Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Past hour
  2. FULLPOWER - Um sedã de luxo melhor que Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes Classe C. Não acredita? Então aperte o play para conhecer todos os ... Testamos o Volvo S60 R-Design híbrido de 407 cv View the full article
  3. Today
  4. Revisão no Polo do Caique. #spportcarbrautomotive #scbrautomotive #revisaoautomotiva #oficinamecanica #mecanicaautomotiva #vwpolo #polorebaixado View the full article
  5. Dê um #upgradecompioneer e curta as férias de verão com mais potência no som do seu carro! O subwoofer TS-W3090BR pode ser usado em caixa selada ou dutada, vem com terminais para conexão por pressão e é superfácil de instalar. #pioneerdobrasil View the full article
  6. Os ganhos estão bem baixo amigo.... Descobri que o som ta passando sufoco com a bateria. A bateria do Fit não tem nem 40A, e nao tem como colocar uma maior no cofre, ou seja, vou ter que partir pra uma bateria auxiliar por garantia. To pensando em uma bateria de 50, 60A no maximo, no porta malas. Agora, uma duvida... Sabendo que o som não é fodastico, apenas um modulo de 800W, (1 kit 2 vias e um sub de 10 300W), e um bateria auxiliar de pouca amperagem, qual bitola de cabo eu puxo pra mala... Sera que é necessário um de 21mm por exemplo, ou um de 16mm ja da boa?? Lembrando que o modulo pede cabo de 10mm.
  7. <span class="hidden">–</span>Indio san/Quatro RodasVocê está a 60 km/h em uma avenida, começa a chover e o seu carro derrapa e bate no da frente, o veículo que vem atrás também não consegue frear e colide com o seu e o modelo que vem logo atrás também acaba batendo. Essa situação descrita é um típico caso de engavetamento. E é corriqueiro ver nos noticiários circunstâncias como essa. Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90 Esse foi o caso de um dos clientes do corretor de seguros Alex Miranda, que atua há 20 anos no setor e é vice-presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros no Distrito Federal (Sincor-DF). Se essa pessoa tinha seguro, está tudo resolvido, certo? Não é bem assim. Esse segurado havia contratado uma cobertura para terceiros (RCF-V), que reembolsa a indenização que o cliente é obrigado a pagar a terceiros em consequência de danos corporais e/ou materiais causados, porém o limite de indenização era de R$ 50.000. E, portanto, não foi suficiente para cobrir os danos materiais de três carros e o motorista teve de arcar com a diferença do próprio bolso. “A praxe de mercado é que o RCF-V tenha um limite de indenização de R$ 50.000. Considerando que boa parte da frota de modelos novos é avaliada acima desse montante, esse valor é realmente baixo para a realidade do mercado”, afirma Miranda. O superintendente de sinistros da Bradesco Seguros Auto/RE, Carlos Oliva, confirma que a maioria das apólices de seguros automotivos possui o limite de indenização para terceiros fixado em R$ 50.000 e que esse valor é insuficiente para cobrir acidentes mais graves. “Casos que envolvem modelos mais caros ou mesmo acidentes que possuem vítimas com lesões graves ou fatais já ultrapassariam esse limite”, diz Oliva. <span class="hidden">–</span>Divulgação/InternetO executivo informa ainda que na Europa o preço implementado de indenização mínima dessa cobertura é de 300.000 euros e existe uma consciência do segurado em relação à importância dessa contratação. “No caso de um atropelamento, que pode ocorrer com qualquer um, no qual há uma vítima fatal e o nosso segurado tem uma indenização de R$ 50.000, ela será insuficiente, pois qualquer juiz irá conceder um pensionamento para a família da vítima calculando a expectativa de vida média do brasileiro”, afirma Oliva. Caso essa vítima tenha 35 anos, seja casada, com filho e arrimo de família, o valor indenizatório da pensão pode chegar a mais de R$ 300.000, isso sem contar os danos morais, que em processos na Justiça de situações como essa podem chegar a 100 salários mínimos. <span class="hidden">–</span>Divulgação/InternetSegundo Oliva, esse tipo de processo é responsável por mais de 50% do movimento da área jurídica dedicada ao RCF-V. Continua após a publicidade “O que acontece em boa parte dos casos é que o segurado demora para assumir a responsabilidade pelo acidente e, portanto, acaba sendo acionado judicialmente. O que recomendamos é que o cliente acione a seguradora imediatamente e assuma a culpa para que a empresa possa já negociar um acordo que será benéfico para ambas as partes.” É unânime na opinião dos especialistas em seguros entrevistados que o teto de indenização que é praticado atualmente é insuficiente para atender às necessidades dos segurados e que um valor pequeno a mais no preço total do seguro anual resolveria o problema. “A boa notícia é que por uma quantia pequena a mais, cerca de 5 a 10%, é possível aumentar de forma significativa essa indenização”, afirma Dorival de Sousa, vice-presidente da Fenacor (Federação Nacional dos Corretores de Seguros). O corretor Miranda concorda que a diferença no preço final pode ser ínfima, mas defende que as seguradoras fixem um limite de indenização mínimo maior como forma de educar o mercado. “O valor de aumento entre o limite de R$ 50.000 e R$ 100.000 é realmente baixo, cerca de R$ 50 e exatamente por isso que as seguradoras poderiam praticar um valor mínimo de R$ 100.000, mesmo acreditando que o ideal é de R$ 200.000.” Relacionadas NotíciasNovos seguros para o carro prometem cobertura completa a R$ 25 por mês15 jul 2020 - 17h07 Auto-serviçoSe o carro bater ou der problema na quarentena, o seguro vai cobrir?9 abr 2020 - 07h04 NotíciasSeguro DPVAT fica até 86% mais barato em 2020 e terá concorrência em 202130 dez 2019 - 09h12 Segundo o levantamento encomendado por QUATRO RODAS à TEx, insurtech do setor, a diferença é de 3% entre as cotações com indenização de R$ 50.000 e R$ 100.000. Neste levantamento, considerando um Chevrolet Onix Plus (um dos sedãs mais vendidos), o mais impressionante é que o aumento do valor total considerando R$ 500.000 de limite seria de apenas 13% – de R$ 1.090 para R$ 1.235. Devido ao fato de ser um aumento pequeno no preço final do seguro, sendo que esse valor vai evitar o desembolso de quantias altas e processos judiciais com envolvimento de honorários advocatícios, é o típico caso em que a economia não compensa. DIFERENÇA NO PREÇO COM MUDANÇA NO LIMITE DE INDENIZAÇÃO O valor final do seguro variou de 3 a 35% com teto de indenização de R$ 50.000 a R$ 1.000.000 para cobertura de danos materiais, corporais e morais de terceiros. Modelo/Versão Cobertura para terceiros valor do seguro Chevrolet Onix Plus Premier R$ 50.000 R$ 1.090 Chevrolet Onix Plus Premier R$ 100.000 R$ 1.123 Chevrolet Onix Plus Premier R$ 500.000 R$ 1.235 Chevrolet Onix Plus Premier R$ 1.000.000 R$ 1.471 CASOS QUE RESULTARAM EM PREJUÍZO Se o valor contratado no seguro for insuficiente para indenizar a vítima, o causador do acidente poderá ter que arcar com os custos excedentes. Confira os casos abaixo: Um compacto colidiu com um Land Rover avaliado em R$ 300.000 O acidente provocou perda total no modelo importado e a seguradora do dono acionou a outra empresa segurada, que só pode oferecer R$ 50.000 de indenização. Nesse caso, a empresa entrou em acordo direto com o segurado responsável pelo acidente, que teve de arcar com os R$ 250.000 restantes da avaliação do Land Rover. O pagamento foi feito por meio de parcelas, mas o dono do compacto ficou durante anos pagando mensalidades altas para a empresa. Um veículo segurado atropelou um homem de 35 anos. Ele era casado e com um filho de 5 anos. Infelizmente, ele foi uma vítima fatal do acidente. A família entrou com um processo judicial contra o segurado e tendo em vista a inexistência de renda sem o trabalho da vítima, o segurado teve de pagar uma pensão equivalente a 2/3 da renda da vítima até que ela completasse 73 anos (expectativa de vida). Portanto, o cliente foi condenado a pagar por 38 anos, ou 456 meses, R$ 667 de mensalidade, totalizando R$ 304.000. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. Mais lidas EspecialEspecialDez carros exóticos que usaram o motor a ar dos VW Fusca e Kombi NotíciasNotíciasVídeo: os defeitos do Chevrolet Onix Plus do Longa Duração NotíciasNotíciasCom encomendas suspensas, Chevrolet Onix Joy vende menos que o Peugeot 208 TestesTestesArgo, HB20, Sandero, Onix ou Ka: qual o melhor hatch 1.0 até R$ 60.000? Leia mais Auto-serviçoAuto-serviçoTeste do especialista: álcool aerossol é útil, mas uso no carro é restrito Auto-serviçoAuto-serviçoCorreio técnico: o start-stop funciona com o auto-hold ligado? Auto-serviçoAuto-serviçoDesblindagem do carro ganha espaço, mas pode sair mais caro que blindar Auto-serviçoAuto-serviçoCorreio técnico: existe um critério universal para definir o que é um SUV? Continua após a publicidade View the full article
  8. Quer acompanhar tudo que vai acontecer na FINAL 2020? Se sim então guarde este LINK pois aqui vou deixar informações importantes da programação, os links onde você pode clicar para acompanhar em TEMPO REAL os resultados das PROVAS e já saber quem são OS CAMPEÕES de cada modalidade e também saber quem são OS RECORDISTAS DE 2020. Nesse ano difícil devido a PANDEMIA DE COVID 19 tivemos que se adaptar as condições, uma delas foi a realização SÓ DE COMPETIÇÃO sem PUBLICO ou seja podemos dizer que mesmo sem público presente, tivemos muito mais telespectadores nas LIVES do que em uma ETAPA TRADICIONAL, “ eu fico triste trabalhar sem público porem feliz de ver o quanto nossa audiência e gigante”. A FINAL 2020 é uma somatória de resultados de ETAPAS que aconteceram na Rússia (agosto 2020) Japão e Estados Unidos (novembro 2020) no Brasil Altamira e Santarém no Estado do Pará, Chapadão do Sul MS e São Mateus no Estado do Paraná. A etapa que fecha este conjunto de resultados se dá na matriz da empresa na cidade de Manduri SP, onde 50 competidores de 5 Estados Brasileiros já confirmaram sua inscrição (antecipada pois não há inscrições no dia) São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina terão representantes, na competição que é de nível MUNDIAL e Nacional. Com o fechamento da temporada vamos conhecer os CAMPEÕES de cada Estado do Brasil, dos Países que disputam o selo MTM, e no Mundial que nesta temporada teve competidores de 5 Países. Vamos também ter medições DB DRAG que embora não tenha valor no site americano, mas vamos batizar estas medições de FINAL DB DRAG BRASIL que vai credenciar os competidores a premiação também no evento de GALA DA MTM WORLD. Vamos transmitir tudo pela LIVE no facebook GRUPOMTMBRASIL AQUI O LINK DOS RESULTADOS AQUI LINK DO RANKING Confira a programação dos dois dias de competição -Sábado dia 05 de dezembro *das 09 as 11 medição de SQ (categorias que não podem ter barulho)- dentro do galpão MTM *das 13 as 17 medição de SPL MTM e DB DRAG- dentro do galpão MTM *entrega dos troféus da etapa FINAL as 17:15 -Domingo dia 06 de dezembro *das 09 as 17 medição de Pancadão, Trio e Rebaixados – área externa da MTM * entrega dos troféus da etapa FINAL as 17:15 -inscrições só antecipadas. (até 2 pessoas por competidor) -Uso de máscara durante todo o evento. -Distanciamento social. -proibido fazer churrasco ou algo parecido. -proibido ligar o som fora da medição. -sem público ou seja não entra pessoas cujo nome não está na lista. -Não haverá inscrições no dia para não ter contato com dinheiro. Para o público acompanhar as competições podem seguir a programação com as transmissões pela LIVE DO FACEBOOK em nossa página. Abraço a todos. Texto Luiz H Meda TODOS OS DIAS ÀS 12 HORAS “Matérias do Mundo automotivo” Confira mais matérias no site www.mtmbrasil.com.br (Fique ligado na MTM cadastre seu whats 14 998734853) Compre produtos das marcas que apoiam nosso setor Patrocinadores: “Campeonato Mundial MTM World Championship” Sponsors: #connectparts #taramps #stetsom #usina #spyder #ajk #jfa #zettaaudio #audiophonic #shutt #7driveraudio #tritonaltofalantes #erosaltofalantes #powerus #ultravox #snake #shocker #saposaltofalantes #ruzzaudio #rotnerbarramentos #caraudio #spl #pancadao #hairtrick #trioeletrico View the full article
  9. O Chery Exeed TXL chega ao mercado chinês até o fim do anoDivulgação/CheryO anúncio do investimento de R$ 1,5 bilhão no Brasil pelo Grupo Caoa mostra que a empresa tem grandes ambições para o mercado brasileiro. Atualmente, a fabricante é responsável pela produção dos Caoa Chery, alguns modelos da Hyundai e oficializou que poderá começar a produzir modelos de uma terceira marca por aqui. Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90 O montante será todo direcionado na fábrica da Caoa de Anápolis (GO), para expansão das instalações e para o desenvolvimento de tecnologias em solo nacional. Segundo o CEO da Caoa, Mauro Correia, o investimento permite projetar novos lançamentos produzidos em Goiás. Mais precisamente, 10 novidades deverão ser mostradas nos próximos anos. Entre renovações de modelos atuais e carros inteiramente novos, a Caoa deverá ampliar significativamente sua gama no Brasil. A Caoa também continuará a se beneficiar dos incentivos fiscais do estado de Goiás, que abona 32% do IPI dos veículos fabricados na região. De início, isso deve significar a vinda dos renovados Caoa Chery Tiggo 2, que deverá ganhar por aqui motor 1.0 turbo, como na China, já na primeira metade de 2021. O Tiggo 5X também deverá passar por mudanças, como a aguardada adoção do câmbio automático CVT do Arrizo 6, em substituição ao atual de dupla embreagem. Continua após a publicidade Versão do Tiggo 5x reestilizada em julho deste ano para o mercado chinêsAuto Home/Reprodução Relacionadas TestesTeste: Caoa Chery Tiggo 8 é SUV de sete lugares competente e equilibrado5 out 2020 - 08h10 TestesTeste: novo Caoa Chery Arrizo 6 traz conjunto equilibrado e boas soluções1 set 2020 - 07h09 NotíciasVídeo: o que há de bom e ruim no Chery Arrizo 6 frente a Corolla e Civic26 nov 2020 - 17h11 O investimento também contempla a introdução de modelos elétricos, o que também deverá significar mais novidades na Caoa Chery. Uma das possibilidades é a versão elétrica do próprio Tiggo 5X, já vendida na China. A marca não deverá ser tão radical na eletrificação como a conterrânea JAC Motors, mas deverá ampliar seu portfólio e oferecer modelos elétricos mais em conta do que os luxuosos de Jaguar, Audi e BMW. Na Hyundai, as novidades poderão incluir a nova geração do Tucson (sabiam que ele já era produzido aqui?). O novo modelo já foi mostrado em Europa e Estados Unidos e tem tudo para ganhar cidadania brasileira num futuro próximo. O novo Elantra também pode estar nos planos, formalizando a chegada da nova (e ousada) linguagem de design da marca. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HyundaiJá a terceira e nova marca do Grupo Caoa deverá ser a Exeed, justamente o braço luxuoso da Chery na China. A vinda da marca é aventada desde o Salão de São Paulo de 2018 e deve sair do papel com o investimento bilionário. Por enquanto, a Exeed tem apenas um modelo, o TX (e sua versão mais completa, TXL). O modelo compartilha plataforma e linhas gerais com o Tiggo 8, mas promete mais tecnologia no interior e um pacote de serviços ao comprador de alto padrão. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. <span class="hidden">–</span>Arte/Quatro Rodas Mais lidas EspecialEspecialDez carros exóticos que usaram o motor a ar dos VW Fusca e Kombi TestesTestesArgo, HB20, Sandero, Onix ou Ka: qual o melhor hatch 1.0 até R$ 60.000? NotíciasNotíciasCom encomendas suspensas, Chevrolet Onix Joy vende menos que o Peugeot 208 NotíciasNotíciasVídeo: os defeitos do Chevrolet Onix Plus do Longa Duração Leia mais NotíciasNotíciasResgate de navio naufragado expõe a destruição de 4.000 carros novos NotíciasNotíciasNovo VW Golf R tem 320 cv, mas custa mais que Audi, Mercedes e BMW NotíciasNotíciasVídeo: os defeitos do Chevrolet Onix Plus do Longa Duração NotíciasNotíciasVolvo pretende parar de vender carros com motor a combustão até 2030 Continua após a publicidade View the full article
  10. Galera, blz? To afastado há pelo menos 5 anos e perdi uma galera de referência do RJ para instalação. Atualmente tenho um Cruze 2013 bem novo (15k rodados) e queria instalar uma CM que mandei vir da CH e incrementar com algumas coisas que tenho aqui (2 vias e sub) e comprar outras (amp, talvez processador e dar um tratamento acústico). Alguém recomenda um lugar legal (quero preservar o máximo de originalidade, sem gambiarras) para fazer esse serviço. Da minha época, só sobrou ativo a BRS que SEMPRE está abarrotada de serviço. Vlw!
  11. Yesterday
  12. Acredito que somente medindo com um osciloscopio para ter certeza.
  13. Comparados a 1/8 do MV Golden Ray, os carros destruídos parecem miniaturasDivulgação/St. Simons Sound Incident ResponseTudo que envolve navios cargueiros é colossal, mas o resgate do navio MV Golden Ray repleto de carros 0 km, parcialmente afundado ano passado, próximo à costa dos EUA, não deixa de impressionar. Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90 A operação de corte vem sendo conduzida desde novembro desse ano e consiste em fatiar o navio em oito partes menores, rebocando-as até terra firme. São justamente as fotos dessas seções e seus veículos que dão ideia da tragédia. A operação Encalhado próximo ao porto de Brunswick, na Geórgia, o MV Golden Ray levava mais de 4,1 mil carros — principalmente Chevrolet, GMC, Kia e Hyundai — ao Oriente Médio, onde seriam vendidos. Minutos após iniciar viagem, a embarcação de 200 m de comprimento adernou até ficar parcialmente submersa de cabeça para baixo. Os trabalhos ocorrem dia e noite para evitar que mais carros afundemDattymubz/ReproduçãoAinda em 2019, as autoridades começaram a esvaziar os tanques de combustível e seus 1,1 milhão de litros de óleo pesado. Isso não impediu, entretanto, que houvesse incêndios ao longo de 2020 causados por resquícios de materiais inflamáveis, tanto do gigante quanto dos carros armazenados. Análises ainda constataram diesel, gasolina e fluidos automotivos nas águas da região. A fase principal da operação de resgate começou em setembro, com a instalação de uma barreira ambiental ao redor da embarcação, a fim de conter eventuais vazamentos durante sua remoção. Além disso, proteção semelhante foi instalada ao redor de pequenas ilhas próximas ao acidente, que recebem ninhos de pássaros selvagens. Biólogos vigiam e capturam aves que se aproximam dos destroços, tentando evitar ingestão e contaminação da fauna. Continua após a publicidade A cena do acidente com destaque para as barreiras, que controlam o vazamento de óleos e peças automotivasDivulgação/St. Simons Sound Incident ResponseDepois que o corpo de engenheiros retornou do Chile, onde estudou a estrutura interna do Sister Ray — navio-irmão do Golden Ray —, foi a vez de trazerem à Geórgia o absurdo VB-10.000, uma grua-pórtico flutuante capaz de içar até 6.800 toneladas e colocá-las em balsas de transporte. O absurdo VB-1000 consegue içar 6,8 milhões de quilos e tem altura equivalente a um prédio de 23 andaresBureau of Ocean Energy Management/DivulgaçãoCom o VB-1000 posicionado, iniciou-se o corte do cargueiro, dando ideia das perdas veiculares. As fotos mostram carros completamente destruídos e, literalmente, caindo aos pedaços no mar. Pensando nisso, os órgãos locais organizaram ação cooperativa para monitorar e conter as diversas peças que já cobrem as praias da região. Os carros afundados, entretanto, não serão resgatados e repousarão no fundo do Atlântico. Uma das peças automotivas que caíram do Golden Ray e chegaram às praias da GeórgiaDivulgação/St. Simons Sound Incident ResponseDe acordo com o comandante da Guarda Costeira, o corte e remoção da primeira parte do Golden Ray ocorreu bem, e a intenção é “refinar estratégias para aumentar a eficiência dos próximos seis cortes”. Picapes, SUVs e compactos ficaram destruídos e revirados no interior da embarcação427Corvette/ReproduçãoA remoção do navio e todos os carros (ou o que restou deles), seguirá até o ano que vem. Fabricado pela própria Hyundai, o MV Cargo Ray foi lançado ao mar em 2016, e tinha capacidade de transportar até 7.400 carros. Relatórios preliminares indicam que seu tombamento foi causado por carregamento inadequado dos automóveis e níveis incorretos de água no lastro do navio. Os 24 tripulantes sobreviveram. O prejuízo material do incidente, sem levar em conta todo o resgate e danos ambientais, foi estimado em mais de R$ 800 milhões. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. Mais lidas TestesTestesArgo, HB20, Sandero, Onix ou Ka: qual o melhor hatch 1.0 até R$ 60.000? NotíciasNotíciasRegistro antecipa estreia do novo Mitsubishi Eclipse Cross no Brasil TestesTestesCom geladeira e USB na cama, Volkswagen Meteor é um home office ambulante EspecialEspecialDez carros exóticos que usaram o motor a ar dos VW Fusca e Kombi Leia mais NotíciasNotíciasNovo VW Golf R tem 320 cv, mas custa mais que Audi, Mercedes e BMW NotíciasNotíciasVídeo: os defeitos do Chevrolet Onix Plus do Longa Duração NotíciasNotíciasVolvo pretende parar de vender carros com motor a combustão até 2030 NotíciasNotíciasCom produção suspensa, Chevrolet Onix Joy vende menos que o Peugeot 208 Continua após a publicidade View the full article
  14. FULLPOWER - Em seu tradicional evento de fim de ano – que em 2020 foi realizado via streaming, em função da pandemia do coronavírus -, a Ford ... Confirmados! Ford Mustang Mach1, Bronco e Ranger Black estreiam em 2021 no Brasil View the full article
  15. Tenha um som de qualidade em sua casa! Amplificador e mais 4 Kits de Fácil Instalação, são os LANÇAMENTOS DA BSA AUDIO, a moderna linha de Som Ambiente da Bravox. The Sound of Excellence Uma linha completa de Sonorização de Ambiente, seja Residencial ou Comercial, com áudio surpreendente e profissional, com um conceito muito simples: INSTALE VOCÊ MESMO! Conheça agora mesmo e se surpreenda! #bravox #bravox67anos #67anos #bsa #bsaaudio #thesoundofexcellence #produtobrasileiro #lançamento #instalevocêmesmo #linhadeprodutos #kitfácil #amplificador #caixasexternas #caixasdeembutir #amplificador #somambiente #homesound #audiosystem #sonorizaçãodeambientes #somresidencial #somemsuacasa #arquiteturaedecoracao #engenhariaacustica #qualidadeacustica #linhaacustica #designdeinteriores #ambienteacustico #homedecor #decoração #designinovador View the full article
  16. California announced a new state stay at home order Thursday that will soon limit the retail capacity of any shop to 20 percent. The new order by Gov. Gavin Newsom divides the state into five regions. When the available ICU hospital capacity of any of the regions drops below 15 percent, it triggers the new […] The post California Tightens Retail Rules Once Again appeared first on ceoutlook.com. View the full article
  17. VW Jetta TSI - Sistema áudio SQ. Instalamos um kit de 2 vias e coaxial Audison linha VOCE, nos lugares originais e tratamento acústico Audiophonic. Os amplificadores em baixo dos bancos dianteiros e no painel um monitor duplo dim Kenwood. No porta malas confeccionamos uma caixa selada em MDF removível, em carpete original, com um sub woofer JLaudio 12W6v3. Sistema ficou tocando muito, alta definição e graves rápidos e profundos. O veículo não perde a garantia de fábrica, pois não alteramos ou cortamos qualquer chicote do veículo. A Audio Design dá garantia PERMANENTE em suas montagens desde 1994, excelência em vender , projetar e instalar. Mais de 20 anos construindo tendências e obras primas em áudio, acabamentos e acessórios. #caraudio #soundquality #rline #vw #vwjetta #jetta #jettarline #brooklinsp #campobelo #moema #brooklin #vilaolimpia #volks #morelhifi #meuvw #volkswagenjetta #jettagli #jettatsi #jettatsibrasil #passat #vwpassat #vwbrasil #mk8 #clubedojetta #clubedojettaoficial #volkswagen #jettalife #jettaclub #jettamk6 #jettabrasil @clubedojettabrasil @jetta_clube_sp (Feed generated with FetchRSS) View the full article
  18. VW Jetta TSI - Sistema áudio SQ. Instalamos um kit de 2 vias e coaxial Audison linha VOCE, nos lugares originais e tratamento acústico Audiophonic. Os amplificadores em baixo dos bancos dianteiros e no painel um monitor duplo dim Kenwood. No porta malas confeccionamos uma caixa selada em MDF removível, em carpete original, com um sub woofer JLaudio 12W6v3. Sistema ficou tocando muito, alta definição e graves rápidos e profundos. O veículo não perde a garantia de fábrica, pois não alteramos ou cortamos qualquer chicote do veículo. A Audio Design dá garantia PERMANENTE em suas montagens desde 1994, excelência em vender , projetar e instalar. Mais de 20 anos construindo tendências e obras primas em áudio, acabamentos e acessórios. #caraudio #soundquality #rline #vw #vwjetta #jetta #jettarline #brooklinsp #campobelo #moema #brooklin #vilaolimpia #volks #morelhifi #meuvw #volkswagenjetta #jettagli #jettatsi #jettatsibrasil #passat #vwpassat #vwbrasil #mk8 #clubedojetta #clubedojettaoficial #volkswagen #jettalife #jettaclub #jettamk6 #jettabrasil @clubedojettabrasil @jetta_clube_sp View the full article
  19. Boa noite galera! Seguinte, estou com uma dúvida: Eu tenho no meu carro um porta fusível com um fusível de 60A no cofre da bateria. Meu módulo antigo tinha 2x30A fusíveis, casando perfeitamente. Mas notei que esse novo módulo possui 2x25A, ficando com apenas 50A. Há algum problema nessa diferença? Devo trocar o do cofre da bateria e colocar um de 50A? Obrigado.
  20. Esportivo ganhou 20 cv em relação à geração anteriorDivulgação/VolkswagenUma nova geração do Volkswagen Golf é sempre um marco automobilístico, mas suas versões apimentadas costumam ser as mais aguardadas, após a apresentação das variantes mais “mundanas”. E depois do consagrado GTI, veio o Golf mais potente de todos, o R, com nada menos que 320 cv. Só que tanta potência tem um preço, e mesmo num Golf, ele é salgado. Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90 Isso porque na Inglaterra, um dos primeiros países onde o novo Golf R teve valores revelados, ele partirá de 39.270 libras (cerca de R$ 272.000 em conversão direta). O valor coloca o Golf R numa posição no mínimo curiosa, já que no mercado britânico ele é mais caro do que ninguém menos que Mercedes-AMG A35, Audi S3 e BMW M135i. Modelo terá tração integral com opção de modo driftDivulgação/VolkswagenÉ certo que a diferença de preço é pequena, mas ainda assim o Golf R é cerca de 1.000 libras mais caro do que os três outros alemães de prestígio. O VW também é ligeiramente mais potente, mas a diferença também é pouca. A35 e M135i têm 306 cv, enquanto o “irmão” S3 tem 310 cv. Relacionadas NotíciasVW Golf GTE tem estoque vendido para locadora e hatch morre no Brasil10 nov 2020 - 14h11 NotíciasNovo VW Golf R é o mais poderoso da história, com 320 cv e modo drift4 nov 2020 - 16h11 NotíciasNovo VW Golf com GNV de fábrica tem motor 1.5 turbo e quatro tanques26 out 2020 - 12h10 NotíciasNovo VW Golf GTI Clubsport tem 300 cv e conjunto afiado para pistas14 out 2020 - 12h10 A lista de equipamentos é extensa, com itens como rodas de 18 polegadas, cabine com materiais exclusivos, volante especial da versão e quatro saídas de escapamento. Aliás, o escape pode ser da grife Akrapovic como opcional, e o Golf R ainda pode receber sistema de som da Harman-Kardon, rodas de 19 polegadas e um pacote que eleva a velocidade máxima para 270 km/h. Acabamento tem revestimento azul e botão R no volanteDivulgação/VolkswagenAlém dos dos 320 cv, o 2.0 turbo entrega também 42,8 kgfm de torque entregues às quatro rodas pelo sistema 4Motion. O câmbio pode ser de dupla embreagem e sete marchas ou manual de seis, dependendo do mercado. Modelo oferece escapamento da grife AkrapovicDivulgação/VolkswagenCom esse conjunto, o Golf R vai de 0 a 100 km/h em 4,7 segundo e chega aos 250 km/h (sem o tal pacote opcional). O desempenho também é próximo dos rivais luxuosos. Resta saber se o carisma do Golf será suficiente para convencer potenciais compradores a pagar mais por ele. Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital. <span class="hidden">–</span>Arte/Quatro Rodas Mais lidas TestesTestesArgo, HB20, Sandero, Onix ou Ka: qual o melhor hatch 1.0 até R$ 60.000? NotíciasNotíciasRegistro antecipa estreia do novo Mitsubishi Eclipse Cross no Brasil TestesTestesCom geladeira e USB na cama, Volkswagen Meteor é um home office ambulante NotíciasNotíciasFord terá novo Bronco, Mustang Mach 1 e Ranger Black no Brasil em 2021 Leia mais NotíciasNotíciasVídeo: os defeitos do Chevrolet Onix Plus do Longa Duração NotíciasNotíciasVolvo pretende parar de vender carros com motor a combustão até 2030 NotíciasNotíciasCom produção suspensa, Chevrolet Onix Joy vende menos que o Peugeot 208 NotíciasNotíciasCom nova plataforma de elétricos da Hyundai um carro pode carregar o outro Continua após a publicidade View the full article
  21. 32 BATERIAS NO SOM AUTOMOTIVO TARAMPS SMART3 PROCESSADOR DE AUDIO PRO 2.6S TARAMPS https://www.taramps.com.br/ Clique no link para se INSCREVER! ►►► http://bit.ly/SeInscrevaCanalTaramps Se gostou, não esqueça de clicar em GOSTEI! E não deixe de COMPARTILHAR este vídeo! Contato Suporte Técnico: Suporte Linha de Áudio: 18 3266 4050 WhatsApp: 18 99748 7039 E-mail: suportetecnico@taramps.com.br NOSSAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK - https://www.facebook.com/TarampsOficial/ INSTAGRAM - https://www.instagram.com/tarampsgroup/ #TarampsOfficial #ModuloTaramps View the full article
  22. A nova geração do Chevrolet Onix Plus estreou nas lojas em setembro de 2019, até antes do hatch. E há exatamente um ano passou a integrar nossa frota no teste de Longa Duração e percorremos 40.000 km com ele desde então. Das qualidades, já falamos muitas vezes e o sedã até já ganhou comparativos por aqui. Agora é hora de falar dos problemas que notamos no sedã compacto. Nosso carro já chegou com o recall do incêndio feito e até notamos alguma perda no desempenho e aumento de consumo na comparação com a primeira unidade testada. Mesmo assim o desempenho e o consumo do Onix Plus são constantemente elogiados por quem dirige o carro. Mimo simpático: nosso Onix Plus foi entregue “embrulhado pra presente”Rodrigo Ribeiro/Quatro RodasNosso carro é um Chevrolet Onix Plus Premier 2 2020, com motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm, e câmbio automático de seis marchas. Entre os equipamentos, tem alerta de pontos cegos, assistente de estacionamento automático, Wi-Fi e carregamento sem fio para smartphones. Relacionadas Longa DuraçãoLonga Duração: concessionária ignora defeitos do Onix Plus na revisão9 nov 2020 - 08h11 Longa DuraçãoLonga duração: levamos nosso Chevrolet Onix Plus para investigar panes19 out 2020 - 08h10 Longa DuraçãoLonga Duração: baixo, Chevrolet Onix Plus vaza óleo após cair em buraco5 ago 2020 - 07h08 Na época da compra, o Chevrolet Onix Plus Premier partia dos R$ 74.090, mas foi comprado por R$ 78.740 por conta da pintura metálica e do pacote tecnológico. Hoje, parte dos R$ 82.390 na Premier 1 e R$ 85.490 na Premier 2. Mais lidas TestesTestesArgo, HB20, Sandero, Onix ou Ka: qual o melhor hatch 1.0 até R$ 60.000? NotíciasNotíciasRegistro antecipa estreia do novo Mitsubishi Eclipse Cross no Brasil TestesTestesCom geladeira e USB na cama, Volkswagen Meteor é um home office ambulante NotíciasNotíciasFord terá novo Bronco, Mustang Mach 1 e Ranger Black no Brasil em 2021 Leia mais NotíciasNotíciasVolvo pretende parar de vender carros com motor a combustão até 2030 NotíciasNotíciasCom produção suspensa, Chevrolet Onix Joy vende menos que o Peugeot 208 NotíciasNotíciasCom nova plataforma de elétricos da Hyundai um carro pode carregar o outro NotíciasNotíciasMustang Mach-E GT Performance é elétrico com desempenho de superesportivo Continua após a publicidade View the full article
  23. XC40 Recharge Electric 100% elétrico tem autonomia de 400 quilômetros Em 2019, 7% das vendas da marca foram de veículos híbridosCom as restrições de vendas de carros a combustão a partir da próxima década na Europa, algumas marcas já se mobilizam para entrar de vez na era dos carros elétricos, uma delas é a Volvo, que anunciou que até 2030 venderá apenas veículos elétricos. Antes desta data a empresa tem o objetivo que metade de suas vendas sejam de carros eletrificados; combinam motor a combustão com o sistema elétrico como já oferecido no Brasil nos modelos: XC40, S60, XC60 e XC90 . Modelo elétrico tem potência de 413 cv de forçaApenas no ano passado a marca comercializou 45.933 unidades de veículos híbrido plug-in, o que representou 7% das vendas de veículos da marca, que em 2019 foi de 705.442 unidades vendidas. Enquanto não andamos no modelo elétrico veja o Top 10 acessórios indispensáveis para o Jeep Compass. Veja o vídeo! E apesar de ter um número significativo nas vendas, o modelo 100% deve chegar só em 2021. O XC40 Recharge Electric já produzido na Belgia e tem dois motores de 413 cv de potência e torque de 67,3 kgfm de torque. De zero a 100 km/h é realizado em 4,9 segundos e a velocidade máxima é limitada a 180 km/h. A autonomia do modelo sueco é de 400 quilômetros. Acompanhe as últimas notícias do mercado automotivo no site da revista AutoMOTIVO, na nova edição de outubro, nas redes sociaise também no canal do Youtube da TV AutoMOTIVO. Matéria Até 2030 Volvo pretender vender apenas carros elétricos publicada no Portal Revista AutoMOTIVO. View the full article
  24. Carros #dicurrida na @scbrautomotive #scbrautomotive #scbrcustoms #scbrperformance #jettatsi #civicjdm #jdmculture #stancelovers View the full article
  25. Produto pode ser aplicada em todas as versões do sedã da Toyota Modelo mantém a originalidade do víceuloA Flexitron lança no mercado automotivo de acessório o Módulo Conforto para o Toyota Corolla 2020. O acessório é compatível para todas as versões do sedã japonês e, também, substitui os FCT VRD TY-CR 4.4 e FCT VTD TY-VR 4.5. O produto chamado de FCT VTRD TY-CR 4.6 é de fácil instalação e preserva o sistema original e a garantia de fábrica do veículo. Além disso, o acessório tem função de fechamento dos vidros e teto solar, rebatimento dos retrovisores com um toque no controle remoto, abertura dos vidros e teto solar com três toques no controle remoto, tilt down com acionamento semiautomático e automático programável. Aplicações Toyota Corolla GLI, XEI e Altis Híbrido (Versões sem teto solar) – Vidros elétricos, rebatimento dos retrovisores e tilt down. Toyota Corolla Altis Premium e Altis Híbrido Premium (Versões com teto solar) – vidros elétricos, teto solar e tilt down. Como são fabricados módulos antiesmagamento e conforto p/ veículos – FLEXITRON. Veja o vídeo! Estes e outros produtos da marca Flexitron você conhece nas redes sociais e no site da marca. Veja também a lista de acessórios completa do novo Corolla 2020 e acompanhe todas as novidades em som e acessórios nos canais da revista Automotivo, nas redes sociais e na TV AutoMOTIVO no YouTube. Acompanhe as últimas notícias do mercado automotivo no site da revista AutoMOTIVO, na nova edição de outubro, nas redes sociaise também no canal do Youtube da TV AutoMOTIVO. Matéria Flexitron lança módulo de conforto para Corolla 2020 publicada no Portal Revista AutoMOTIVO. View the full article
  26. Boa tarde, tudo bem? Que ano era seu Golf? Tem foto da altura dele para eu ver como estava?
  1. Load more activity

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...