Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

Sign in to follow this  
Cleider

caixa band pass quarta ordem

Recommended Posts

Prezados!
Eu não encontrei a informação nos sites para fazer uma caixa band pass para os falantes SB 300 da Shutt de 12" e outra para o Bomber upgrade de 10".
Alguem tem esta informação ou sabe dizer a litragem correta das duas câmeras e a dimensão do duto por favor?
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/03/2020 at 12:03, Cleider disse:

Prezados!
Eu não encontrei a informação nos sites para fazer uma caixa band pass para os falantes SB 300 da Shutt de 12" e outra para o Bomber upgrade de 10".
Alguem tem esta informação ou sabe dizer a litragem correta das duas câmeras e a dimensão do duto por favor?
 

Caixa band-pass é uma caixa bem complexa e complicada de se projetar. Não é para qualquer um não! Se ela não for bem projetada não vai render nada e possivelmente pode até danificar o alto-falante. Agora quando ela é bem projetada toca muito melhor e mais forte que uma dutada. É outro nível a sonoridade de uma caixa band-pass 4ª ordem, são graves e subgraves fenomenais! Manda um email para a Shutt e para a Bomber querendo um projeto de caixa band-pass 4ª ordem para esses respectivos subwoofers.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Dudu Lima disse:

Caixa band-pass é uma caixa bem complexa e complicada de se projetar. Não é para qualquer um não! Se ela não for bem projetada não vai render nada e possivelmente pode até danificar o alto-falante. Agora quando ela é bem projetada toca muito melhor e mais forte que uma dutada. É outro nível a sonoridade de uma caixa band-pass 4ª ordem, são graves e subgraves fenomenais! Manda um email para a Shutt e para a Bomber querendo um projeto de caixa band-pass 4ª ordem para esses respectivos subwoofers.

Para a Suhtt? Acha mesmo que adianta?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só lembrando que o duto da caixa tem que ser na frente do cone para receber a pressão da parte selada do sub e transmiti-la pelo cone para o duto sem forçar a bobina.

Em 2003 eu fiz uma BP4, na câmera selada com 34 L e na dutada 36 L com dois dutos de 3" para um bomber one 12'' com 150 wrms bobina simples de 4 ohms dos anos 2002 com um punch 40 em bridge em um vectra 98.

Testei ambos lados do sub nos dutos e pelo que andei testando, o cone virado para o duto é a melhor pedida pois não esquenta a bobina com o imã virado para o duto, sentia cheiro de queimado e o imã esquentava muito...esperei esfriar e inverti o sub.

Depois dos testes e ter virado o sub,  o que era aquilo, tremia tudo e disparava alarmes bem fácil...que grave bonito e extendido.

Sem contar que a intensidade sonora dobrou com a mesma potência aplicada, teóricos 80 wrms do punch-40 em bridge.

Eu gostei, mas é trabalhosa de fazer, mas dá grave e se quiser personalizar ainda pode fazer a frente de acrílico de 10mm e um led interno.

Ainda penso em fazer outra para um sub bravox premium ll de 8 pol que tenho guardado ali, com frente de acrílico.

Edited by betodacaravan
adicionar item.
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/03/2020 at 12:03, Cleider disse:

Prezados!
Eu não encontrei a informação nos sites para fazer uma caixa band pass para os falantes SB 300 da Shutt de 12" e outra para o Bomber upgrade de 10".
Alguem tem esta informação ou sabe dizer a litragem correta das duas câmeras e a dimensão do duto por favor?
 

Faz uma bp4 com o sub bomber...procure na net as spec´s do sub no site, e veja se encontra algum projeto de bp4.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 20/03/2020 at 10:38, Dudu Lima disse:

Caixa band-pass é uma caixa bem complexa e complicada de se projetar. Não é para qualquer um não! Se ela não for bem projetada não vai render nada e possivelmente pode até danificar o alto-falante. Agora quando ela é bem projetada toca muito melhor e mais forte que uma dutada. É outro nível a sonoridade de uma caixa band-pass 4ª ordem, são graves e subgraves fenomenais! Manda um email para a Shutt e para a Bomber querendo um projeto de caixa band-pass 4ª ordem para esses respectivos subwoofers.

Obg Dudu!
A Bomber respondeu e me passou as medidas que vou postar abaixo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 20/03/2020 at 16:12, emanuelnobrega disse:

Para a Suhtt? Acha mesmo que adianta?

Eu desisti da Shutt porque vai ficar bem grande.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, betodacaravan disse:

Só lembrando que o duto da caixa tem que ser na frente do cone para receber a pressão da parte selada do sub e transmiti-la pelo cone para o duto sem forçar a bobina.

Em 2003 eu fiz uma BP4, na câmera selada com 34 L e na dutada 36 L com dois dutos de 3" para um bomber one 12'' com 150 wrms bobina simples de 4 ohms dos anos 2002 com um punch 40 em bridge em um vectra 98.

Testei ambos lados do sub nos dutos e pelo que andei testando, o cone virado para o duto é a melhor pedida pois não esquenta a bobina com o imã virado para o duto, sentia cheiro de queimado e o imã esquentava muito...esperei esfriar e inverti o sub.

Depois dos testes e ter virado o sub,  o que era aquilo, tremia tudo e disparava alarmes bem fácil...que grave bonito e extendido.

Sem contar que a intensidade sonora dobrou com a mesma potência aplicada, teóricos 80 wrms do punch-40 em bridge.

Eu gostei, mas é trabalhosa de fazer, mas dá grave e se quiser personalizar ainda pode fazer a frente de acrílico de 10mm e um led interno.

Ainda penso em fazer outra para um sub bravox premium ll de 8 pol que tenho guardado ali, com frente de acrílico.

Com acrilico! Isto mesmo quero fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Prezados!

A Bomber informou que o volume na trazeira seria de 13 lt e na frente de 14 lt com duto de 4" x 34 cm.
Usando o winISD ele me deu esta curva no 1º quadro.
No 2º quadro sem colocar a litragem e deixando o soft calcular, resultou com a litragem na trazeira de 56 e na frente de 34.
Qual a diferença das duas observando as curvas?
 

WhatsApp Image 2020-03-27 at 11.56.23 (1).jpeg

WhatsApp Image 2020-03-27 at 11.56.23.jpeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na primeira caixa vai ter um som mononota, com ganho em apenas uma frequencia, e soará forte, mas ruim. Na segunda figura temos uma resposta muito extendida, tocando entre 30 e 70hz aproximadamente, soando muito mais agradavel. Se tiver espaço, faça a segunda caixa.

Ps: mas que projetinho ruim da bomber heim. Ha uns 20 anos atras tive uma band pass com um par de endurance roxinho de 10. Era enorme, mas como tocava, meu deus! Mesmo com um modulo booster aquarius we 900 de 90w rms a 2ohms com 10% de distorção, tocava horrores. Quando liguei em um amplificador mosfet (Pyramid 1200w) desmontava o uno!

Edited by Battousai

Share this post


Link to post
Share on other sites

Band pass é bom pois mesmo aplicando pouca potência, o resultado é muito bom, o inconveniente é o tamanho da caixa.

Penso em fazer uma BP para 2 subs de 6 pol, ou 1 bravox premium ll 8 pol que tenho ali guardado.

Em carro sedan, Band pass é a melhor escolha pois pode usar somente 1 sub de baixa potencia e aplicar pouca coisa, 100, 200 wrms que dá um belo resultado como citei acima, usava um bomber one de 150 rms e um amp fosgate punch 40 de 2x40 rms em bridge dava algo como 150 rms e era cabuloso o grave, e não enforcando o sub para trabalhar como algumas dutadas com sub muito potente aplicando muita potencia para pouco resultado.

Vai fundo aí cara, bote a mão na massa e nos conte suas percepções.

Edited by betodacaravan
adicionar item.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 29/03/2020 at 13:14, Battousai disse:

Na primeira caixa vai ter um som mononota, com ganho em apenas uma frequencia, e soará forte, mas ruim. Na segunda figura temos uma resposta muito extendida, tocando entre 30 e 70hz aproximadamente, soando muito mais agradavel. Se tiver espaço, faça a segunda caixa.

Ps: mas que projetinho ruim da bomber heim. Ha uns 20 anos atras tive uma band pass com um par de endurance roxinho de 10. Era enorme, mas como tocava, meu deus! Mesmo com um modulo booster aquarius we 900 de 90w rms a 2ohms com 10% de distorção, tocava horrores. Quando liguei em um amplificador mosfet (Pyramid 1200w) desmontava o uno!

vlw!

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, betodacaravan disse:

Band pass é bom pois mesmo aplicando pouca potência, o resultado é muito bom, o inconveniente é o tamanho da caixa.

Penso em fazer uma BP para 2 subs de 6 pol, ou 1 bravox premium ll 8 pol que tenho ali guardado.

Em carro sedan, Band pass é a melhor escolha pois pode usar somente 1 sub de baixa potencia e aplicar pouca coisa, 100, 200 wrms que dá um belo resultado como citei acima, usava um bomber one de 150 rms e um amp fosgate punch 40 de 2x40 rms em bridge dava algo como 150 rms e era cabuloso o grave, e não enforcando o sub para trabalhar como algumas dutadas com sub muito potente aplicando muita potencia para pouco resultado.

Vai fundo aí cara, bote a mão na massa e nos conte suas percepções.

vlw!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde:

O ganho sobre a curva (mais ou menos ganho) fica diretamente proporcional ao volume da câmara dutada da BP4.

A resposta fica “picuda” com muito ganho, ou, a medida que abaixa o ganho, fica flat – que é a formato deixado na curva do exemplo do gráfico – e caso seguir diminuindo o ganho, vai achatando no centro.

A banda passante desce em frequência à medida que se aumenta o volume da câmara selada.

Para buscar o formato simétrico da curva da BP4, devemos ajustar a frequência da sintonia do duto para ficar igual à frequência de ressonância do sub (frc) na câmara selada.

A única coisa que vc consegue ajustar, depois de pronta, é o comprimento do duto. Ela é bastante sensível a pequenas alterações na sintonia.

Assim, sempre que fiz, depois dos cálculos teóricos que deram origem à caixa, tive de fazer ajuste no duto pra buscar a curva simétrica.

Eu já fiz algumas, e sendo realista, sem querer desestimular ninguém:  se não tiver ferramentas de medição acústica para ver a resposta e ajustar o que for necessário, está às cegas.

 

Na minha modesta opinião, se justificam quando não se pretende usar processamento ativo ou nenhum tipo de filtro eletrônico, uma condição “totalmente analógica”.

E nesse caso ainda, cabe um filtro passivo numa faixa não tão crítica para “acalmar” a ressonância do duto (vide gráfico anexado: condição com e sem crossover para suavizar ressonância do duto).

 

Segue exemplo de uma que fiz, para aplicação em casa. No caso optei não descer muito para casar sensibilidade com um par de books em estéreo no mesmo amplificador.

 

20200402042337SUB BP4 rdm.jpg

 

Em termos de ganho e rendimento: se tiver filtro subsônico HPF e corte ativo LPF 2ª ordem, com uma caixa dutada menor que a BP4, consegue praticamente a mesma resposta, sensibilidade e capacidade de potência. Ou seja, ainda vai gastar menos material e usar um volume total uns 30% menor.

Falando objetivamente a BP4 é isso. Pelo lado de glamour, magia ou mística o céu é o limite.

[ ]´s

Edited by dn_mosfet
Revisão textual para maior clareza
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, dn_mosfet disse:

Boa tarde:

O ganho sobre a curva (mais ou menos ganho) vai depender do volume da câmara dutada da BP4.

A resposta fica “picuda” com muito ganho, ou, a medida que baixa o ganho fica flat – que é a forma normalmente adotada – e depois vai achatando no centro.

A banda passante desce à medida que se aumenta o volume da câmara selada.

Para ajustar o formato simétrico da curva da BP4, devemos ajustar a sintonia do duto para ficar igual à frequência de ressonância do sub (frc) na câmara selada.

Eu já fiz algumas, e sendo realista, sem querer desestimular ninguém:  se não tiver ferramentas de medição ver e ajustar o que for necessário, está às cegas.

 

Na minha modesta opinião, se justificam quando não se pretende usar processador ou nenhum tipo de filtro eletrônico, uma condição “totalmente analógica”.

E nesse caso ainda, cabe um filtro passivo numa faixa não tão crítica para “acalmar” a ressonância do duto.

 

Segue exemplo de uma que fiz, para aplicação em casa. No caso optei não descer muito para casar sensibilidade com um par de books em estéreo no mesmo amplificador.

 

20200402042337SUB BP4 rdm.jpg

 

Em termos de ganho e rendimento, se tiver filtro subsônico HPF e corte ativo LPF 2ª ordem, com uma caixa dutada menor que a BP4, consegue praticamente a mesma resposta, sensibilidade e capacidade de potência. Ou seja, ainda vai gastar menos material e usar um volume total uns 30% menor.

Falando objetivamente a BP4 é isso. Pelo lado de glamour, magia ou mística o céu é o limite.

[ ]´s

Excelente!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 horas atrás, dn_mosfet disse:

Boa tarde:

O ganho sobre a curva (mais ou menos ganho) fica diretamente proporcional ao volume da câmara dutada da BP4.

A resposta fica “picuda” com muito ganho, ou, a medida que abaixa o ganho, fica flat – que é a formato deixado na curva do exemplo do gráfico – e caso seguir diminuindo o ganho, vai achatando no centro.

A banda passante desce em frequência à medida que se aumenta o volume da câmara selada.

Para buscar o formato simétrico da curva da BP4, devemos ajustar a frequência da sintonia do duto para ficar igual à frequência de ressonância do sub (frc) na câmara selada.

A única coisa que vc consegue ajustar, depois de pronta, é o comprimento do duto. Ela é bastante sensível a pequenas alterações na sintonia.

Assim, sempre que fiz, depois dos cálculos teóricos que deram origem à caixa, tive de fazer ajuste no duto pra buscar a curva simétrica.

Eu já fiz algumas, e sendo realista, sem querer desestimular ninguém:  se não tiver ferramentas de medição acústica para ver a resposta e ajustar o que for necessário, está às cegas.

 

Na minha modesta opinião, se justificam quando não se pretende usar processamento ativo ou nenhum tipo de filtro eletrônico, uma condição “totalmente analógica”.

E nesse caso ainda, cabe um filtro passivo numa faixa não tão crítica para “acalmar” a ressonância do duto (vide gráfico anexado: condição com e sem crossover para suavizar ressonância do duto).

 

Segue exemplo de uma que fiz, para aplicação em casa. No caso optei não descer muito para casar sensibilidade com um par de books em estéreo no mesmo amplificador.

 

20200402042337SUB BP4 rdm.jpg

 

Em termos de ganho e rendimento: se tiver filtro subsônico HPF e corte ativo LPF 2ª ordem, com uma caixa dutada menor que a BP4, consegue praticamente a mesma resposta, sensibilidade e capacidade de potência. Ou seja, ainda vai gastar menos material e usar um volume total uns 30% menor.

Falando objetivamente a BP4 é isso. Pelo lado de glamour, magia ou mística o céu é o limite.

[ ]´s

Importante citação sua.
Quando vc diz ferramentas de medição acustica seriam os softwares correto? E qual foi este soft que usou para fazer a frequencia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Exatamente, no caso a ferramenta completa para medir inclui microfone calibrado e placa de som (interface).  

No caso utilizo o software REW (Room Eq Wizard) que é freeware, um microfone de medição DBX, ajustado pela curva de calibração e  uma interface Steinberg UR12.

[ ]´s

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tenho uma bandpass com dois upgrades de 10" a uns 15 anos mais ou menos, usava em um Santana na época, não me desfaço por nada. O projeto foi feito pela Bomber, mas era pouco diferente do seu. Os dois subs compartilham a parte selada, se eu não me engano são 30 litros na parte selada com revestimento das laterais com plumante e 10 na dutada para cada um com duto de 3 polegadas, não lembro o comprimento, e tem um excelente sub grave, tem que ter bons mids para acompanhar se quiser ter bom equilíbrio, mas desce bem é rápido e vale a pena, só tem que tomar cuidado com distorção e excesso de potência. Já tive um par em dutada também, e a qualidade da bandpass é muito superior.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah, e já montei uma bandpass com um Bravox roxinho de 15" em um Tempra stile e vou dizer... Pqp até hoje não ouvi nada igual, sub grave monstruoso porém a caixa era enorme.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Saindo um pouco da área técnica, que foi melhor respondida pelos amigos do fórum que pelo fabricante.
Me chamou a atenção justamente a caixa indicada pela Bomber. Eles indicaram a caixa com o maior pico possível, como se o único interesse de alguém colocar um subwoofer no carro seja disparar alarmes.
Acho que já passou da hora de sairmos dessa onda e voltarmos a montar carros que toquem música. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 03/04/2020 at 21:58, ANDRE JUNQUEIRA disse:

Saindo um pouco da área técnica, que foi melhor respondida pelos amigos do fórum que pelo fabricante.
Me chamou a atenção justamente a caixa indicada pela Bomber. Eles indicaram a caixa com o maior pico possível, como se o único interesse de alguém colocar um subwoofer no carro seja disparar alarmes.
Acho que já passou da hora de sairmos dessa onda e voltarmos a montar carros que toquem música. 

Exato.

Band pass com pouca potência aplicada gera bons resultados....disparar alarmes é moda mesmo e a bomber parece que entrou nessa tbm.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece que o mundo do Som Automotivo se resume a trio e SPL. 
São tão poucas pessoas que procuram um bom som interno que os fabricantes já ignoram isso.
Precisamos mudar isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 03/04/2020 at 21:58, ANDRE JUNQUEIRA disse:

Saindo um pouco da área técnica, que foi melhor respondida pelos amigos do fórum que pelo fabricante.
Me chamou a atenção justamente a caixa indicada pela Bomber. Eles indicaram a caixa com o maior pico possível, como se o único interesse de alguém colocar um subwoofer no carro seja disparar alarmes.
Acho que já passou da hora de sairmos dessa onda e voltarmos a montar carros que toquem música. 

Apoiado!

Gosto de som automotivo mas nunca fiz uma bandpass e surgiu esta oportunidade. E não gosto desta besteira de disparar alarmes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 02/04/2020 at 16:26, dn_mosfet disse:

Em termos de ganho e rendimento: se tiver filtro subsônico HPF e corte ativo LPF 2ª ordem, com uma caixa dutada menor que a BP4, consegue praticamente a mesma resposta, sensibilidade e capacidade de potência. Ou seja, ainda vai gastar menos material e usar um volume total uns 30% menor.

Falando objetivamente a BP4 é isso. Pelo lado de glamour, magia ou mística o céu é o limite.

[ ]´s

Bom dia, estou terminando um projeto mini trio de qualidade com alto falantes pró da marca B&C uso processador e tenho espaço para uama caixa de grave de 18" no tamanho (67 X 52 X 52cm) e possuo 1000w de amplificação modulo gringo JL, porem estou em duvida entre usar bass reflex com dutos triangulares e woofer 18" ou nessa ideia de qualidade aliada a eficiência usar uma Band pass  com Subwoofer menor ou mesmo uma T15 que tem alguns projetos (essa ultima penso em descartar pois mesmo a t18 li relatos que não se aplica muito a musicalidade, se dando bem com estilos dance com pressão quase dobrada x uma dutada) de acordo com seu comentario uma bass reflex bem travada com o sub maior 18" seria a melhor opção na eficiencia e qualidade? grato 

alias o projeto do t15 (caixa pronta na verdade) seria o abaixo
https://infinitysom.com.br/caixa-de-graves-e-subgraves-t15-infinity.html

Edited by dandrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 03/04/2020 at 13:34, dn_mosfet disse:

Exatamente, no caso a ferramenta completa para medir inclui microfone calibrado e placa de som (interface).  

No caso utilizo o software REW (Room Eq Wizard) que é freeware, um microfone de medição DBX, ajustado pela curva de calibração e  uma interface Steinberg UR12.

[ ]´s

Como calibro o mic? Tem essa curva ou um tutorial de fazer isso, tenho o programa instalado, o mesmo mic e a placa UMC404.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...