Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. 
- Campeonato SQ Excperience - Garagem 55 - Móoca - São Paulo/SP - domingo 26/Novembro/2023 *****

RobôAutoforum

Membro Pró
  • Content Count

    33,556
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    6

RobôAutoforum last won the day on June 2 2023

RobôAutoforum had the most liked content!

Community Reputation

9 Neutral

About RobôAutoforum

  • Rank
    veterano

Dados Adicionais

  • Complete real name
    Marcelo S. Motitsuki

Profile Information

  • Sex
    Masculino
  • City/State/Contry
    São Paulo/SP
  • Interests
    Divulgar notícias sobre som automotivo, carros e acessórios

Recent Profile Visitors

15,296 profile views
  1. Suprema com as desejadas TSW Evo R, na época e suspensão a ar. 📸: @eric_spportcarbr #spportcarbr_net... #spportcarbr_net_1999 #spportcarbr_net_desde_1999 #carrosrebaixados #tswwheel #tswevor #opelomegawagon #suspensaoar #gmsuprema Siga 👉🏻 @spportcarbr_net View the full article
  2. mega nas TSW Evo R e suspensão a ar, era incrível ver um exemplar como este ao vivo. 📸: @eric_spportcarbr #spportcarbr_net... #spportcarbr_net_1999 #spportcarbr_net_desde_1999 #carrosrebaixados #gmbrasil #omegarebaixado #omegaabsoluto #suspensaoaar #opelomega Siga 👉🏻 @spportcarbr_net View the full article
  3. Polinho na suspensão a ar e rodas da CRV 18" com 165/35. 📸: Lucas Balico #spportcarbr_net... #spportcarbr_net_1999 #spportcarbr_net_desde_1999 #carrosrebaixados #suspensaoaar #vwpolo #vectraoem #aro18 #polohatch Siga 👉🏻 @spportcarbr_net View the full article
  4. Koup na suspensão a ar, rodas aro 20 da Mercedes C43, linda combinação. 📸: Paulo Braga #spportcarbr_net... #spportcarbr_net_1999 #spportcarbr_net_desde_1999 #carrosrebaixados #kiakoup #kiakouptuning #suspensaoaar #aro20 #ceratokoup Siga 👉🏻 @spportcarbr_net View the full article
  5. Essa foi resgatada por @nenegarage, Passat nas Califórnia, publicada em 2002 na page. #spportcarbr_net #spportcarbr_net_1999 #spportcarbr_net_desde_1999... #carrosrebaixados #passatts #rodacalifornia #passatrebaixado #passatantigo #antigorebaixado Siga 👉🏻 @spportcarbr_net View the full article
  6. A Kia anunciou uma novidade para a garantia dos seus modelos de passeio no Brasil. Os clientes terão o mesmo período anterior de 5 anos, mas agora sem limite de quilometragem – até então, havia um limite para 100.000 km. Essa mudança abrange todos os veículos de passeio da marca, inclusive os que já foram comprados desde o início de 2024. Relacionadas Carros elétricosKia terá carros elétricos mais baratos e populares ainda em 20248 abr 2024 - 17h04 NotíciasBMW, Volvo e Kia são as vencedoras do Car Design Awards 202428 abr 2024 - 19h04 SegredoKia Tasman é o nome da futura rival das Ford Ranger e Toyota Hilux15 abr 2024 - 02h04 Além disso, a empresa informou que a nova condição de garantia será aplicado não apenas aos modelos convencionais, mas também aos híbridos, como o Stonic, Sportage e Niro. Para os futuros lançamentos de modelos elétricos, a garantia será a mesma. Já a garantia da bateria de alta voltagem do Kia Niro e dos próximos veículos elétricos da marca permanece em 8 anos ou 160.000 km. Kia NiroFernando Pires/Quatro Rodas Gabriel Loureiro, Diretor Técnico e de Pós-Vendas da Kia Brasil, enfatizou a importância dessa atualização. Ele apontou que essa extensão da garantia visa proporcionar “tranquilidade e confiança aos clientes”, reforçando o compromisso contínuo da Kia com a satisfação do cliente e a qualidade de seus veículos. Compartilhe essa matéria via: WhatsAPP Telegram Linha híbrida, mas com elétricos prometidos Atualmente a Kia tem uma linha 100% híbrida no mercado brasileiro, começando pelo Stonic, embora seja um híbrido-leve. O compacto combina um motor 1.0 turbo (o mesmo de HB20 e Creta) de 120 cv e 20,4 kgfm a um sistema elétrico de 48V. O Sportage também é um híbrido-leve, mas combina um 1.6 turbo de 180 cv e 27 kgfm a um sistema elétrico de 48V. Continua após a publicidade Novo Kia EV9 GT-Line: estreia em 2024, provavelmente partindo dos R$ 450.000Divulgação/KiaJá o Niro é um híbrido convencional e, por isso, tem uma garantia específica para a bateria de alta tensão. O SUV une um motor 1.6 aspirado a outro elétrico que, juntos, entregam 141 cv e 27 kgfm. Para os próximos anos, a marca já disse que terá apenas modelos eletrificado no Brasil. Entre as promessas estão o Niro elétrico e o EV9, um SUV grande também elétrico. O EV6, que está na promessa desde 2022, está atrasado, mas ainda pode chegar e já com o visual atualizado e recém-apresentado na Coreia do Sul. Publicidade View the full article
  7. E aí? Novo e lacrado, usaria na nave? Estocado por mais de 30 anos. #spportcarbrautomotive #scbrautomotive ... #oficinavilacarrao #oficinamecanica #rolamentoskf #peçanova #mecanicaautomotiva #autopecas #peçaantiga #rolamentoautomotivo Siga 👉🏻 @scbrautomotive View the full article
  8. ESTRANHO AUDIO PARTS - Use o cupom de desconto RAYLLAN5 e compre direto da fabrica https://loja.estranhoaudioparts.com.br Meu facebook https://www.facebook.com/rayllansom/ Para comprar produtos online segue o link para compra AMAZON https://amzn.to/3B5gXlb Shopee https://shope.ee/apjpxVjd Ja conhece meu canal no youtube https://www.youtube.com/c/RAYLLANSOM Hashtags: dinheiro som somautomotivo nubank carro viagem bradesco rayllansom caixaeconomica audio financiamento banco vendas negocios Volkswagen Fiat Toyota Hyundai GM JEEP RENAULT HONDA NISSAN PEUGEOT CITROEN BMW BYD MITSUBISHI PORSCHE FORD Seja membro deste canal e ganhe beneficios: https://www.youtube.com/channel/UCg0mdazek-we xML7cHrr1g/join O seu canal de Som Automotivo /nordeste. Nao esqueca de deixar seu LIKE e de se INSCREVER-SE para continuarem atualizados e ajudar nossa familia crescer. Instagram TikTok kwai e Facebookr rayllansom GRUPO TELEGRAM LINK DO GRUPO--- https://t.me/joinchat/HAimD4-0PoXFuQz1 como Melhor o attack no grave no som automotivo caixa trio View the full article
  9. O Amplificador Profissional T 4.400 Taramps e ideal para sonorizacao em igrejas shows espacos comerciais e residenciais. Acesse nosso site e descubra por que ele combina versatilidade e qualidade em um unico produto https://www.taramps.com.br/pt/produto/t-4-400/ View the full article
  10. O DS 800t4 e um modulo amplificador multicanal da Taramps. Full Range disponivel nas versoes de 1 ou 2 ohms ele e compativel os mais variados tipos de alto-falantes. Isso significa que pode ser utilizado para amplificar subgraves graves medio-graves medios medio-agudos e agudos. Sao 4 canais de 200 WRMS com potencia maxima de 800 Watts RMS com possibilidade de ligacoes em Bridge. Extremamente versatil ele possui entradas de audio via RCA sistema tradicional e tambem entradas de audio via Fio com acionamento automatico por audio ideal para players e multimidias originais. Versatilidade eficiencia e qualidade em um unico produto Taramps. taramps caraudio caixadesom subwoofer somautomotivo taramps View the full article
  11. Baterias de carros elétricos podem estufar como as de celulares? Gilza Thereza, São Paulo (SP) Sim. Mas em razão da construção e complexidade, a probabilidade de isso acontecer é muito menor nas baterias dos carros. Conversamos com o engenheiro Raul Beck, da SAE Brasil, e ele nos explicou que, durante os ciclos de descarga e recarga, é normal as células das baterias apresentarem uma pequena variação de volume, que pode aumentar no caso de sobrecarga na célula, devido à liberação de gases internamente. Relacionadas Auto-serviçoQuanto tempo dura e quanto custa para trocar a bateria de um carro híbrido20 abr 2024 - 19h04 Auto-serviçoQuando a bateria do carro elétrico chega ao fim e o que se faz com ela?15 abr 2024 - 04h04 Carros elétricosComo é a bateria Blade da BYD, que até Toyota e Tesla usam26 nov 2023 - 19h11 Por conta disso, as células utilizadas nos diferentes tipos de aplicação são acondicionadas levando em consideração essa alteração dimensional, utilizando dispositivos de contenção para impedir que elas aumentem além do previsto. E celulares, carros e outros aparelhos possuem ainda um sistema eletrônico de proteção (BMS – Battery Management System), que é responsável por garantir a operação da célula dentro das condições seguras de tensão, corrente, temperatura etc. Continua após a publicidade As baterias de íon-lítio são mais caras e pesadas do que as de lítio-metalReprodução/Divulgação“No caso dos veículos elétricos, as baterias são constituídas por dezenas, às vezes centenas ou milhares de células de lítio-íon interligadas em série e paralelo para se atingir a tensão e corrente nominal desejadas”, diz Raul, que acrescenta que “as baterias dos veículos elétricos nunca vão apresentar fenômenos visuais de estufamento, exceto nos casos muito críticos e improváveis de falha nos circuitos do BMS da bateria”. Compartilhe essa matéria via: WhatsAPP Telegram Nos carros, o BMS é responsável por executar algoritmos de software que vão indicar o estado de carga (SoC), estado de saúde (SoH) e balanceamento de carga de todas as células da bateria, para maximizar o desempenho dela. Publicidade View the full article
  12. Ford Ka - Ponto do Som Curte aí a qualidade dos novos médios MG280 de 6x9” tocando um sertanejo…. Os EX900 Carbon só “descansando” 😂😂😂 View the full article
  13. Quem ouve falar em Plymouth, Dodge e Chrysler imediatamente associa as três marcas norte-americanas a enormes e pesados sedãs, sempre impulsionados por motores de seis e oito cilindros. O que nem todos sabem é que as três compartilharam um dos projetos mais racionais e eficientes da década de 1990: o Neon. Relacionadas ClássicosCentauro é fora-de-série raríssimo com V8 do Maverick e automático13 jan 2024 - 18h01 Carros elétricosChrysler apresenta elétrico Halcyon com apoio de produção da Stellantis16 fev 2024 - 15h02 ClássicosMercedes-Benz 190 E 2.3-16 nasceu para vencer nas pistas e ganhou as ruas21 jul 2023 - 18h07 A primeira aparição do Neon ocorreu no Salão de Detroit de 1991: era um carro-conceito com carroceria três volumes, quatro portas deslizantes, teto solar de tecido, vidro traseiro retrátil, porta-malas basculante e um motor dois tempos de três cilindros, 1,1 litro e 100 cv. Sua característica mais marcante eram os faróis redondos. A grande distância entre os eixos e a cabine avançada resultavam em espaço internoDivulgação/Quatro RodasO Neon era tão importante para o futuro da Chrysler que mereceu atenção especial do CEO Lee Iacocca, do presidente Bob Lutz e do vice-presidente de design Tom Gale. A versão final foi uma das estrelas do Salão de Frankfurt de 1993 e entrou em produção já no ano seguinte, mantendo os faróis redondos que definiram sua personalidade. Compartilhe essa matéria via: WhatsAPP Telegram Ele foi vendido no mercado norte-americano sob duas marcas diferentes: a popular Plymouth e a intermediária Dodge. A versão de exportação por sua vez recebia sempre a marca Chrysler. A concorrência era forte em qualquer mercado: Chevrolet Cavalier, Ford Escort, Saturn SL, Honda Civic, Toyota Corolla e Nissan Sentra. Continua após a publicidade Airbag era de série, mas os vidros tinham acionamento manual. Rodas aro 14 colaboravam com a suspensão independenteDivulgação/Quatro RodasBem resolvida, a plataforma PL tinha baixo custo de produção sem comprometer a qualidade construtiva. As suspensões eram independentes nas quatro rodas, com sistema McPherson no eixo dianteiro e multibraços no eixo traseiro. O conjunto era perfeito para o motor de quatro cilindros em linha, 2 litros, 16 válvulas (com comando simples) e 132 cv. O Neon era o modelo mais potente entre os compactos e um dos mais leves (cerca de 1.100 kg). As três primeiras marchas do câmbio manual eram escalonadas para acelerar de 0 a 96 km/h em 8,4 segundos. O bom coeficiente aerodinâmico e as relações longas de quarta e quinta marchas fizeram a velocidade máxima ser limitada eletronicamente a 190 km/h. Continua após a publicidade <span class="hidden">–</span>Divulgação/Quatro RodasA versão de exportação recebia o motor EBD de 1,8 litro e 115 cv. O carisma do modelo era realçado pela oferta de tonalidades pouco discretas de vermelho, azul e verde. Apesar do sucesso, os proprietários reclamavam dos freios traseiros a tambor e da pequena abertura das janelas traseiras nos modelos de quatro portas. Inicialmente restrita a membros do Sports Car Club of America, a versão ACR (American Club Racer) recebeu um motor de 2 litros com duplo comando e 150 cv. Acelerava de 0 a 96 km/h em 7,6 segundos e sua dinâmica melhorava com freios a disco nas quatro rodas e suspensão recalibrada. Superava os 200 km/h graças à eliminação do limitador de velocidade. Tecidos e plásticos de qualidade consolidaram a boa reputação do NeonDivulgação/Quatro RodasUma das novidades da Dodge para o modelo 1998, foi a exclusiva versão R/T, mantendo a base da versão ACR e adicionando faixas longitudinais na carroceria, em alusão ao Dodge Viper GTS. Para manter sua competitividade, uma nova geração do Neon estreou em 2000, agora oferecida apenas com a carroceria de quatro portas. Continua após a publicidade Os faróis redondos permaneceram, mas o interior foi completamente desenhado. O fim da divisão Plymouth, em 2001, permitiu ao Neon receber uma nova grade com a identidade visual da linha Dodge. Apresentada em 2003, a esportiva SRT-4 ganhou o motor EDV de 2,4 litros com turbo e 215 cv para acelerar de 0 a 96 km/h em 5,6 segundos: era capaz de acompanhar o esportivo Viper em percursos bem sinuosos. O porta-objetos dianteiro limitava o espaço para as pernas na traseiraDivulgação/Quatro RodasRebatizado como Dodge SRT-4 em 2004, o modelo vendeu muito além do esperado, mas não o suficiente para manter a popularidade do Neon. Em setembro de 2005, a última unidade deixou a fábrica de Belvidere, Illinois, encerrando uma carreira coroada por mais de 2 milhões de unidades comercializadas em dez anos de produção: o Neon foi decisivo para salvar a Chrysler na virada do milênio. Continua após a publicidade Nos EUA, foi sucedido pelo Dodge Caliber, uma estranha mistura de hatch, perua e crossover. Curiosamente, o Dodge Neon retornaria em 2017, destinado ao México e Oriente Médio: a nova encarnação do sedã nada mais era do que uma variação do Fiat Tipo produzido pela então Fiat Chrysler Automobiles na Turquia. Motor Chrysler A588 tem quatro cilindros, 2 litros de cilindrada e um único comando no cabeçote 16VDivulgação/Quatro RodasFicha técnica Plymouth Neon Sport Coupe 1995 Motor: transv., 4 cil. em linha, 1998 cm3, alimentado por injeção eletrônica Potência: 132 cv a 6.000 rpm Torque: 17,8 kgfm a 5.000 rpm Câmbio: manual de 5 marchas, tração dianteira Carroceria: fechada, 2 portas, 5 lugares Dimensões: comprimento, 436 cm; largura, 170 cm; altura, 139 cm; entre-eixos, 264 cm; peso, 1.106 kg Pneus: 185/65 R14 Publicidade View the full article
  14. Nesta semana, a Honda anunciou o investimento de cerca de R$ 332 bilhões até 2030 na eletrificação de sua frota. Além disso, a marca também confirmou que lançará sete carros elétricos através da sua linha Série 0 e revelou alguns detalhes adicionais sobre esses modelos. Relacionadas Carros usadosHonda Civic G10 tem espaço e desempenho e é mais barato que City novo16 Maio 2024 - 07h05 NotíciasNova Honda Freed é minivan híbrida irmã do Fit e do HR-V13 Maio 2024 - 10h05 NotíciasHonda anuncia recall por falha grave na bomba de combustível3 Maio 2024 - 07h05 Com o desenvolvimento da sua linha de veículos Série 0, a Honda adotou um abordagem chamada de “Fina, Leve e Sábia”. Essas três palavras definirão os modelos a bateria e os distinguirão dos outros carros já existentes da marca, segundo a própria. Nessa filosofia, a Honda adotará uma plataforma compacta recentemente desenvolvida e uma “bateria ultrafina de primeira classe”. Os veículos também adotarão desenhos baixos e elegantes, com poucas curvas, de acordo com a japonesa. Eles ainda terão uma cabine confortável com uma interface pensada para o usuário, sendo bem intuitiva. A primeira análise que podemos fazer nessa nova série da Honda está no conceito Honda Saloon, revelado no início do ano. O sedã será usado como base para o carro-chefe da linha, que será lançado em 2026 juntos a outros dois SUVs. Porém, um executivo da montadora japonesa afirmou que o conceito Saloon é 95% representativo do futuro modelo de produção. Apenas as portas em formato de asa de gaivota e o interior devem mudar. A nova versão do logotipo da Honda, usado no conceito, estará presente em todos os modelos da linha 0. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaOs novos elétricos da montadora japonesa serão montados em estruturas leves e com motores que, segundo a Honda, serão leves e finos usando tecnologias de Fórmula 1. Com esses avanços, a montadora afirma que os futuros modelos pesarão cerca de 100 kg a menos que as variantes elétricas atuais. Esse compromisso com o peso também contribui com a eficiência que a Honda promete, já que a montadora afirma que todos os modelos Série 0 terão mais de 480 km de autonomia. Chegando a terceira e última palavra da abordagem da linha Série 0, a Honda, de forma “Sábia”, pretende oferecer um sistema operacional avançado para todos os seus futuros modelos. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaEles funcionarão com semicondutores avançados de sistemas em chip, contarão com inteligência artificial e adotarão uma plataforma que terá vários sistemas de controle unificados em uma única unidade. E, é claro, os modelos contarão com avançados sistemas de direção autônoma e de assistência ao motorista. Compartilhe essa matéria via: WhatsAPP Telegram Os primeiros modelos da Série 0 da Honda serão lançados em 2026, sendo um SUV compacto de entrada, um SUV médio e um sedã baseado no conceito Saloon. Em 2027, um SUV médio de três fileiras de bancos será lançado, possivelmente para rivalizar com o novo Kia EV9. Em 2028 será a vez de mais um SUV compacto e, em 2029, de outro SUV pequeno. Enfim, um sedã compacto chegará em 2030. <span class="hidden">–</span>Divulgação/HondaO CEO da Honda, Toshihiro Mibe, revelou durante a apresentação do conceito Saloon que a marca também está planejando um novo esportivo totalmente elétrico. Porém, ele deve chegar apenas depois de 2030 e não tem mais detalhes revelados. Publicidade View the full article
  15. A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) aprovou um projeto de lei que prevê descontos no valor cobrado para renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), com diferentes percentuais para faixas de idades. O PL teve relatório favorável da senadora Teresa Leitão (PT-PE) e segue para análise da Câmara dos Deputados. Relacionadas NotíciasNovo DPVAT é sancionado e será cobrado a partir de 2025, mas houve vetos17 Maio 2024 - 12h05 NotíciasLei quer isentar donos de carros usados de dívidas feitas antes da revenda29 abr 2024 - 17h04 NotíciasProjeto de lei quer mudar (de novo) padrão de placas e exibir a cidade19 abr 2024 - 14h04 O projeto de lei 5.123/2023, de autoria do senador Fernando Dueire (MDP-PE), estabelece que pessoas entre 50 e 70 anos tenham 50% desconto sobre o valor integral da taxa administrativa cobrada pelo órgão de trânsito, em renovações da CNH. Para condutores com mais de 70 anos, o desconto sobe para 70%. Entre os argumentos do autor então o ônus financeiro desproporcional aos condutores acima dos 50 anos, que passam a ter menores prazos de validade do documento. Até os 50 anos, a CNH vale por dez anos, validade que passa a ser de cinco anos entre pessoas com mais de 50, até os 70 anos. Acima dos 70, a carteira deve ser renovada a cada três anos. Compartilhe essa matéria via: WhatsAPP Telegram Assim, segundo o projeto de lei, os condutores acima dos 50 anos passam a ser lesados financeiramente por pagarem integralmente pelo documento em prazos menores. Cerca de 27 milhões de condutores seriam beneficiados pela medida. Continua após a publicidade “Esse projeto, na verdade, traz justiça”, disse Dueire. “Hoje os habilitados pagam pela renovação da carteira o mesmo valor para concessão de tempos diferentes e isso não é justo, isso fere o artigo 230 da Constituição, que trata de assegurar às pessoas mais idosas a justiça social”, completou o senador à Agência Senado. A senadora Teresa Leitão, relatora do projeto, avaliou a proposta como justa, segundo a agência. Teresa também aponta para a manutenção da capacidade aquisitiva da faixa etária beneficiada, bem como sua colocação no mercado de trabalho. Continua após a publicidade Publicidade View the full article

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...