Jump to content

- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)

- ATUALIZAÇÃO DO FÓRUM: atualização de icones, imagens de perfil, entre outras atualizações ainda em andamento e com previsão de terminar dia 12/6/2019

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Today
  2. É uma base boa, aproveita que vc vai usar um duto flexível pra testar as sintonias nas músicas que vc escuta
  3. Esse é um projetinho de uma cx diy para ambientes pequenos e drives de bom CxB que bolei. O crossover é passivo. Só não repara que a frente ficou desalinhada no protótipo. Experimentei uma cola de contato catalisada ultra-rápida; encostou, colou. E não descola mais, só destruindo pra arrancar kkk Abraço e ótima noite!
  4. Emanuel tudo bem? Pelo que li, o Bluetooth apresenta uma largura de banda estreita, ou seja, ele tende a limitar e diminuir a qualidade de áudio transmitida. Neste caso, para uma musica ser transmitida, o codec faz uma compressão, de forma que ela caiba nessa "banda estreita" e depois o codec que está no receptor faz a descompressão. O que diferencia esses codecs, é a eficiência com que cada um consegue fazer a compressão do arquivo para caber na banda de transmissão sem perder informações. Por exemplo o codec SBC, que é o padrão mais básico, consegue comprimir o arquivo para ser transmitido ate no máximo 320kbps, já o LDAC o mais avançado, consegue comprimir o arquivo para que consiga ser transmitido ate 990 kbps. Lembrando que não adianta ter um celular que tem suporte ao LDAC se o receptor só tiver suporte ao SBC, pois em um pareamento, vai prevalecer o SBC. Adicionando um link legal sobre o assunto: https://www.guidingtech.com/sbc-vs-ldac-vs-aptx-bluetooth-codec-comparison/
  5. Muito bacana, excelente! Está utilizando cross ativo? Qual?? Abraço!
  6. A resposta somada é o que se escuta. Para fazer o gráfico anterior, desliguei o tweeter e captei a resposta do mid com ruído rosa, desliguei o midbass e captei a resposta do tw. E no final, captei a resposta com midbass e tweeter juntos, ou seja como se usa. Sem mexer em volume nem na posição do microfone entre uma medida e outra. A resposta final do acerto:
  7. Perfeito! É assim mesmo, muito importante a sua observação do gráfico "estilizado". A intenção lá é mostrar justamente a atenuação em conjunto com a sobreposição de vias. Alemão é phoda!!
  8. Viiiiiiixe Vontade de fazer um teste, mas como não tenho coragem vou fica na minha mesmo.
  9. Olha como duas vias em fase interagem... Mesmo que vc abaixe o ganho do tweeter, não existe um degrau, mas uma região de sobreposição. É exatamente o que demonstra o gráfico da sua postagem anterior. Se vc diminuir o ganho do tw, desce toda a linha marrom, a linha roxa, que é a resposta somada, vai continuar se mantendo assintótica a resposta do midbass e tweeter.
  10. Bravox CS60P, CS60BK NAR CS1 >>> Beeeem insuficientes para um SQ de entrada. CS60D, CS60K >>> Um pouco melhores, custo-benefício razoável contudo o TW é um tanto estridente Pioneer TS-C170BR; Selenium 62V2A; Bomber Upgrade Two Way >>> Beeeem insuficientes para um SQ de entrada. NAR CS2 e CS3 >>> Bons, porém com custo-benefício muito desfavorável. CS3 peca em frequências menores, não tem "punch". Ophera e Stereo Designs >>> Desaconselho, principalmente o Stereo Designs. Esqueceu de mencionar o Audiophonic KC 6.3, considero uma boa opção para começar a brincar.
  11. Ahnnnnnn Não tinha pensado sob esse prisma. Valeu! Me tira outra dúvida, se for utilizado um player que faça 3 way e sendo reduzido o ganho de um canal de TW, então não teremos uma rampa descendente e sim outra reta horizontal mas em um patamar menor. Ficou claro?
  12. Vamos distribuir conhecimento? Como é esse lance da qualidade eme relação aos codecs? Para mim isso é novidade, pensei que a influência fosse somente da taxa de transferência.
  13. Fiz uma postagem aqui a pouquíssimo tempo q foi deletada Procede produção? Mesmos hábitos nocivos antigos de deletar aquilo que não vai com a cara? Só pedi pra mover o tópico pra seção de SQ, isso é crime? Eu pedi por denúncia, não surtiu efeito, como o MOTI está circulando aqui, pedi no próprio tópico
  14. Era um garoto que como eu Amava os Beatles e os Rolling Stones Girava o mundo, mas acabou Fazendo a guerra no Vietnã Cabelos longos não usa mais Não toca a sua guitarra e sim Um instrumento que sempre dá A mesma nota
  15. Gravei um video meia boca aqui a noite, mas nao to conseguindo postar aqui no topico, so é possivel se postar no youtub e mandar o link aqui ?? se sim vo esperar pra gravar um video bom... mas para atualizar esta tremendo tudo em volta mas nao estou satisfeito, a impreenssao que o grave passa é que so toca pra tremer o parabrisa quando embola ou distorce, e mesmo com a HD no dobro da impedancia e 120a de bateria e mais 40 de fonte (peguei emprestada para testar) se clipar por 20 segundos sobe um cheiro de resina chato. Usei como quebra galho o som numa festa para 70 pessoas, tocou modao por 5 horas e fedendo desde os primeiros segundos kkkkk taquei o fodasse e deixei tocar clipando nos graves mais forte com a fonte ligada, no final os subs estavam com o tapa cones quente mas nao deu nada, quebro um galhao.... o ideal seria encontrar o parametros dos Sub para ter certeza se a caixa esta correta ou nao, mas eu vasculhei o site da DD e o Auto Forum e nao encontrei nada, em breve sai o video.
  16. Par de tweeters MOREL ELATE MT23 com caixa e acessórios Valor: R$780,00 Aceito MP WHATSAPP 1195713-4744 (Claudinei)
  17. Acompanhando, pois estou querendo instalar um processador no carro também, mas para utilizar o processador como HU. Digo envio o sinal digital pelo celular e o processador que será o responsável por toda a qualidade de sinal. Estou cogitando entre o Pioneer DEQ s1000a (que transmite via cabo) e o Zapco DSP Z8 IV II ( que transmite por bluetooth, e já vem com DRC), estou tendendo para o segundo, mas minha preocupação é quanto à qualidade do bluetooth que, não consegui encontrar em lugar nenhum, se o mesmo trabalha com codecs melhores (aptx, aptxhd ou Ldac). Sobre o Helix que vc mencionou, acho que tem que comprar a parte uma placa para o bluetooth.
  18. Yesterday
  19. Caixas invertidas são como caixas normais, só que ao contrario Sabe fazer uma caixa normal? Parabéns, agora vc sabe fazer uma invertida tb
  20. Na Europa, C4 Cactus não terá nova geraçãoQuatro RodasO Citroën C4 Cactus deverá morrer em breve – ao menos na Europa. Quem bateu o martelo foi Xavier Peugeot, chefe de produto de produtos da PSA, em entrevista ao Top Gear. Revelado em 2014, o modelo recebeu a primeira atualização no início do ano passado, quando ganhou o visual que deu origem ao nosso. Com isso, ele deve dizer adeus ao mercado europeu em 2022. Segundo chefe de produto, nem o nome poderá permanecerQuatro Rodas“Ele é nosso representante entre os hatches do segmento C e será substituído. Esse será o fim do C4 Cactus. Ainda não sei quanto ao nome, mas do veículo”, garante o executivo. Na entrevista, Peugeot (sim, um irônico sobrenome) afirma que o futuro modelo será capaz de se sobressair diante do atual “tanto na capacidade de ousar, como na inovação”. Feito no Brasil desde 2018, o modelo é diferente da versão europeiaQuatro RodasNão há nenhuma indicação de como será a novidade, só que o chefe de produtos afirmou aos ingleses que o produto dividirá opiniões, uma característica marcante da empresa. “Carros da Citroën nunca formaram um consenso e é necessário criar esse tipo de polarização. Fazer coisas diferentes para pensarem ‘o que eles criaram agora?’”, diz Peugeot. Uma das principais diferenças é o vidro traseiro que abreQuatro RodasPor aqui, o C4 Cactus recebeu mudanças substanciais em relação ao europeu – do painel mais simples aos vidros traseiros que descem – e foi lançado na segunda metade de 2018. É bem provável que, antes de dar lugar a um sucessor, o nosso C4 Cactus ganhe uma reestilização exclusiva para o mercado sul-americano, tendo sobrevida garantida até pelo menos 2024. Veja também NotíciasLonga Duração: Citroën C4 Cactus, seja bem-vindo à nossa frota!14 maio 2019 - 07h05 NotíciasUma história familiar: morre Picasso, o primeiro Citroën feito no Brasil7 maio 2019 - 18h05 NotíciasCitroën muda versão do C4 Cactus para clientes PcD… De novo3 jan 2019 - 16h01 Procurada para esclarecer o futuro do modelo nacional, que é produzido em Porto Real (RJ), a assessoria da divisão brasileira do grupo PSA não foi encontrada pela reportagem até a publicação desta reportagem. View the full article
  21. Não tenho ideia de quantos litros o sub ocupa mas pretendo fazer com 60L bruto e descontando sub, duto e a trava interna deve ficar +ou- com os 55 livros livres. Fiz um desenho em tamanho real e o "respiro" do imã deve ficar uns 5cm do fundo da caixa e acredito que não tenha algum problema.
  22. Os três motores são virados para trás, ao contrário do que é mais comum no mercadoDivulgaçãoA propulsão elétrica começa a se popularizar entre os automóveis, mas ainda é raridade nas aeronaves. Pudera: pior que ficar sem bateria em uma estrada, é ficar sem carga a 10 mil pés de altitude. Outro problema é o peso elevado do conjunto de baterias, algo crítico em aviões onde cada grama importa. Por isso a Alice, primeira aeronave comercial elétrica do mundo, tem porte pequeno e autonomia limitada. A Alice está sendo desenvolvido pela israelense EviationDivulgaçãoO avião desenvolvido pela empresa israelense Eviation tem alcance de 1.040 km. O aparelho tem três motores elétricos que giram hélices que ficam de costas, conceito chamado de “pusher”, pois nele os propulsores empurram a aeronave, em vez de puxá-la. Os estabilizadores horizontais são inclinadosDivulgaçãoA altitude de cruzeiro da Alice é de 10 mil pés, mas ela é capaz de chegar a uma altura três vezes maior. Sua velocidade operacional é de 480 km/h, podendo chegar a 630 km/h de velocidade máxima. De acordo com a Eviation, os três motores de 353 cv cada têm ligações elétricas e baterias independentes, possibilitando desligar um ou mais propulsores em caso de emergência sem afetar o restante. A aeronave pode levar até nove passageiros e dois tripulantesDivulgaçãoSeu peso máximo de decolagem (MTOW) é de 6,35 toneladas, um valor baixo para uma aeronave comercial. Como referência o Embraer 170, menor avião da linha E-Jet, tem MTOW de quase 36 toneladas. A Alice pode levar até 9 passageiros (mais dois tripulantes) e tem visual incomum, com dois estabilizadores horizontais inclinados que também faz as vezes de leme. A primeira aparição pública de Alice ocorreu na última semana, em ParisDivulgaçãoA Eviation defende que a maior vantagem da aeronave é o gasto com combustível, que é o maior peso no custo de voo de um aeronave comercial. Os três motores da Alice têm a mesma potênciaDivulgaçãoRoei Ganzarski, diretor da magniX, empresa fornecedora dos motores, afirmou à imprensa na feira de aviação Paris Air Show que a Alice teria um custo de 30 a 45 reais por voo, enquanto um Cessna Caravan, de porte similar, gastaria R$ 1.500 em querosene de aviação — uma diferença de 97%. O foco da aeronave é voos regionais e táxi aéreoDivulgaçãoE, ao menos por enquanto, a aeronave está com futuro garantido. A companhia aérea Cape Air, que opera voos regionais nos Estados Unidos, teria feito uma encomenda de “dois dígitos” de unidades da Alice. A Alice ainda está passando pelos processos de certificação de vooDivulgaçãoAlém da Eviation, outras empresas já desenvolvem soluções elétricas e híbridas para os aviões. Entre elas estão as gigantes Rolls-Royce, Airbus e até a Boeing Brasil – Commercial (antiga Embraer). Veja também NotíciasA trágica história do Ford Flivver, avião “popular” menor que um Corolla3 jun 2019 - 08h06 NotíciasAirbus A380: cinco ligações do maior avião do mundo com os automóveis18 fev 2019 - 11h02 NotíciasRolls Royce promete lançar o avião elétrico mais rápido do mundo em 20208 jan 2019 - 16h01 O uso da eletricidade terá potencial ampliado nos próximos anos, pois alguns países estudam cobrar das companhias aéreas compensações ambientais pela emissões de poluentes de seus aviões. A energia elétrica, no entanto, tem viabilidade limitada a voos de curta ou média distância, e não é aplicável para rotas transcontinentais. View the full article
  23. NAR 600 CS-2 acho que é um dos melhores nacionais, mas acho que pelo valor que pedem, deve dar pra comprar um hertz ou helix intermediários, que não são ruins.
  24. Olá a todos, Hoje temos diversos modelos de kit 2 vias que são fabricados aqui no Brasil e estou abrindo o tópico para postarem seus relatos com os kits para compartilharem a experiência e ajudar os usuários que estão na procura de algo com preço acessível e confiável. Os modelos que mais vejo no mercado livre são os Bravox CS60P, CS60BK, CS60D, CS60K; Pioneer TS-C170BR; Selenium 62V2A; Bomber Upgrade Two Way; NAR CS1, CS2 e CS3. Há também modelos que saíram recentemente, como os da marca Ophera e Stereo Designs, claro, não conheço todos que são fabricados nacionalmente, citei alguns que já estão a um tempo no mercado, mas caso citarem algum outro modelo eu adicionarei nesse trecho do meu post. E também deixarei aqui a minha experiencia com o modelo Bravox CS50BK (o modelo de 5"): -- Utilizei esse kit durante um ano mais ou menos, como nunca havia usado um kit 2 vias, eu gostei, pois conseguia entender melhor a musica em comparação com o triaxial que tinha anteriormente. O tweeter usei por um tempo em 0db (pela chave seletora do crossover) e era muito gritão, inclusive chegou a queimar um lado por conta disso, e sobressaia muito em relação aos mids, ao mudar para -3db melhorou muito, é um tweeter honesto. O mid era bom, conseguia transmitir os instrumentos de maneira agradável, mas não tinha muita definição, quando a musica tinha muitos instrumentos, ainda mais em um heavy metal, ficava um pouco confuso em volumes mais altos, mas no geral era bom. Usava um SD400.4 para empurrar o kit e mesmo assim parecia que o kit pedia um pouco mais de potência, o conjunto dele é um tanto pesado. Tinha certa qualidade, nada absurdo, mas pelo valor que custa hoje, em torno de R$160,00, é um kit bom. O tópico está a disposição de quem quiser contribuir, abraços.
  1. Load more activity

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...