Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (18/08/2019) *****

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 09/15/2019 in all areas

  1. 1 point
    Bom dia Emanuel, cara valeu mesmo pelas orientações, graças a você ao invés de um subwoofer slim, comprei um nnormal da Hertz , que creio vai melhorar muito a acústica do meu set. Obrigado também a todos do fórum que participaram...segue a caixa que fiz, pela primeira até que não ficou ruim. Grande abraço a todos.
  2. 1 point
    Caixa dutada feita pelo Guilherme para um sub Questo 12" com litragem e sintonia do duto conforme manual. Só tenho a agradecer pela atenção e capricho, trampo de primeira!
  3. 1 point
    Não sei qual seu objetivo Mas vc parece mais disposto a investir no sub do que parte de voz com amp e cabo melhores Te indicaria mais investir no amp e cabo para a parte de voz, que acho mais importante que no sub E o sub depende do seu carro, mas linha w3 é bem interessante sim, mas pode ser que outros sub encaixem no seu projeto também e vc economizaria no sub e gastaria mais no resto Cabo rca da leyline existem modelos mais baratos
  4. 1 point
    Qual sub usava? Se gostava do que tinha antes, dica minha é a mesma do Geovane, procura algo mais parecido com o que tinha
  5. 1 point
    Qual modelo do Groundzero? E do fosgate? Acabei de ver.. esse groundzero nao conheco, mas parece ser bem legal. Viu algum review dele?
  6. 1 point
    Então nessa situação esse rele não serve pra nada, e pra que a fonte então? ela só serve pra usar o som com o carro desligado e se não for usar dessa forma não precisa gastar, resumo...............coloca fusível para proteção e disjuntor pra separar elas se for necessário mexer na parte elétrica do veiculo. Se acontecer da bateria ficar com carga baixa com o tempo é só comprar um carregador simples "indico o Trafotron" que é bem barato e carrega as baterias de boa e tem o sistema flutuador que não estraga a bateria mesmo deixando carregar por longos períodos.
  7. 1 point
    Pessoalmente eu não conheço esse módulo, contudo ainda não vi nenhum relato criticando o mesmo, em geral os amplificadores da Hertz são bem conceituados e tem custo-benefício razoável. Qual foi esse "projeto" que o vendedor fez?? Não será melhor seguir a orientação do próprio fabricante? Já conversamos sobre isso em diversas postagens anteriores. Talvez seja suficiente, contudo é recomendável utilizar um amplificador que tenha alguma reserva de potência em relação ao falante, pelo menos uns 20 % a mais. Isso vai depender principalmente do que você almeja.
  8. 1 point
    @fst-lobo, @rick demolidor, acho que é extremamente necessário para o futuro do fórum fazer o desempate dessa questão. E claro não serei eu... Isso é uma tarefa para o Super-Bruno da Infinity!!!
  9. 1 point
  10. 1 point
    Muitos me conhecem e sabem que compro, testo e vendo muita coisa no fórum. Faço isso sozinho e no momento, estou querendo ver se transformo meu hobby em algo que possa me dar uns trocados de vez em quando (montando projetos para terceiros). Então, mesmo vendo tanta discussão no fórum, incluindo a DAT, resolvi encarar a bronca e bancar a compra do modelo EX5, para testar e dar minhas impressões sobre o equipamento. Claro, se são minhas impressões, falarei do meu gosto e com isso, do meu set. Talvez, alguns achem que o relato a seguir parece mais com um comparativo do que um review propriamente dito. Usei palavras simples, sem muitos termos técnicos para poder ser fácil de qualquer um entender e me baseei em outros amplificadores para facilitar o que só pode ser percebido pelo ouvido. Também tentei ser imparcial. O set é composto por: - HU Alpine W900 (sem processador, os cortes foram feitos pelo crossover do kit e pelo EX5); - Amp DAT EX5; - Kit Focal Utopia W-RC; - Crossover artesanal (by Escortbala); - Subwoofer Focal Utopia 33WX (caixa dutada de 35 litros); - Speakers Tchernov Original One (para os mids) e Original Two (sub) e Chord Rumour (tweeters); - RCA QED Reference (tw), Chord Crimson (mid) e Canare (sub). - Veículo Peugeot 307 hatch, com portas tratadas com mantas STP Gold e Technoise PRO (parecida com a Focal BAM). O kit e o subwoofer são muito musicais e detalhados e formam um casamento perfeito, integrando-se perfeitamente no preenchimento da cabine. O kit costuma revelar gargalos no set e possui tweeter metálico (Berílio). Como fiz bi-amp e não usei processador, o o sinal foi direto para o amplificador, não foi usado o recurso de TA e o ajuste entre os volumes de mid-bass e tweeter foi feito usando o "fader". Primeiramente, o preço. Pelo que vi, o amplificador custa cerca de R$1.400,00. Até que não é tão caro. Vi que o JBL GTO 5 EZ custa 2/3 disso, porém, é menos potente. A DAT diz que o EX5 conta com 4 canais de 118w@4ohms (ou 4x176w@2ohms) e 1 canal mono de 428w@4ohms (700w@2ohms). Mas será que o DAT vale o que custa? Logo que peguei o amp, pelas dimensões (40 x 18cm) e peso, me fez pensar que se tratava de um modelo digital (mas não é). Aparência "limpa" e sem firulas. Gostei dos conectores dos alto-falantes e de alimentação e acionamento (sei que já é um modelo bem comum). Há ganhos para os canais 1/2; 3/4 e 5. Os filtros Low-Pass e High-Pass, também variáveis, vão de 40hz até 200hz. Também achei positivo o fato de haver filtro subsônico para o subwoofer, variável entre 10hz e 50hz (todo amplificador nessa faixa de preço já deveria contar com esse recurso). Há ainda o ajuste de fase para o subwoofer e a opção do controle remoto do subwoofer, que pode ficar instalado no painel. O primeiro problema surgiu ao ligar o som. Como o volume estava em 0, ouvi um zunido que até parecia com hiss nos tweeters, mas tratava-se do cooler (sou puto com isso, mas até McIntosh tem). Porém, bastou aumentar um pouco o volume e o zunido já não perturbava mais. Por descuido meu, confesso que inverti os RCA do mid e tw. Resultado: ficou péssimo. Então, muito cuidado quando escolher o RCA. O Murilo (murilo_som) ouviu e constatou isso tb. Infelizmente, ele já estava de saída e não pôde ouvir o set já pronto. Problema identificado e resolvido, parti para a audição e ajuste dos ganhos e cortes. Usei apenas álbuns que já costumo ouvir (assim, sei o que esperar de cada um), todos em formato WAV, pelo ipod. Não tem como não falar do que muitos já estão reclamando. Realmente, a potência declarada não parece ser o que percebe ao topar o volume. Como o mid do kit é de 2ohms, tratarei apenas das potências nessa impedância. O EX5 diz fornecer 176w@2ohms e antes dele eu pude ouvir o mesmo set com um Clarion APX-4360 (160w), JVC KS-AX6500 (140w) e Alpine PDX 4.150 (150w). Como o mid-bass desse kit pede mais potência para poder mostrar tudo o que é capaz, o resultado final (em termos de potência/volume) não foi tão bom, mas satisfatório. Talvez, por isso, a audição em volume alto acabou mostrando um pouco de granulação. Em kits mais simples, provavelmente, isso não seja percebido da mesma forma/intensidade (os kits Focal Utopia realmente são muito transparentes e denunciam qualquer ponto fraco e, por isso, exigem equipamentos mais refinados). Comparando o DAT com esses amplificadores, o EX5 leva vantagem de possuir 5 canais e assim poder fazer bi-amplificação do kit e ainda alimentar o sub. Dessa forma, para quem procura montar um set ativo ou fazer uso do TA, ou ainda, se possui um kit com crossover passivo que permite bi-amp, o EX5 parece ser uma boa opção, pois ocupa menos espaço. Mas, como era o que eu tinha em mãos, o comparativo só pôde ser com esses equipamentos mesmo. Como trata-se apenas de um teste, não houve preocupação com a estética e o amplificador acabou ficando de cabeça para baixo. Deixando a questão da potência de lado e partindo para o que realmente interessa, comparando com os amps já citados, o DAT pareceu ser mais gordo do que o Clarion (o mais magro e mais musical de todos), mas o Clarion ainda mostrou médio e agudo superiores, sendo mais abertos e limpos (era possível topar o volume sem sustos), além de conseguir mais SPL do subwoofer. Por outro lado, o DAT, mesmo com menor excitação do sub, conseguiu fazer com que o sub tocasse bem na frente, melhorando a integração entre mid-bass e subwoofer (essa integração desse kit com esse sub sempre foi ótima). Mas, curiosamente, esse efeito de "tocar na frente" não aconteceu na mesma proporção com as portas. Já vi outras pessoas acharem que o mid estava instalado no painel, de tão "na frente" que eles tocavam, sem ter a sensação de que o som sai das portas. Com o EX5 comecei a perceber os mids nas portas, e não no painel, como percebia com os outros amplificadores. Com isso, o palco acabou um pouco prejudicado. Talvez, isso pudesse ser resolvido com o TA. Com o JVC, de som mais quente entre todos os amplificadores testados, mesmo sendo o menos potente, os mids ganham força e peso, mas isso acaba sendo cobrado quando se ouve os tweeters, pois tendem a ficar mais ríspidos. Lembrando que o tweeter usado é metálico (berílio). Podendo usar o JVC em bi-amp e usando outro amplificador para o subwoofer, isso é facilmente resolvido. Claro, essa receita pode ser usada para o Clarion e para o Alpine também, já que todos possuem 4 canais e não 5 como o EX5. Para tentar ser ainda mais imparcial, vou dizer o que meu RTA humano (minha mulher ) falou sobre a comparação entre o JVC e o DAT: ela achou que o EX5 deixou os instrumentos mais evidentes. Conversando mais um pouco com ela entendi que ela considerou o DAT mais analítico. Já com o Alpine, o único digital da lista, mesmo sendo conhecido por não ser tão natural com seu top-end inferior aos de classe AB, a briga ainda foi boa, pois o PDX mostrou ter mais ataque (considero isso comum aos digitais) e não "levou os mids para a porta", como o DAT fez. O PDX tb não prejudicou o som em volume alto, mostrando boa força para os mids e ainda deixando um pouco do brilho metálico dos tweeters. O que posso concluir é que dá para montar um set para o dia a dia, sem muitas pretensões, com o DAT EX5. Como qualquer amplificador, terá pontos positivos (como o preço, o tamanho e o fato de amplificar todo set só com ele) e negativos (como a potência declarada e o percebido ao ouvir). Caberá ao dono/instalador saber lidar com o que tem em mãos, tentando extrair o máximo do resto do set (falantes, player, processador, etc), o que acho que é uma obrigação de todo e qualquer projeto, claro. Porém, também acho que para o que ele tem a oferecer, não há como cobrar mais do que o valor que encontrei. Chamo atenção para más interpretações sobre essa conclusão, reforçando que essa foi a minha impressão sobre esse amplificador, usando meu set, que julgo estar bastante acima do padrão do equipamento testado, e que isso pode não refletir a opinião de muitas outras pessoas. Espero que entendam minha atitude e minhas palavras e saibam fazer boas críticas. Estou disponível para conversa e o amplificador em questão agora encontra-se anunciado nos classificados, pois, como não tenho condições de fazer coleção de equipamentos e ainda quero testar muitos outros, quase tudo que compro volta para os classificados (uma pequena parte fica no meu set). Poderei adicionar mais informações. Edit: Esqueci de postar uma imagem. Como foi com o celular, não tem muita credibilidade. Apenas por curiosidade mesmo. Fiz este outro. Edit: Editei a informação sobre a potência, pois achei que talvez não tenha sido muito preciso, já que os mids são de 80W (mas suportam 160W) e que com ctz o amplificador fornece pelo menos essa potência.

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...