Jump to content

- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)

dk_alemao

Membro
  • Content Count

    120
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 Neutral

About dk_alemao

  • Rank
    Wenn das so weiter geht...
  • Birthday 05/16/1978

Dados Adicionais

  • Car Audio installed
    JVC KD-SHX850 + SD250.2 + CS 60D | T200D + Keybass Panther 8"
  • Complete real name
    Daniel Kolling

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • Skype
    dkolling

Profile Information

  • Sex
    Masculino
  • City/State/Contry
    ITB/GO
  1. Cuidado que pode não ser somente o kit. Quando troquei meu HA4.120 pelo Wharf Flex a diferença foi enorme; amansou o tw do kit CS60D que foi uma beleza. Já li que o Hurricane e tb o Blau GTA480 teriam uma resposta do tipo \_/, ou seja, reforço em graves e agudos. Experimente testar outros amps para ver as diferenças.
  2. Em tempos de COP-15, a ordem é reutilizar! Eu tinha uma caixa dupla com duas camaras de 56 litros. Cortei no meio, ficando uma inteira, e o material da outra parte virou estoque! Já modifiquei três vezes a caixa, fiz frente dupla, fundo duplo, sempre reaproveitando a maior parte da antiga. Dá pra fazer tranquilo, basta ter cuidado no monta-desmonta, vedação e rigidez da caixa. Lógico, sempre considerando se o $ vale a pena. Abração!
  3. Zecca, vc poderia descrever os principais aspectos em que há diferença? Abração!
  4. Positivo para o Abhner (abineh), que comprou meu HA4.120 para o cunhado dele. Negócio feito no "fio de bigode", hehe... Negociação transparente, depósito conforme o combinado. Abraços!
  5. E f*** quem tem carro perua/alarme com ajuste para sensibilidade maior, né? Se fizerem audiometria regularmente vão começar a pensar diferente. Desculpe o desabafo, mas coloquem-se do outro lado da história... Abraços
  6. Amigo, na boa, se você não melhorar a descrição com detalhes do seu sistema e de como aconteceu, ninguém vai conseguir te ajudar. Quanto mais detalhes, melhor, se puder fazer um desenho ou esquema, melhor ainda... Qual a marca e modelo do seu player? Que volume estava tocando? Qual o tipo de música? Quem regulou/como foram definidos esses ganhos para o amp? Como os falantes estão ligados: cada um em um canal, ou algum em paralelo, etc. Todos já sabem bem do risco com compras Paraguai. E dá uma caprichada no português e na pontuação, senão fica difícil entender. Abraço,
  7. Amigo, o fusível de proteção do módulo não abriu? Tem certeza que a fumaça é do amp e não do sub? Se for do sub, provavelmente foi por causa de distorção... Como estava regulado o ganho do amp? De o máximo de detalhes que vc conseguir pro pessoal poder ajudar.
  8. Que capricho, hein? Maravilha!!! Já tem idéia do acabamento/pintura? Algumas dúvidas: o objetivo é um som misto (int/ext) ou somente trio (já que não foram citados alto-falantes para as portas dianteiras)? Se for somente para trio, não terá melhor rendimento o uso de woofers em vez de subs? Vc falou em "designer"... vc está usando algum programa/software pra fazer o projeto, isso?
  9. PS: Meu irmão ja tinha feito 2 "hidratações feita na WCOUROS (empresa que fez a bancada), nos 2 serviços passaram uma "solução" leitosa..." Mesmo sabendo ser marmelada o que teria nessa solução ??? Infelizmente algumas empresas se aproveitaram de problemas que ocorrem por baixa qualidade do couro utilizado (perda de brilho, degradação/descamação, ou aumento de brilho - conhecido como "repolimento") ou mau uso/má conservação do estofamento em couro (festa e mais festa, derrama cerveja aqui, refrigerante ali, ou ainda outros líquidos e secreções que não convém detalhar, e não limpa...), e passaram a oferecer produtos que prometem "proteger" ou, pior, "reparar" os problemas causados, como é o caso da hidratação. Realmente, como já citei, pode-se aplicar silicone como forma de criar uma película repelente de poeira, e ainda "dá mais vida" à cor do couro, pois acaba fazendo uma limpeza pesada na superfície do couro, removendo a sujeira depositada no fundo da estampa (aquelas pequenas ranhuras) do couro. Os produtos utilizados são basicamente emulsões de silicone, com algum detergente aniônico ou anfótero (não-salino, para não deixar resíduos visíveis e ser suave), que age como limpador do couro, mais alguns aditivos (espessante, conservante, estabilizantes de pH) e uma base aromática. Agora, se R$5,00 do creme é barato, imagina uma flanelinha com um litro de água e duas colheres de sopa de lava-louças... Ah, nem vou perguntar quanto foi essa "hidratação"... [""] P.S. Lustra-móveis tb é uma emulsão de silicone, com cheirinho de lavanda e tudo mais, mas não pode ser usada pois contém solventes. Abração do alemão!
  10. Permitam-me contribuir: É considerado couro o tecido de origem animal (somente), tratado quimicamente para estabilização de sua estrutura físico-química. Produtos químicos naturais (taninos vegetais), sintéticos (aldeídos, taninos sintéticos) ou minerais (sulfato básico de cromo, alumínio, zircônio) ligam-se à estrutura em forma de tríplice hélice do colágeno (proteína que representa 98% da estrutura do couro), tornando-a resistente ao ataque de micro-organismos (fungos, bactérias) e à ação da temperatura (o couro curtido ao cromo resiste a temperaturas superiores a 100oC). Após o curtimento e tingimento, o couro passa por operações mecânicas de amaciamento; em seguida, é literalmente "pintado" com produtos de acabamento (resinas acrílicas e poliuretânicas, ceras e agentes de toque) desenvolvidos especialmente para este fim, responsáveis pela durabilidade e aspecto final do couro, mantendo suas características de permeabilidade ao suor e vapor d'água. De modo geral, o couro para uso automotivo é desenvolvido para resistir ao dia a dia do interior de um veículo, ou seja: variação brusca de temperatura (o interior de um carro ao sol pode ir de 20 a 60oC em questão de minutos), fricções diversas (rebites de jeans, chaves) e derramamento de líquidos e alimentos. E agora o que interessa para o tópico: Recomenda-se para manutenção e limpeza do couro somente um pano de algodão macio, se necessário embebido em uma solução de água morna com detergente neutro (tipo lava-louças). Não utilize nenhum produto que contenha derivados de petróleo, solventes, ÓLEOS, álcoois, abrasivos, sabões, etc. pois estes atacam o acabamento, alterando suas características químicas e visuais (perda de brilho, cor, etc). Em resumo: aplicar qualquer produto sobre o banco de couro põe em risco todo o investimento nesse revestimento nobre e funcional. O hidratante feminino é desenvolvido para o tecido vivo e não traz, quimicamente falando, nenhum benefício para o couro (o colágeno curtido não reage com os produtos desse creme). Marcelão, teu banco só não ficou "melecado" por ser "soft milk", ou seja, uma loção com baixo teor de óleo. O que deixou o couro mais "preto" foi o silicone (dimethicone) presente no hidratante. O silicone automotivo (silicone PURO) é considerado um produto inerte, podendo ser aplicado sem prejuízo, porém geralmente deixa a "meleca". Aproveitando, uma informação importante: "Lei 11.211, DE 19/12/05 Art. 7o Para os fins desta Lei e de suas regulamentações ficam definidos os seguintes conceitos: I - couro é o produto oriundo exclusivamente de pele animal curtida por qualquer processo, constituído essencialmente de derme" Além disso, é proibido utilizar a palavra "couro" como prefixo ou sufixo para designar qualquer material que não seja de origem animal. Portanto não existe "couro sintético" (não existe similar sintético ao tecido epitelial animal). Ou é couro, ou é sintético (pvc, vinil, etc.). mais detalhes, visite http://www.abqtic.com.br/leicouro_detalhe.php?id=1, ou MP pra mim! Abraços a todos!
  11. Tá legal o esquema, só achei fino esse 9 mm do disribuidor até o amp, mesmo que seja um trecho curto. Coloque 16mm ou 21mm mesmo, tanto positivo quanto terra, e evitará problemas. 1. O fusível recomendado é um de amperagem semelhante à capacidade da bateria (em Ah), colocado a no máximo 50 cm dela. 2. O conversor se presta mais para os casos em que o player não tem saída RCA e o amp não tem entrada Hi-level. No seu caso, liga na entrada Hi mesmo. Cuidado com a regulagem do nível de entrada, por cauas da distorção das saídas Hi do player. Os leds vao precisar de resistores, certo? Parabéns pela iniciativa da técnica de artesanato para o molde. Continue caprichando! Abração do alemão!
  12. Eu não duvido. Morei naquela região, e vi muito neguinho que começou ainda menino em alguma "estaladora", levantando carpete pra passar fiação, decascando e emendando fio... Depois "evoluiu", aprendeu até como "faiz ponte" na "pirâmidi". Pronto, já está 'pós-graduado', começa por conta própria no canto do pátio de um lava-jato a instalar kit de 4 coaxiais Hbuster direto no player... "Caixote" pra dois "páiner cara-preta"? Ah, isso é fácil: é só fazer (a caixa) da largura do porta-malas, metade da "fundura", e de altura do fundo até o tampão. Traduzindo: C = toda largura do porta-malas, seja um pug ou uma Blazer; Base maior = metade da produndidade do porta-malas, e h = do 'chão' até bater no tampão. Material: MDF de 15mm só se pagar mais, senão vai compensado, o que tiver, se brincar até pedaço de tábua, caixa de tomate... Impedância? quanto mais "homis" a corneta ou a "tuita" tem, mais delas dá pra ligar (em paralelo) num canal da piramidi, oras! Quer colocar mais corneta e não tem grana pra colocar mais piramidi? Simples, vai ligando, só precisa arrancar o fundo da piramidi e ligar duas "ventuinha"!!!! Fiação: 6mm pras piramidi de 800, e 8mm pras de 1000 e 1200!!! Corneta e tuita: 1mm, e sub 1,5mm. E pra contribuir com a lista de asneiras: "quanto mais borracha na beirada (quanto mais reforaçada a suspensão do sub), mais "volume" (level e bass boost)tem que dar na piramidi"!!!! P.S.: nada contra a região; estamos vendo que "estalador" tem em qualquer lugar.
  13. Opa! Sou parceiro para um debate sobre o Panther 8", que teve o auge na época do início desse post, hehe. Vc já comprou? Já tem alguma idéia de alinhamento? Qual o amp? Ademais, penso que seria bom criar outro tópico para isso... Abração!
  14. Opa! Rapaz, posta umas fotinhas aí pra nós!!! tá todo mundo ansioso pra ver esse cara por dentro... Faz tempo que estou procurando um 5 canais com canal de sub forte. Já tentei um MTX 895, mas quem tem nao vende de jeito nenhum. Minha intenção não é usá-lo para trio, mas sim para som interno, trabalhando bem folgado, em 4 ohms (bi-amp talvez) no estéreo, e em 3 ohms no sub (NAR 6//6). Como parece não estar mentindo a potência, pode até ser uma opção para um SQPL. Mas pra isso gostaria de algumas informações ainda não citadas, e que nao constam no site, como: - relação sinal/ruído - damping factor - nível de separação de canais Essas informaçoes constam no manual? Abraço!

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...