picape já com carroceria definitiva foi flagrado pelo site local Auto Post e revela que não há, aparentemente, qualquer relação visual entre a Montana e o Tracker. Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90 Na realidade, a nova Chevrolet Montana aparenta maiores semelhanças mesmo é com o crossover Trailblazer (não confundir com o SUV da S10), vendido na própria Coreia do Sul, na China, nos Estados Unidos e na Rússia. <span class="hidden">–</span>Auto Post/ReproduçãoOs flagras não só confirmam a dianteira com os faróis divididos, à moda da Fiat Toro, como revelam que as portas dianteiras são muito semelhantes com as do Trailblazer produzido localmente. <span class="hidden">–</span>Divulgação/ChevroletA coluna C larga pode ajudar a tornar o espaço interno maior, mas a primeira impressão é de que a caçamba não é tão grande assim. Fica bem próxima do tamanho de outras picapes de porte intermediário, como Toro e Renault Oroch. Como bem notou o Autos Segredos, as rodas de maior diâmetro contribuem para que a picape fique mais alta. <span class="hidden">–</span>Auto Post/ReproduçãoOutros elementos confirmam detalhes vistos há alguns meses, quando a Chevrolet divulgou o primeiro teaser da picape. É o caso do rack no teto e a inclinação da coluna A. Na traseira não se nota grandes destaques no design. Como mostramos em projeção, as lanternas serão pequenas, bem na parte superior da traseira. Relacionadas SegredoNova Chevrolet Montana 2023 será mais que um Tracker com caçamba2 set 2021 - 10h09 SegredoNova Montana: Chevrolet manterá nome em picape rival da Fiat Toro28 jun 2021 - 21h06 NotíciasChevrolet Montana sai de linha no Brasil e marca fim de plataforma de 199411 Maio 2021 - 15h05 A Chevrolet se antecipou bastante na divulgação da nova picape, que herda o nome da antiga Montana, fora de linha desde abril. Contudo, sua primeira aparição oficial será apenas daqui a um ano e o início das vendas está previsto para o início de 2023 apenas. Picape terá faróis divididos, como a rival Fiat ToroRenato Aspromonte/ChevroletEla será fabricada em São Caetano do Sul (SP), junto com o Tracker. A linha de montagem já começou a ser adaptada para a produção da picape de porte intermediário, aproveitando o tempo que a produção na unidade foi paralisada por falta de insumos. A base da Chevrolet Montana 2023 é a plataforma global GEM, a mesma de Onix e Tracker. Por sinal, o Chevrolet Trailblazer usa a plataforma VSS-F, da qual a GEM é uma variante simplificada. Traseira reta terá marca em relevo na tampaRenato Aspromonte/Quatro RodasInclusive a mecânica da picape será parecida com a do crossover asiático. Os primeiros protótipos da nova Montana que chegaram ao Brasil têm motor três-cilindros 1.2 flex rendendo os mesmos 132/133 cv que rende no Tracker Premier, mas combinados com câmbio manual de seis marchas – uma combinação exclusiva da picape. Mesmo com câmbio manual, a picape tem piloto automático. Espera-se, também, um motor mais potente que o conhecido 1.2. A principal opção recai sobre o três-cilindros 1.3 turbo usado pelo Trailblazer. Com injeção direta, ele entrega de 163 cv. Independente do motor, haverá opção de câmbio automático de seis marchas. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital <span class="hidden">–</span>arte/Quatro RodasThe post Flagrada em testes, nova Chevrolet Montana tem semelhanças com Trailblazer appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  2. SounDigital Brasil updated their website address. View the full article
  3. Conta pra gente: qual é o DJ que mais toca no seu som BRAVOX? >>> escreve aí nos comentários e marca o "@" do seu DJ favorito! Se a música eletrônica é o assunto, nossos woofers e subwoofers são fabricados e preparados para a melhor e mais perfeita batida! Qualidade sonora que surpreende! #bravox #bravox68anos #bravoxbrasil #somautomotivo #bestsound #somparacarro #somdequalidade #bass #somautomotivobr #audiocar #somautomotivobrasil #audiosystem #sistema #tecnologia #tecnology #somdemuitaqualidade #altaqualidadesonora #speakers #melhorautofalante #projects #carrodossonhos #projetomoderno #moderno #linhadeprodutos #subwoofer #woofers #subwoofers #dj View the full article
  4. ¡Hola apasionado del sonido! ¡Vea más uno #Altavoz7Driver! Vea en este video las caracteristicas y ejemplos de usos para los Altavoces Full Rango 7Driver Audio 5 y 6 Pulgadas FH80d https://www.taramps.com.br/es/produto/5-fh-80d/ https://www.taramps.com.br/es/produto/6-fh-80d/ https://www.taramps.com.br/es Haga clic en el link para SUSCRIBIRSE! ►►► http://bit.ly/SeInscrevaCanalTaramps Si te gustó, ¡no olvides hacer clic en ME GUSTA! ¡Y asegúrese de COMPARTIR este video! Contacto Soporte Tecnico: Soporte Línea de Audio: (55)(18) 3266 4050 WhatsApp: +5518997487039 E-mail: suportetecnico@taramps.com.br NUESTRAS REDES SOCIALES: FACEBOOK - https://www.facebook.com/TarampsOficial/ INSTAGRAM - https://www.instagram.com/tarampsgroup/ #TarampsOficial #Taramps #SonidoAutomotriz View the full article
  5. Hoje, 19 de outubro, é o Dia Internacional contra o Câncer de Mama. Além disso, durante todo o mês, acontece o Outubro Rosa, campanha anual realizada mundialmente com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama, mobiliza diversas instituições e empresas para encorajar mulheres a realizarem seus exames de prevenção, visto que nos estágios iniciais, a doença é assintomática. Segundo inumeras pesquisas, diagnosticar o câncer precocemente aumenta significantemente as chances de cura em até 95%, por isso, não deixe de realizar check-ups frequentemente! A Audiophonic abraça esta causa. ⠀ #QuantoAntesMelhor #OutubroRosa #CâncerdeMama ---⠀ Invista em qualidade de vida, invista num sistema de áudio HD Audiophonic para seu carro. AUDIOPHONIC - ÁUDIO DE ALTA DEFINIÇÃO: SINTA ESTA EMOÇÃO! ✅ 2 anos de garantia. ⠀ Faça sua pesquisa com os nossos distribuidores e encontre o melhor preço! ⠀ #audiophonic #sensation #club #som #carro #somautomotivo #brasil #carros #carrosbaixos #BAS #sound #music #top #jobs #work #negocios #b2b #business #distribuição #somtop #sotocatop #tocamuito View the full article
  6. こんにちは、ガレージ ショウエイの吉岡です。 本日は、M&M DESIGN製RCAケーブル最高峰7N-MA9000CORSAの紹介。 ホーム用ではいろいろのメーカーから高額RCAケーブルが発売されてきましたが、まだまだCORSAは負けませんよ。 実際に試聴してください、負けない自信はあります! 今回も大量にオーダー頂きました。 感謝感謝。 RCAプラグの根元部分にアミアミ加工をする事により先端部分は柔らかくなっています。 このケーブル内部にノウハウ満載です。 導体には、7NクラスD.U.C.C.を採用しています。 7NクラスD.U.C.C.の導体直径や撚り方、撚り方向など音質に関係ある部分は私が考えた仕様で製作をお願いしています。 この構造部分がケーブルの音質に非常に影響しています。 RCAプラグはコレットチャック方式を採用。 RCAプラグもすべて私の設計です。 「いつかはCORSA」と言われる究極のRCAケーブルだと自負しています。 よろしくお願いします。 M&M DESIGNの製品紹介やカーオーディオ取付方法などのノウハウなどを紹介していきます。 チャンネル登録よろしくお願いしますね。 カタログには掲載していない USBケーブルもよろしくお願します。 品番:SN-USB6000/1mサウンドナビ 希望小売価格:49,000円(税抜) サウンドナビ裏側のカプラに直接接続するタイプです。 品番:SN-USB6000/1mサイバーナビ 希望小売価格:49,000円(税抜) サイバーナビ裏側のUSBメモリーカプラに直接接続するタイプです。 カタログには掲載していませんが、全国の弊社販売店様でも購入可能です。 よろしくお願いします。 弊社販売店がお近くにない一般顧客様用にオンラインショップを開設。 M&M DESIGN製品はすべて掲載していますので、宜しくお願い致します。 ガレージ ショウエイ吉岡でした。 ************************************* 株式会社エムアンドエムデザイン ガレージ ショウエイ 〒781-8132 高知県高知市一宮東町1-28-22 088-845-0700 www.shoei.gr.jp www.mandmdesign.net garage@shoei.gr.jp View the full article
  7. Nos EUA, F-150 de topo custa equivalente a R$ 397.000Divulgação/Quatro RodasQuando a crise persiste, clubes de futebol recorrem àquele velho treinador, identificado com as cores da instituição e capaz de, sem inventar moda, resolver o problema no vestiário e acalmar a torcida furiosa. Assine Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 Uma estratégia análoga será adotada pela Ford no Brasil, recorrendo a três novas picapes para se reerguer e esfriar os ânimos do consumidor (e dos concessionários), exaltados desde o fechamento de suas fábricas locais. Sim, além da Maverick e da nova geração da Ranger, a Ford F-150 também será lançada em nosso mercado, de olho na mina de ouro descoberta pela Ram com a 1500. Ford Maverick será vendida no Brasil sempre com motor 2.0 turboDivulgação/FordÉ uma operação cronometrada, que também depende do desenrolar da crise de semicondutores: a Maverick estreia no início de 2022, seguida pela F-150. Enquanto a nova geração da Ranger não chega, na virada para 2023, a atual picape média receberá o pacote FX4, com estética e mecânica ao estilo off-road, incluindo controle de cruzeiro para fora de estrada e nova suspensão. Ford promete a “melhor Ranger já feita” para chegar em 2023Divulgação/Quatro RodasA F-150 será lançada em modelos mais caros, equipados com motor 3.5 V6 biturbo de 400 cv e 70,5 kgfm. A F-150 híbrida assim como a esportiva Ranger Raptor podem vir, caso a freguesia responda bem. Como é a nova Ford F-150? Lançada há pouco mais de um ano, a atual geração da Ford F-150. Mas a picape full-size segue com seu chassi de aço de alta resistência, mas toda a carroceria – feita de alumínio de nível militar – foi redesenhada, com direito a novos capô e para-choques envolventes. <span class="hidden">–</span>Divulgação/FordNa mecânica, a novidade é a motorização híbrida PowerBoost, que combina o motor V6 3.5 EcoBoost de 380 cv com os 47 cv extras de um motor elétrico integrado à transmissão automática de 10 marchas. Há, inclusive, modo de uso específico para otimizar o desempenho – e o consumo – quando com carga ou reboque. A autonomia estimada em ciclo EPA é de 1.100 km, mesmo que a bateria tenha apenas 1,5 kWh. Relacionadas NotíciasClássico dos anos 90, Ford Ranger Splash ressurge como série limitada1 set 2021 - 11h09 Carros elétricosAtrasada, picape Ford F-150 elétrica só terá vendas iniciadas em 20226 out 2021 - 03h10 SegredoFord confirma nova geração da Ranger no Brasil; Maverick estreia em 202230 ago 2021 - 13h08 Nova F-150 pode ter telas de 12 polegadas nos instrumentos e central multimídiaDivulgação/FordHá uma série de equipamentos funcionais que facilitam o uso como carro de trabalho. É o caso da tampa da caçamba (com abertura elétrica) que tem réguas, porta-lápis, porta-copos e suporte para smartphone integrados e permite uso de serras, serrotes e outros tipos e ferramentas, até mesmo porque há disponibilidade de tomadas como opcional. Nas F-150 híbridas, o gerador tem potência de 2,4 kW nas versões 120V e 20A e 7,2 kW, com saídas 240V e 30A. Há até quatro tomadas disponíveis e podem ser usadas mesmo com o carro em movimento, para recarregar ferramentas. Na cabine, a Ford criou uma alavanca de câmbio retrátil para poder oferecer uma mesa de trabalho onde fosse possível usar um notebook ou assinar documentos, por exemplo. Outro item bem funcional é o baú sob o banco traseiro tão grande que tem divisor para manter tudo organizado. E ele pode ser trancado com chave. <span class="hidden">–</span>Divulgação/FordO quadro de instrumentos é sempre digital, de 12 polegadas. E a partir da versão XLT a picape tem sistema de som da Bang & Olufsen, com oito alto-falantes. Mas as versões Lariat, King Ranch, Platinum e Limited têm como opcional o sistema B&O Unleashed, com 18 alto-falantes, com direito a alguns instalados no teto e até nos encostos de cabeça dianteiros. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital The post Ford terá F-150, Maverick e nova geração da Ranger à venda no Brasil appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  8. Potente, luxuoso e tecnológico. O sedã Model E terá reconhecimento facial para abertura de portas e janelas inteligentesFoxconn/DivulgaçãoPrincipal parceira da Apple na fabricação do iPhone, a taiwanesa Foxconn entrou oficialmente no ramo dos veículos elétricos. A empresa mostrou os protótipos dos seus três primeiros veículos e, para isso, até criou uma nova marca, a Foxtron. Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90 Os modelos apresentados são um SUV, um sedã e um ônibus. Começando pelo maior, o chamado Model T — perceba a grande semelhança com os nomes da Tesla e Ford — tem motor de 357 cv e 357 kgfm, fazendo com que o ônibus chegue até 120 km/h. A bateria é de fosfato de ferro-lítio e garante 250 km de autonomia, além de suportar temperaturas de até 400 graus. Já o SUV, ganhou o nome de Model C e se destaca pela forma, espaço e consumo de energia. Para o utilitário, que terá sete lugares, a Foxtron aposta no minimalismo, simplificando o design e minimizando os espaços usados ​​para componentes mecânicos, aumentando assim a área dos assentos. Ao todo o Model C tem 4,64 metros de comprimento e uma distância entre eixos de 2,86 metros. O ônibus Model T está com produção programada já pra o próximo anoFoxconn/DivulgaçãoA Foxconn não divulgou potência nem o torque, mas, julgando pela aceleração de 0 a 100km/h em apenas 3,8 segundos, podemos esperar números bem surpreendentes. O alcance segue essa mesma linha, chegando em até 700 km, segundo o ciclo NEDC, com apenas uma carga. Relacionadas Carros elétricosDe olho em Audi e Volvo, chinesa BYD terá SUVs e sedãs elétricos no Brasil17 set 2021 - 18h09 NotíciasFabricante do iPhone lança plataforma modular para carros elétricos20 out 2020 - 07h10 NotíciasFabricante do iPhone terá seus próprios carros elétricos ainda em 20216 jan 2021 - 09h01 Por último, o sedã de luxo, Model E, será o carro chefe da Foxtron. A carroceria tem a assinatura da renomada empresa italiana Pininfarina, consagrada pelos seus trabalhos com a Ferrari. No interior, o espaço traseiro pode se transformar em um escritório móvel confortável o suficiente para conectar diversos dispositivos móveis. <span class="hidden">–</span>Foxconn/DivulgaçãoAlém de luxuoso, o Model E terá desempenho digno de um esportivo. Com 760 cv, o sedã faz de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos, apenas 0,4 segundos a menos que um Bugatti Chiron, por exemplo. O alcance é ainda melhor que o do irmão SUV, podendo percorrer 750 km por carga. Tanto o SUV, quanto o sedã compartilham da mesma plataforma aberta, chamada de MIH. Essa estrutura foi projetada em conjunto com outras empresas de eletrônicos e automotivas, porém a Foxtron não revelou, de fato, quais foram. Como plataforma aberta, a MIH poderá ser oferecida para outras empresasFoxconn/DivulgaçãoSabe-se que a chinesa assinou parcerias com grandes nomes, como Stellantis, Rivian e Geely, a dona da Volvo. O Presidente da Foxconn, Young Liu, disse que um centro de produção na Europa não está descartado pela empresa. O plano, além de fornecer sua plataforma para outras empresas, é de ocupar 10% do segmento dos elétricos entre 2025 e 2027. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!Arte/Quatro RodasThe post Fabricante do iPhone revela seus ônibus, sedã e SUV elétricos appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  9. Skoda KushaqDivulgação/SkodaPela primeira vez na história, a Skoda, marca tcheca pertencente ao Grupo Volkswagen, assumirá a responsabilidade por uma plataforma global. Não pense, porém, que a novidade é distante e em nada tem a ver com o Brasil. Muito pelo contrário. Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 A plataforma em questão é a MQB-A0, que serve de base para carros compactos a combustão de Skoda e Volkswagen, destinados a mercados como Índia, Rússia, África, América Latina e os países membros da ASEAN, como Tailândia e Indonésia. Entre os modelos, estão os conhecidos Polo, Virtus, Nivus e T-Cross, todos produzidos no Brasil. Skoda KushaqDivulgação/SkodaA partir de agora, a Skoda fica responsável pelo desenvolvimento e pelas atualizações da matriz modular MQB-A0, graças ao seu alto nível de expertise para desenvolvimento e coordenação de projetos para segmentos de entrada. Além disso, a decisão poderá ajudar a Skoda a tornar-se líder em Rússia, Índia e norte da África, como parte de uma estratégia traçada para a fabricante. Relacionadas NotíciasSkoda Kushaq: como o Brasil ajudou a criar T-Cross mais simples para Índia18 mar 2021 - 12h03 NotíciasVolkswagen Virtus aparece na Índia e pode servir de base para novos sedãs4 jan 2021 - 12h01 NotíciasSegredo: VW do Brasil desenvolve SUV derivado do T-Cross para a Europa30 out 2019 - 19h10 Uma das provas de qualificação da Skoda é a variação indiana da plataforma, batizada de MQB-A0-IN, na qual o novo Kushaq (versão indiana do T-Cross) se baseia. O segundo modelo feito a partir da adaptação será o Slavia, versão do Virtus para a Skoda, que deverá ser apresentado ainda em 2021 ao mercado indiano. Além deles, o Fabia, que corresponde ao Polo, utiliza a versão original da MBQ-A0. Skoda FabiaDivulgação/SkodaUm ponto curioso é que a Volkswagen do Brasil esteve envolvida com o projeto do Skoda Kushaq. Em 2018 a VW do Brasil firmou um contrato de desenvolvimento com a Skoda que tratava do projeto SK 216. Logo em seguida carros da fabricante tcheca passaram a ser usados pela engenharia da VW no Brasil, inclusive em testes de rua. A intenção era usar o nosso T-Cross (projeto VW 216) como ponto de comparação para desenvolver o Skoda. A sinergia fez todo o sentido e ajudou a chegar na plataforma MQB A0 IN, uma versão altamente localizada, com ampla nacionalização de componentes para reduzir o custo de produção na Índia, viabilizando a produção da MQB A0 no país. Ela também entra em cena com o Slavia, afinal, o Virtus brasileiro era, até então, o único sedã baseado na plataforma MQB-A0. Não à toa, o sedã brasileiro foi usado como mula de testes. O novo sedã compacto indiano será apresentado nos próximos meses. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. The post Skoda passa a ser responsável por plataforma de Polo, Nivus e T-Cross appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  10. A nossa garantia contra defeitos de fabricação de dois anos, ao invés da padronizada de 3 a 12 meses encontrada no mercado nacional e internacional, se reflete na segurança e confiança que tanto nos orgulhamos de receber! ⠀ Precisa de assistência? www.audiophonic.net/sac Nota importante - COVID19 (2020/2021): Devido à pandemia e ao grande volume de mensagens, o tempo de resposta e avaliação está um pouco comprometido, por isso contamos com a sua compreensão e paciência. ⠀ AUDIOPHONIC - ÁUDIO DE ALTA DEFINIÇÃO: SINTA ESTA EMOÇÃO! ⠀ #audiophonic #sub #som #carro #somautomotivo #brasil #carros #carrosbaixos #BAS #SENSATION #sound #music #top #jobs #work #negocios #b2b #business #distribuição #somtop #sotocatop #tocamuito View the full article
  11. Twingo nas 16” #spportcarbrautomotive #scbrautomotive #scbrcustoms #twingo #twingotuning #twingolove #twingofanclub #twingofanclub View the full article
  12. SounDigital é potência real para qualquer tipo de projeto. Com tecnologias exclusivas, nossos amplificadores entregam o melhor em qualidade de áudio e ganham cada vez mais espaço no mercado nacional e internacional, devido a seu design compacto e alto desempenho em todo tipo de projeto. Conheça mais sobre nossos produtos acessando o link na bio. View the full article
  13. ST Mobile Audio, escolheu a SounDigital para equipar os seus projetos por contar com produtos compactos, duráveis e confiáveis para os mais diversos tipos de projetos de som automotivo. Empresa consolidada no mercado, com 25 anos de experiência na indústria sendo mais de 7 anos no ramo de som para veículos comuns e também em veículos esportivos como quadrículos, barcos, trailers, motos e slingshots. Assista o depoimento de Michael Stewart, que aprova e confia na qualidade e tecnologia SounDigital. View the full article
  14. Trazendo confiança e desempenho, a SounDigital é reconhecida no Brasil e no mundo por entregar o melhor em desempenho e tecnologia de áudio para amplificadores. Veja mais em nossa série de vídeos, o depoimento real de quem usa e aprova a qualidade e tecnologia dos amplificadores SounDigital. View the full article
  15. Serão produzidas apenas 50 unidades do conjunto com custo de US$ 10.000IWC/DivulgaçãoA Hot Wheels, reconhecida por suas miniaturas, se juntou à fabricante de relógio IWC Schaffhausen para a produção de dois produtos inéditos. A coleção, chamada IWC X Hot Wheels Racing Works, combiuna um relógio e uma miniatura de um Mercedes-Benz exclusivos que prometem deixar colecionadores de queixo caído. Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 A miniatura é de um Mercedes-Benz 300 SL Gullwing Racing Works Edition com as mesmas cores do relógio. A Hot Wheels afirma que é a miniatura mais detalhada que já produziram, já que todas as unidades serão feitas a mão. É, sem sombra de dúvidas, um dos modelos mais raros da marca. A miniatura é uma das mais detalhadas já produzidas pela Hot WheelsIWC/DivulgaçãoA empresa de brinquedos fez questão de reproduzir fielmente tanto o exterior como o interior do modelo. A miniatura tem portas que se abrem para o alto, a gaiola de proteção está presente, assim como os assentos originais. A pintura de corrida também recebeu atenção especial e reproduz fielmente o carro real. Relacionadas NotíciasHot Wheels quer fazer miniaturas do melhor carro customizado do Brasil20 ago 2021 - 19h08 NotíciasOs raros e bizarros carros da vida real que viraram Hot Wheels24 Maio 2020 - 07h05 NotíciasDez relógios raros (e caros) inspirados nos carros de luxo21 ago 2021 - 13h08 A miniatura reproduz o Mercedes SL 300 Gullwing que foi utilizado em corridas da equipe IWCIWC/DivulgaçãoO carrinho é muito legal, mas o relógio não fica para trás. Ele se chama IWC Schaffhausen Pilot’s Watch Chronograph Edition IWC x Hot Wheels Racing Works. Ele tem detalhes personalizados, como o logo da marca de brinquedos gravado e um padrão de bandeira quadriculada de corrida. O relógio da marca suíça conta dom detalhes que imitam uma bandeira quadriculadaIWC/DivulgaçãoO kit é apresentado em uma caixa de ferramentas de metalIWC/DivulgaçãoSerão produzidos apenas 50 conjuntos, compostos por uma miniatura do Mercedes-Benz e um relógio. Ambos virão dentro de uma caixa de ferramentas de metal preparada exclusivamente para o conjunto. Serão 50 relógios e 50 miniaturas, uma edição limitadíssima que ajuda a explicar o preço. Cada kit custa US$ 10.000, algo na casa dos R$ 55.000 antes dos impostos. Se colocar na balança a qualidade do relógio e a sua exclusividade, assim como a da miniatura, o conjunto e o brinquedinho não estão com um preço tão salgado quanto parece. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!Arte/Quatro RodasThe post Hot Wheels mais perfeito já feito vem com relógio suíço e custa R$ 55.000 appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  16. Pausa na correria de segunda-feira pra responder uma pergunta importante: que carro é esse? 🤔 #carrosclassicospioneer View the full article
  17. Conforme a tecnologia avança, algumas velhas invenções precisam ser reinventadas. A Michelin não quer reinventar a roda, mas está próxima de mudar totalmente o conceito de pneus com o início da produção do seu protótipo que dispensa ar. Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90 É meio difícil imaginar um pneu que não seja inflável, mas o UPTIS (sigla em inglês para Sistema Único de Pneu à Prova de Furos) já foi testado e aprovado. A premissa básica por trás do protótipo é ele não furar. Dessa forma, permite viagens mais seguras e sem transtornos causados por eventuais danos ao pneu. Além de trazer vantagens ao motorista, o pneu sem ar também é mais amigável ao meio ambiente. Segundo a fabricante, todo ano cerca de 200 milhões de pneus são descartados prematuramente por conta de rasgos ou perda rápida de pressão. O UPTIS também é feito de materiais renováveis ou de origem biológica, colaborando para o meio ambiente. Toda sua produção será mais simples, podendo ser feita em impressoras 3D. <span class="hidden">–</span>Michelin/DivulgaçãoO projeto teve início em 2017 e tem parceria da General Motors. Em 2019, os primeiros testes começaram a ser feitos com modelos Bolt EV. Recentemente, a Michelin levou os UPTIS até Munique, onde foi testado, em vias públicas, pelos youtubers Mr. JWW e Gercollector em um e-Mini. Além de não furarem, o pneus também são mais ecológicos do que os convencionaisMichelin/DivulgaçãoO feedback foi positivo. Gercollector elogiou dizendo que o “conforto é incrível”. Já Mr. JWW descreveu os pneus sem ar como “exatamente iguais aos convencionais” e que “mal pode esperar para os ver nos carros”. Mesmo aprovado pela dupla de youtubers, ainda vai levar algum tempo até que possamos ver os UPTIS pelas ruas. A meta da Michelin é que os pneus estejam prontos para venda a partir de 2024. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!Arte/Quatro RodasThe post Michelin já tem data para começar a vender pneus sem ar e que não furam appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  18. Mais uma TarampsTV! https://www.taramps.com.br/ Clique no link para se INSCREVER! ►►► http://bit.ly/SeInscrevaCanalTaramps Se gostou, não esqueça de clicar em GOSTEI! E não deixe de COMPARTILHAR este vídeo! Contato Suporte Técnico: Suporte Linha de Áudio: 18 3266 4050 WhatsApp: 18 99748 7039 E-mail: suportetecnico@taramps.com.br NOSSAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK - https://www.facebook.com/TarampsOficial/ INSTAGRAM - https://www.instagram.com/tarampsgroup/ #TarampsOfficial #Taramps #SomAutomotivo View the full article
  19. Alô Rondônia, chegamos aí. Com muita alegria informo que a Vip Car Acessórios] é mais nova Autorizada Blam da região Norte! A VIP CAR ACESSORIOS, está localizada no município de Ji-Paraná, Seja muito bem vindo Agnaldo e toda equipe VIP CAR. @blam.audio @sq_imports Vip Car Acessórios] @goncalo_blam #blamaudio #blambrasil #sqimports #vipcaracessórios #levandoblamefazendoamigos View the full article
  20. Lançado em 2019, o Porsche Taycan é o primeiro superesportivo elétrico da marcaDivulgação/PorscheAs vendas globais da Porsche mostram que a eletrificação já é mais do que realidade para os clientes da marca: o 911 foi desbancado pelo elétrico Taycan, mesmo com o modelo a combustão passando por um aumento nas vendas. Outro fenômeno vem nos resultados gerais da fabricante, com vendas 13% maiores no mundo. Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 De acordo com a Porsche, entre janeiro e setembro, o Taycan emplacou 28.640 unidades em todo o planeta, contra 27.972 do 911. Isso mesmo com as diversas configurações mecânicas do tradicional esportivo, que ainda teve um aumento expressivo de 10% nas vendas durante os nove primeiros meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Porsche 911 CabrioletFernando Pires/Quatro RodasOs modelos só ficaram atrás dos SUVs de Stuttgart: o Cayenne segue como o Porsche mais comercializado do mundo, com 62.451 unidades no período, seguido do Macan, com 61.944. O Panamera teve 20.275 exemplares vendidos, contra as 15.916 unidades somadas dos 718 Boxster e Cayman. Relacionadas TestesAudi RS Q3 e Porsche Macan GTS andam juntos, mas qual é o melhor?4 out 2021 - 15h10 NotíciasPorsche inicia obras de usina de gasolina sintética para salvar esportivos12 set 2021 - 01h09 TestesTeste: Porsche Taycan Turbo S é sedã elétrico com pique de superesportivo29 jun 2021 - 09h06 No Brasil, porém, a situação é bem diferente do resultado global, segundo números da Fenabrave. Por aqui, o campeão de vendas do período é o 911, com 763 unidades. Depois dele vem o Macan, com 603, o Cayenne, com 510, e, finalmente o Taycan, com 316 exemplares emplacados. Cayenne é o Porsche mais vendido do mundoChristian Castanho/Quatro RodasCrescimento global Segundo a marca, todos os seus carros tiveram aumentos nas vendas – o Macan, por exemplo, cresceu 12%, enquanto o Panamera cresceu 1%. Porém, mais do que isso, a vendas gerais da marca subiram 13% em todo o mundo, puxadas principalmente pelos Estados Unidos, com aumento de 30% em relação aos três primeiros trimestres do ano passado. De janeiro a setembro de 2020, foram emplacadas 191.547 unidades, contra 217.198 para os mesmos meses de 2021. Mesmo com o sucesso, a fabricante segue de olho na escassez de semicondutores. “A situação do coronavírus permanece instável e enfrentamos desafios na busca de semicondutores. Por essas razões, estamos muito atentos aos desenvolvimentos atuais para garantir que possamos continuar a reagir de maneira flexível”, disse Detlev von Platen, membro do conselho de vendas e marketing da Porsche. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. The post Porsche Taycan já vende mais do que o 911 no mundo appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  21. Após 24 anos de produção nacional, o último Honda Civic brasileiro será produzido em novembro. A informação é do site Autos Segredos, que afirma que fornecedores da fabricante japonesa já foram comunicados que o sedã médio não terá produção em dezembro. Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 O sedã médio está em produção na fábrica da Honda em Sumaré (SP) desde 6 de outubro de 1997. Contudo, várias questões pesaram para a decisão de tirar de linha o Civic no Brasil. A primeira delas já era prevista: desde 2019 a Honda está migrando a produção de seus carros para a fábrica de Itirapina (SP), que estava parada desde que foi inaugurada, em 2015. Desde 2018 está definido que a produção de automóveis em Sumaré seria encerrada ao fim de 2021. Além disso, a décima geração do Honda Civic já estava fazendo hora extra no Brasil. A 11a geração já está à venda no exterior e até será vendida no Brasil, mas importada (possivelmente do EUA). As perspectivas do segmento de sedãs médios no Brasil não são boas o suficiente para justificar o investimento na produção nacional da nova geração do Civic. Eu sei no que você está pensando. Sim, como importado o Honda Civic ficará ainda mais caro. Contudo, a tendência é que ele chegue apenas equipado com o motor 1.5 turbo em versão ainda mais potente que a usada no atual Civic Touring. Hoje o sedã tem preços entre R$ 121.000 e R$ 164.900. Nova central multimídia tem comando giratório para o volumeDivulgação/HondaA tendência é que o público dos Civic 2.0 atuais acabe migrando para a nova geração do Honda City, que estreia na virada do ano com novo motor 1.5, ainda aspirado mas com injeção direta. Além disso, terá novos equipamentos hoje encontrados apenas no Civic. É exatamente a mesma relação vista entre Jetta e Virtus, e entre Sentra e Versa. Os sedãs compactos são os novos sedãs médios. Mas a preço de sedã médios. Relacionadas TestesAndamos no primeiro Honda Civic feito no Brasil, 20 anos atrás10 nov 2017 - 16h11 NotíciasNovo Honda Civic virá ao Brasil com motor 1.5 turbo mais potente10 ago 2021 - 17h08 Auto-serviçoA função ECON reduz o torque do motor do Honda Civic?6 jul 2021 - 08h07 A fábrica da Honda em Sumaré seguirá ativa com a produção de motores, incluindo fundição e usinagem, injeção de plásticos e seguirá com os setores de engenharia de qualidade, planejamento industrial, logística e peças. A unidade seguirá, também, como sede administrativa da Honda South America, e com os centros de pesquisa e desenvolvimento de automóveis e de treinamento técnico para concessionárias. O início da produção do Civic no Brasil Este foi o primeiro Honda Civic fabricado no Brasil, um LX 1997Caio Mattos/HondaDas marcas que haviam estreado no Brasil após a abertura das importações de automóveis, em 1992, a Honda foi a primeira a instalar uma fábrica no Brasil. Isso foi um acontecimento que mudaria a história da indústria nacional ao colocar os carros feitos no país em um novo patamar de qualidade. O Honda Civic nacionalizado tinha, no começo da produção, 40% dos componentes feitos por aqui mesmo. Mas, até 1998, todas as peças de estamparia chegavam importadas, já que o maquinário ainda não estava instalado na fábrica. Processos de solda e pintura, porém, eram feitos no Brasil. Com 4,45 m de comprimento, 2,62 m de entre-eixos, 1,79 m de largura e 1,41 m de altura, o Honda Civic de sexta geração lançado por aqui em 1997 tinha praticamente as mesmas dimensões do Honda City que está saindo de linha para dar lugar à nova geração. Quando o novo Honda Civic estreia no Brasil? A expectativa é pelo lançamento no fim de 2022. Isso porque no primeiro semestre a Honda pretende se dedicar ao lançamento do City: primeiro na carroceria sedã, no fim de 2021, e depois na inédita carroceria hatchback, no primeiro trimestre do ano. Honda Civic TouringDivulgação/HondaAlém do preço, o novo Civic terá o motor 1.5 turbo para se distanciar do “irmão” menor. O motor 1.5 i-VTEC Turbo não é uma grande novidade, mas melhorias no fluxo do escape e a adoção de variação da abertura das válvulas da escape e de tempo para os dois comandos elevaram o rendimento. Agora tem 182 cv e 24,5 kgfm, contra os 173 cv e 22,4 kgfm do modelo vendido atualmente no Brasil. Honda Civic TouringDivulgação/HondaO novo Civic Touring dispõe de uma boa lista de equipamentos, incluindo central multimídia com tela de 9 polegadas (com Android Auto e Apple CarPlay sem fio), sistema de som Bose, carregador de celulares por indução, roteador wi-fi, quadro de instrumentos digital, partida remota pela chave, faróis de LED e rodas de 18 polegadas. Honda Civic Touring 2022Divulgação/HondaEle também é equipado com diversos sistemas de segurança, como frenagem automática de emergência, alerta e correção para saídas de faixas, leitura de placas de trânsito, piloto automático adaptativo, airbags frontais, laterais e de cortina, assistente de partida em rampas e controles de estabilidade e tração. Estes equipamentos, que compõem o pacote Honda Sensing, estarão nos carros destinados ao Brasil. Como é o novo Honda City? Os Honda City 2022 fabricados em Itirapina (SP) receberão um quatro cilindros 1.5 mais moderno até mais potente que o 1.0 turbo de 122 cv usado em alguns mercados. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaO deslocamento pode até ser o mesmo do atual 1.5 i-VTEC de 116 cv e 15,3 kgfm, mas o novo motor é bem diferente. Saem a injeção multiponto, o cabeçote com comando simples e variação na admissão, e os tuchos mecânicos e chega um novo cabeçote com duplo comando de válvulas variável, tuchos hidráulicos e injeção direta flex usado no Fit europeu (Honda Jazz). <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaEste motor entrega 126 cv (6.000 rpm) e 15,8 kgfm (4.000 rpm) em sua versão adaptada para também queimar etanol. A aposta em um motor aspirado em vez do turbo teria sido em nome da eficiência de combustível proporcionada pelas tecnologias VTEC (Variable Timing and Lift Electronic Control) e VTC (Variable Timing Control) combinados com a injeção direta. Outro interesse seria nas baixas emissões de poluentes, podendo abrir mão do uso do start-stop. Relacionadas SegredoNovo Honda City Hatch estreia no Brasil em 2022, mas já roda em testes14 ago 2021 - 06h08 SegredoNovo Honda City 2022 terá novo motor 1.5 mais potente que 1.0 turbo26 jul 2021 - 14h07 NotíciasHonda City e:HEV é versão híbrida que promete fazer 27,8 km/l27 nov 2020 - 16h11 Algumas coisas são difíceis de entender no Honda City atual. Foi um dos primeiros carros nacionais com faróis de led, mas terá controles de estabilidade e tração pela primeira vez apenas com o lançamento da nova geração. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaA exemplo do Civic e do HR-V, terá opção de acabamento bicolor para bancos e paineis de porta e apliques de material sintético macio ao toque em faixa no painel e nas laterais do console central. Além disso, terá central multimídia com tela de 8 polegadas com Apple Carplay e Android Auto, até oito alto-falantes, chave presencial com partida remota do motor, duas portas USB, seis airbags e ar-condicionado automático digital de uma zona só, mas com comandos físicos em vez dos atuais comandos táteis. Na versão mais cara, possivelmente chamada de Touring, o novo City terá a LaneWatch Camera, uma câmera instalada no retrovisor direito que aumenta o campo de visão da lateral ao exibir as imagens na central multimídia. Esta versão também terá faróis e lanternas full-led. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital The post Início do fim: Honda Civic sai de linha no Brasil em novembro appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  22. Mais uma oportunidade de fazer parte do nosso time. Envie seu currículo via e-mail para curriculo@bravox.com.br e coloque no assunto a vaga que deseja. View the full article
  23. <span class="hidden">–</span>Divulgação/Quatro RodasO novo Mercedes Classe C deve chegar ao Brasil – agora, somente importado – até o fim do ano, com sorte ainda em outubro. A fábrica ainda não confirma uma data precisa e nem quais versões serão comercializadas. Por regra, porém, todas as versões da nova geração que existem lá fora são híbridas (parciais ou plug-in). Mas, aqui, juntamos o útil ao útil e apresentamos a nova geração em sua versão mais inovadora, a C 300e, que na Alemanha custa 52.000 euros (R$ 321.360). Assine Quatro Rodas a partir de R$ 12,90 Segundo os alemães, é o primeiro sedã híbrido plug-in do mundo capaz de rodar mais de 100 km em modo totalmente elétrico. Essa característica promete mudar a experiência de dirigir um modelo eletrificado no dia a dia, porque, na maioria dos casos, os motoristas rodam menos que isso diariamente. Carroceria ganhou colunas traseiras mais largas e menos vincos lateraisDivulgação/Quatro Rodas Assim, este Classe C poderá ser utilizado como um carro 100% elétrico de segunda a sexta-feira, com direito a uma eventual incursão por estradas, uma vez que ele pode rodar a uma velocidade de até 140 km/h sem ligar o motor a gasolina. O pedal de seu acelerador tem uma espécie de segundo estágio, um ponto de pressão que, quando atingido, “desperta” o motor a gasolina e sua personalidade híbrida, ideal para passeios mais longos. Com o trabalho conjunto dos motores elétrico e a combustão, pode-se atingir autonomia superior a 800 km, segundo a fábrica. Relacionadas Auto-serviçoMercedes Classe C usado é bom, mas pode decepcionar com a manutenção28 jun 2021 - 08h06 TestesAudi A4 se atualiza e vira híbrido para tentar superar Classe C e Série 325 mar 2021 - 08h03 NotíciasNovo Mercedes Classe C é sempre híbrido e roda até 100 km sem gasolina23 fev 2021 - 10h02 Falando da nova geração, que é a quinta, de modo geral, a plataforma MRA II evoluiu bastante e recebeu aparato eletrônico comparável ao do novo Classe S. A arquitetura foi melhorada. Por fora, notam-se colunas traseiras mais largas, carroceria com menos vincos e capô mais curto. As lanternas, mais estreitas e horizontais, invadem a tampa do porta-malas. Pela primeira vez no Classe C, elas são formadas por duas peças. Os faróis de led são de série. Além das telas do painel e da central, há head-up display no para-brisaDivulgação/Quatro Rodas Como opcional, o modelo pode receber o sistema de Luz Digital, que estreou no Classe S. Entre suas funções, ele reconhece e destaca placas e símbolos de aviso na estrada (como a existência de obras), identifica pedestres em zonas escuras, tem iluminação mais clara e evita ofuscamento de outros motoristas. Em termos de dimensões, as maiores diferenças estão no comprimento, que aumentou 6,5 cm (4,75 m), e na distância entre-eixos, 2,5 cm maior (2,86 m). A largura cresceu apenas 1 cm (1,82 m) e na altura ele encolheu 1 cm (1,44 m). Já as bitolas aumentaram 2 cm na frente e 5 cm atrás. Uma das razões para o alargamento na traseira é que agora o eixo traseiro é direcional, um recurso exclusivo no segmento. Mas não está disponível na versão plug-in, que também não conta com amortecedores eletrônicos. Faróis inteligentes foram herdados do Classe S. Ar tem controles independentes na traseira. Lanternas são bipartidasDivulgação/Quatro RodasDe acordo com o engenheiro Matthias Koepfler, chefe do projeto da versão 300e, as razões para isso foram “falta de espaço e excessiva complexidade tecnológica do híbrido”. Em compensação, a versão plug-in traz suspensão pneumática. No interior, a cabine acomoda quatro adultos com conforto, enquanto no porta-malas cabem 455 litros de bagagem, nas versões comuns. Na plug-in, a capacidade é reduzida para 315 litros por conta da bateria de alta-tensão instalada no compartimento das malas. A tela da central multimídia, ligeiramente voltada para o motorista, pode ter 9,5”ou 11,9”, dependendo da opção escolhida no ato da compra. O novo quadro de instrumentos – uma tela digital configurável de 10,25”ou 13,3” (também dependendo da opção) – oferece três estilos de mostradores (Discreet, Sport e Classic) e três modos de configuração (Navigation, Assistance, Service). O sistema de som Burmester reproduz com a mesma fidelidade uma ária de Bach e um rock do Scorpions. Recursos eletrônicos comparáveis aos do modelo topo de linha Classe SDivulgação/Quatro RodasO novo volante tem estilo esportivo, com diâmetro reduzido, aro mais grosso e seção inferior achatada. As borboletas têm dupla função. No modo Sport, servem para passagem de marchas. Nas outras formas de condução, aumentam e diminuem a força de recuperação de frenagem. No máximo de desaceleração, é possível dirigir apenas com o pedal da direita, quase dispensando o do freio. Há quatro modos de dirigir: B (conserva a carga da bateria), EL (elétrico), H (híbrido), Sport e I (individual, para as preferências pessoais). A densidade energética das baterias de quarta geração praticamente duplicou em relação à anterior. São 25,4 kWh, o que explica a autonomia elétrica de 110 km. É o dobro do Classe C anterior e do que oferecem os rivais das marcas BMW e Volvo. Nosso test-drive com o C 300e ocorreu nos arredores de Stuttgart, na Alemanha. O conjunto motriz combina o 2.0 de 204 cv (7 cv a menos do que antes) com um motor elétrico de 129 cv (7 cv a mais do que antes). Os freios a disco ventilado são revelados pelas rodas esportivas aro 17Divulgação/Quatro RodasO rendimento total é de 312 cv e 56,1 kgfm. São valores abaixo dos oferecidos pelo modelo antigo (320 cv/71,4 kgfm), mas o engenheiro Koepfler garante que no novo modelo os 56,1 kgfm estão disponíveis “em um platô bem mais longo”, o que não ocorria antes, com os 71,4 kgfm aparecendo “num pico muito breve”. Os dados de consumo são provisórios: 100 km/l, ante 62,5 km/l do modelo anterior. O Classe C antigo era superior nas acelerações e velocidade máxima. Mas alcançar 100 km/h em cerca de 6 segundos (o anterior precisava de 5,6 s) e atingir 245 km/h (ante 250 km/h do antecessor) prova que, mesmo com quase 2 toneladas (150 kg a mais do que antes), o C 300e é tudo, menos um carro lento. O arranque é sempre feito em modo elétrico e só se formos bruscos com o acelerador passamos a resistência do pedal e “acordamos” o motor a gasolina (ou os 140 km/h). Percebe-se que a suspensão (independente na frente e atrás) foi afinada para melhorar as sensações ao volante. A direção também ficou mais direta, com a redução de voltas (2,35 para 2,1), de batente a batente. Espaço interno aumentou, mas um eventual terceiro passageiro atrás fica apertado. Na versão híbrida, o porta-malas é mais rasoDivulgação/Quatro RodasNo test-drive – com predominância de estradas secundárias, trechos urbanos e um pouco de autobahn –, obtive média de 250 km/l (e 22,6 kWh/100 km), claramente melhor que o valor declarado pela Mercedes. Quanto aos aspectos “menos positivos”, o aumento de telas nos carros atuais coloca alguns desafios e recomenda que se façam escolhas. No C 300e, temos a tela multimídia, o quadro de instrumentos e ainda o head-up display, em muitos casos duplicando ou até triplicando a mesma informação. Não estou bem certo de que o head-up display seja um extra recomendável, a não ser que a seleção de informação de cada tela seja bem estudada. A alavanca de câmbio tem aspecto muito básico, longe do padrão geral da cabine. Por último, falta progressividade ao pedal de freio, que no primeiro terço do curso quase não gera efeito na frenagem (um problema comum aos híbridos da marca). Recursos eletrônicos comparáveis aos do modelo topo de linha Classe SDivulgação/Quatro RodasVeredicto Mais bonito, espaçoso e equipado, o novo C agradou no primeiro contato. Nada de híbrido leve, como na geração anterior. Agora o sedã é híbrido plug-inDivulgação/Quatro RodasFicha Técnica Preço: 52.000 euros Motor: 4 cil., 16V, inj. direta, turbo, intercooler, 1.999 cm3; 204 cv a 6.000 rpm, 32,6 kgfm. Elétrico 129 cv/44,9 kgfm Baterias: íons de lítio, 25,4 kWh Câmbio: autom. 9 m., tração traseira Direção: elétrica Suspensão: múltiplos braços nos dois eixos Freios: disco ventilado nas quatro rodas Pneus: 225/50 R17 (diant.), 245/45 R17 (tras.) Dimensões: comprimento, 475,1 cm; largura, 182 cm; altura, 143,7 cm; entre-eixos, 286,5 cm; peso, 1.990 kg; porta-malas, 315 l; tanque, 50 l Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!Arte/Quatro RodasThe post Teste: novo Mercedes C 300e transforma versões híbridas em regra appeared first on Quatro Rodas. View the full article
  24. <span class="hidden">–</span>Divulgação/DodgeNão há exceções. Todo o estacionamento que entramos tem a frase: “não nos responsabilizamos pelos objetos deixados dentro do veículo”. Mas parece que o Aeroporto Internacional de Orlando, nos Estados Unidos, não anda se responsabilizando nem pelos carros que estacionam por lá. Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90 Recentemente, uma onda de roubos tomou conta dos estacionamentos do aeroporto. Ao todo, dois Dodge Chargers, um Challenger e um Jeep Grand Cherokee Trackhawk foram roubados, no mesmo dia, de dentro do local enquanto seus donos estavam viajando. O que relaciona os três crimes é o fato de todos os veículos serem de versões Hellcat, equipadas com o famoso motor V8 Hellcat supercharger 6.2 de 717 cv e 88 kgfm. Para as autoridades americanas, o motor era o principal alvo dos bandidos devido à sua popularidade. Relacionadas NotíciasQuadrilha de hackers especializada no roubo de Jeeps é presa8 ago 2016 - 16h08 NotíciasCom gêmeo chinês, Dodge Journey 2022 chega primeiro ao México6 out 2021 - 19h10 NotíciasDodge vai vender V8 de 707 cv do Hellcat pelo preço de uma Spin31 out 2017 - 11h10 As vítimas estão indignadas. Todos os quatro veículos foram deixados nos setores mais caros do estacionamento. Os donos acreditavam que o preço mais alto significava mais segurança. Mas a realidade é que a organização do aeroporto não possui nenhum vídeo do roubo. Os proprietários acreditam que não existem câmeras no estacionamento. A diretora sênior de relações públicas da Autoridade de Aviação da Grande Orlando, Carolyn Fennell, não confirmou se há ou não câmeras no local. O motor V8 Hellcat equipa os dois principais muscle cars da Dodge, o Charger e o ChallengerDivulgação/DodgeAs únicas evidências sobre o roubo são os cacos de vidro deixados nas vagas e os registros de saída do estacionamento, que indicam que os veículos foram retirados dos estacionamentos um ou dois dias antes do retorno dos proprietários. Felizmente, pelo menos um dos carros já voltou ao seu proprietário. Joshua Murillo recuperou o seu Dodge Charger SRT Hellcat 2016 poucos dias depois de retornar da sua viagem à Cancun. Depois da experiência, Murillo recomenda a outros motoristas não confiarem na segurança do Aeroporto Internacional de Orlando. Para-choques trocou os faróis de neblina por aberturas de ventilação funcionaisdivulgação/JeepAparentemente, o roubo de Hellcats é algo um tanto comum nos EUA. Em julho, 74 modelos com esse motor foram roubados de uma concessionária em San Leandro, na Califórnia. Outra concessionária, desta vez no estado do Michigan, teve três Hellcats roubados de seu estacionamento no começo de outubro. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital The post Quatro Dodge e Jeep com V8 Hellcat foram levados de aeroporto no mesmo dia appeared first on Quatro Rodas. View the full article

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...