Jump to content

- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)

- ATUALIZAÇÃO DO FÓRUM: atualização de icones, imagens de perfil, entre outras atualizações ainda em andamento e com previsão de terminar dia 12/6/2019

SubSonic

Membro Pró
  • Content Count

    3,805
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    32

SubSonic last won the day on November 14 2015

SubSonic had the most liked content!

Community Reputation

221 Excellent

About SubSonic

  • Rank
    Since the good ol' days
  • Birthday 10/22/1983

Dados Adicionais

  • Complete real name
    Gabriel Coelho Gimenes

Contact Methods

  • Website URL
    http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=7869685470907110404

Profile Information

  • Sex
    Masculino
  • City/State/Contry
    Umuarama PR
  1. Apelação com prata é uma coisa que eu quero fazer um dia... O balaceado que você diz é como? "negativo" central ligado à malha dos dois lados, só de um lado, sem malha? Eu já brinquei com tranças litz e realmente tem um potencial excelente, na verdade é o caminho que pretendo seguir nesse projetinho. A minha dúvida principal é quanto ao neutro/terra mesmo, se vale ou não a pena colocar uma via de filamentos centrais para o negativo ou somente a malha me daria o mesmo resultado. Se fosse residencial eu trabalharia só com tranças litz sem malha para blindagem e tentaria evitar interferências cuidando do ambiente etc. Mas em ambiente "carral" não tem jeito, é muita interferência, o fio vai passar inevitavelmente a menos de 70cm da bomba de combustível etc, tem que ter uma blindagem parruda. Uma coisa que eu pensei, já que é DIY, e se eu aterrasse a malha na carcaça dos equipamentos ao invés de liga-la ao negativo do RCA, que eu ligaria a condutores centrais idênticos aos de sinal? Isso geraria algum risco de loop de terra ou coisa do gênero? Poderia melhorar a performance do cabo em alguma coisa?
  2. Só não vejo necessidade dos coaxiais, exceto se você costuma levar pessoas no banco de trás e realmente seja importante que eles tenham o som lá. Nesse caso instale de um jeito que o FADER funcione, pra que vc possa atenuar os falantes traseiros.
  3. Sim, esse é o princípio, mas eu não entendi pq desconectar o condutor central e deixar o neutro na malha. a malha estaria aterrada, até ai beleza, essa é a função, mas pq ter um condutor junto com o sinal também ligado ao neutro/terra? Por que isso seria mais imune a ruídos que um coaxial? Esse era minha intenção, é uma configuração coaxial simples, com condutor central duplo ou até triplo, quádruplo... a depender do material que eu resolver usar (menor bitola dos filamentos, menos skin effect, melhores agudos usando cobre... skin do cobre a 30KHz é 0,3mm, um filamento 24awg teoricamente não sofre efeito skin, usar 1 só pode ter perdas em 5m, usando 2, garante-se um sinal forte e sem perda de agudos mesmo em frequências supersônicas) A minha dúvida maior é se usar a malha para o negativo (neutro/terra) poderia degradar a sonoridade em comparação com o uso de filamentos de melhor qualidade "dentro" do cabo. Enfim, o negativo de um RCA no carro influencia alguma coisa no som do cabo ou o que manda é somente o sinal e o resto estando aterrado tá valendo? Se só o cabo de sinal importar, é muito mais negócio usar configuração coaxial com boa blindagem e um condutor central de excelente qualidade (que pode ser múltiplo pra driblar o skin).
  4. Pra quem não confia plenamente no famigerado "teste do arame de cabide", uma abertura pra discussão... Eu montarei os RCAs do meu sistema DIY, como de costume, tenho boas experiências com coaxiais, CAT5 sem blindagem etc, mas lendo um pouco a respeito eu resolvi abrir a discussão aqui! Bom, tem muito cabo comercializado como "balanceado" por aí, mas em termos de RCA não existe cabo efetivamente balanceado, já que não temos o aterramento separado, são só 2 contatos, no máximo temos uma configuração "pseudo-balanceada", que na verdade não é nem isso, isso é usado quando se tem uma fonte balanceada ligada a um equipamento não balanceado. Pra quem não tá cansado de saber isso, eu encontrei todas essas configurações possíveis: O único que eu vi dizer de ligar a malha dos dois lados e deixar o neutro solto foi o Kleber em outro tópico, por isso que coloquei "do Kleber". E aí fica... O QUE ISSO MUDA? Em termos de sonoridade, resistência a ruídos externos... enfim, o que mudam essas configurações? Equipamentos de audio automotivo são desbalanceados com o neutro aterrado, certo? Mesmo assim, teria alguma vantagem ligar o neutro no filamento interno ao invés da malha? E essas configs com resistor, capacitor... será que isso seria interessante para blindar melhor o cabo? Alguém tem impressões pessoais com cabos de configurações diferentes (mesmos materiais, só configs diferentes)??? E ai? Vale a pena os "balanceados" ou coaxial é mais simples e eficiente? PS: a parte dos dielétricos é conversa pra depois... só coloquei no título pra já ficar tudo junto no mesmo tópico
  5. E eu reclamando da posição do falante na porta do fox.... Tá indo bem o projeto! Acompanhando aqui...
  6. Sim, é BEM por ai! Como eu disse, eu posso não tirar 100% do falante com ela, mas por ora está bom. Essa ideia de fazer ela para o questo foi realmente boa! vou mexer nela, fazer uns ajustes, aproveitar que só vou ter a madeira no fds, e vou ver se dá pra fazer isso!
  7. O projeto é relativamente "genérico". Eu não aferi nenhum parâmetro, eu sintonizei perto dos 30-35Hz por ser espacialmente viável no carro. O Sd é simplesmente a área efetiva do cone, eu usei outro falante que possui características externas extremamente semelhantes, cone com profundidade similar e calota central idêntica ao meu sub, ou que me garante um Sd bem próximo do real. É, por assim dizer, uma caixa genérica sim. Futuramente pretendo por um questo nela e mandar mais potência. Na minha experiência com LTs isso é perfeitamente possível, pode ser que eu não tire TODO o rendimento que o falante poderia dar tendo-se tudo 100%, mas como a sintonia da LT é a sintonia DA CAIXA muito menos dependente do falante, digamos assim, acertar ela EXATAMENTE com a Fs do falante só vai permitir uma sinergia maior NAQUELA frequência, mas a Fs do falante muda MUITO dentro da LT, e diferente de outras caixas, ela CAI e não sobe como em caixas seladas, por ex. Eu já tirei belos 30Hz de falantinho com Fs perto dos 40 em LT! O importante na LT é ter um falante que consiga se controlar bem nela, com xmax suficiente e motor forte para o peso do conjunto móvel. Claro que não tem milagre, mas um subwoofer com Fs entre 28 e 38 pode tocar numa caixa sintonizada em 33-34 tranquilamente. O sub que estou usando eu não sei a Fs, mas por ser de 8 eu sei que ela é baixa (pra um 8), orelhalmente eu notei que ele te facilidade em tocar deep bass e se comporta bonitinho em free air, o que é bom indicativo de que vai se adaptar bem á LT!
  8. Bom, comecei a tratar as portas. A manta é muito prática de usar! Por umas intercorrências hoje só deu pra colocar a manta na parte de fora da porta, ainda não lacrei os buracos nem nada. Troquei os falantinhos Buster pelos originais da Ecosport... PELA PRIMEIRA VEZ eu consegui ouvir baixo e bumbo em várias músicas nesse carro! A melhora nos graves foi MONSTRUOSA, mesmo retirando o plástico original e não fechando os buracos da porta! Os falantes estão muito porcamente fixados pq os triaxiais estavam fixados com abraçadeiras de nylon, instalação absurdamente porca, fios meramente enroscados no borne, sem conector, sem solda, nada! Eu coloquei parafusos que ficam frouxos no furo original, e como vou colocar baffle de mdf nem me importei, eles estão mais fixados por pressão, uma vez que a carcaça entra justa no buraco, do que pelos parafusos. Ou seja, mesmo tudo MUITO improvisado e incompleto, os falantes originais já se mostraram MUITO superiores aos triaxiais vagaba! Quanto a manejo de potência... sim, eles são inviáveis para amplificação mais pesada, por enquanto está tudo bem no amp interno do player, mas se tocar o dedo no volume em músicas comprimidas ele já começa a abrir o bico. O jeito vai ser comprar os subzinhos de reposição da LG mesmo e rezar pra serem bons, mas pra usa-los, só quando eu tiver com as colunas, e isso, só mês que vem!
  9. MDF pra começar a caixa, só semana que vem. Esse fds vou aplicar o tratamento acústico das portas do carro e instalar os falantes provisórios (falante original da ecosport). Semana que vem vou começar a caixa, se eu conseguir tempo, já vou fazer um BIG-3 e começar a montar os RCA. Vou deixar pra passar os cabos todos de uma só vez, daí já estou pensando em tirar os bancos, carpete, dar uma limpada geral e colocar manta+feltro na parede corta-fogo e no assoalho pra reduzir o ruído interno de rolagem. Tirando tudo fica fácil aplicar, já aproveito para rotear todos os cabos, mas quero fazer isso uma vez só.
  10. Manta autoadesiva comprada, marca Viapol, comprei o suficiente para 1 camada e 2 camadas em pontos que precisem de reforço. Estou estudando realmente lacrar os buracos da porta com madeirite antes de lançar a manta. Hoje a tarde eu me decido!
  11. No Fox tem espaço pra por 2 de 8" tranquilo! Eu tenho um par de CS50B (dos antiguinhos) zerados que tocariam lindos em 2 peitões de 2-3L cada... vou de fullrange de 2" em colunas "by wagner" por causa da estética! Estuprar o painel com peitões gigantes assim é uma coisa legal, mas eu jamais conviveria muito tempo com essas "caixas penduradas".
  12. EXCELENTE! Parece o mesmo esquema que o cara fez no Sony Android. Essa é a ideia!
  13. A ideia é usar um tablet com windows 8, processador x86, barato (o CCE ou um do DX). Ele pode ser ligado a 2 ou 3 DACs, mas a Xonar U5 está com preço interessante, são 6 canais 24/192 por menos do preço de 2 DAC behringer... a propósito, dá pra ligar 2 ou 3 UCA 202 para se obter 4 ou 6 canais???? Output Signal-to-Noise Ratio (A-Weighted) (Front-out): 104 dB Output THD+N at 1kHz (Front-out): >0.005 %(-86 dB) Frequency Response (-3dB, 24bit/96KHz input): 10 Hz to 44 KHz Output/Input Full-Scale Voltage: Line output (RCA, 3.5) : 1 Vrms (2.828 Vp-p) Headphone output: 1.3 Vrms (3.677 Vp-p) As saídas são p2 e não RCA, mas isso é o de menos, eu jogaria a placa de som lá pra mala, do lado do amp e usaria cabos de 30cm, só isso já seria uma boa melhora. Eu ainda estou estudando essas possibilidades, claro.
  14. de qualquer forma... to bem interessado em pegar o tablet, o problema é só esse da alimentação mesmo. No caso eu teria que remover mesmo a bateria e deixar ele ligado direto no carro... isso não seria o ideal, não mesmo! Eu pretendo pegar o tablet e tentar um esquema que um cara fez desacoplando as vias + e - do USB OTG e as 3 vias do meio, ele manda tensão pelo + e - e consegue carregar e usar a USB ao mesmo tempo! O hub USB que está ligado nesse sistema tem alimentação própria e não está ligado ao sistema de alimentação do tablet. Deu certo no Sony dele, mas não funcionou no Galaxy S3, é meio loteria, mas tem uma chance de dar certo... acho até que pelo fato do CCE ser mais "simprão" ele possa ter uma linha meio que direta da USB até a bateria pra carregar, que não seria desligada ao se conectar os contatos de sinal do USB...
  15. no caso eu usaria o 1600gl para fazer o lowpass do mid, em 250Hz (o mais alto que o amp faz), e o highpass dos fullranges, usando canais rear e front do player pra poder jogar mais potência pra cima ou pra baixo dependendo da necessidade e casamento de sensibilidades. Quanto aos falantes a potência é o problema, claro, mas, como disse, me permite instalar o sistema e começar a testar, inclusive o tratamento das portas. Apesar que eu encontrei esse cara aqui que tem uma cara MUITO boa, ele é reposição de um sub de hometheater da Samsung que custa mais de 250 dólares lá fora, não deve ser porcaria, tem um perfil relativamente baixo e é efetivamente um sub, nas condições certas tem que descer ao menos até 50-60Hz que eu creio que seja até onde a LT dá conta sem me matar acertando preenchimento pra ela subir mais. Precinho camaradíssimo... R$25,00 cada! O que eu gastaria num silver flute da vida, ou um bom kit 2 vias (que eu desperdiçaria cross e TW), eu estou pensando em investir na HU (carblet windows+asus xonar comandada via foobar com crossover, t.a., tudo em ambiente digital e DAC de 6 canais 24/192). Eu vou pedir um TPA3116 e ver como ele se comporta, da mesma forma, se não for grandes coisas, ele vai servir para o som de casa, se ele tocar muito superior ao 1600GL, eu penso em pegar 2 em bridge (100W) para os mids, manter o stereo para os fullranges e colocar o MTX somente para o subwoofer (sempre quis um bom ABzão oldschool tocando sub). Seria a alternativa mais gambiarra custo x benefício DIYistica... o que me deixaria feliz! hjahahaha

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...