Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

spnSpawn*

Membro
  • Content Count

    54
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Everything posted by spnSpawn*

  1. Sendo assim se eu apenas ligasse em paralelo um tweeter de 8 Ohms sem desligar nada. Como eu não ouço volume muito alto e como uso HPF 125Hz por ter sub, qual a probabilidade de danificar as saídas do aparelho?
  2. Então você acha melhor basicamente apenas "trocar" o tw do coaxial pelos de cima, desligando os do coaxial? Assim ficam dois falantes de supostamente 8Ohms dando uma impedância equivalente final de cerca de 4Ohms né? Só não entendi com relação ao enxergar 4 e ser 8... O falante não tem uma impedância fixa? Ou ela varia conforme a frequência?
  3. Boa tarde pessoal! Tenho em meu carro um aparelho Pioneer simples destes sem CD apenas USB. Não recordo o modelo de cabeça mas posso consultar caso necessário. Gostaria de melhorar os agudos internos do carro mas sem investir um valor necessário pra um bom kit 2 vias (atualmente uso coaxiais nas portas dianteiras). Queria agudos direcionados. Pensei em colocar um par de tweeters destes pequenos igual de kit 2 vias. Porém a impedância mínima de saída do meu aparelho é 4Ohms e mesmo que eu coloque um tweeter de 8Ohms aí da vai dar uma impedância combinada de 2,66Ohms, o que é baixo. Alguma sugestão pra contornar isso sem kit 2 vias ou amplificador?
  4. Bem lembrado amigo! Está indo para o carro também! Será que o carro está dando um pulso ali que liga o módulo? Eu pensava que tinha que energizar constantemente... Sei lá mas vou verificar assim que eu ter tempo! (minha rotina é corrida demais por isso eu demorou a responder aqui... Só vou ter tempo de ver isso final de semana que vem ora você ter idéia rs). Obrigado!!!
  5. Usei a conexão original do chicote do aparelho... Não há nada no carro alimentando ele... Pensei que pode estar relacionado com a queda de tensão que dá ao ligar o carro, o que acha?
  6. Bom dia rapazeada, instalei um Pioneer 88UB no meu celta 2014/2015. Como queria que funcionasse sem pós-chave fiz um jumper de fio amarelo e vermelho. Até aí tudo beleza. Problema que ele toca um SD250.2D e quando liga o carro mesmo com o som desligado ele aciona a saída remota e o módulo liga... Alguém sabe o que pode ser? Pra desligar o módulo o único jeito é ligando o som e desligando.
  7. Tem esse lado da moeda também... Bom, quero ver os testes. Mandem-me os links do youtube por mensagem privada
  8. Era bem isso que eu ia falar. Não estou duvidando dos testes não.. ele pareceu saber o que está falando. Mas quero muito ver os testes e ver que parâmetros foram elvados em consideração...
  9. Tá né... se você quer fazer testes considerando uma situação onde a bateria entrega míseros 12v redondos pro módulo (com o motor desligado, ligado numa bateria de 45Ah tocando o som num churrasco por 2h sem parar), tocando em sei lá qual frequência (isso se você não fez em flat né) e considerando potência útil e não potência real (0,0000000% de distorção) eu não posso fazer nada... no meu caso um SD desses vai ser pra tocar indo pro serviço com o carro, num volume suficiente pra mim ouvir e nignuém na rua precisar saber que música é. Ri muito do pegar fogo kkkkk Mas enfim, um alternador de um carro popular aí, 1.0, fornece 14.2v @ 70A. Analize bem... (sei o que estou falando, trabalho numa oficina). Você vai precisar ligar TUDO no carro, um fiapo som e tudo mais pra consumir esses 70A constantemente. Com certeza está valendo pra comparativo de POTÊNCIA. Como eu falei, não confunda potência real com potência útil. Potência real em nosso caso é a potência total do aparelho (se você conhece eletrônica, imagine uma onda quadrada propriamente dita. Nem que o amp entregue uma onda assim, tá valendo pra considerar potência real). Já a potência útil é como você disse... a potência limpa, livre de distorção, usável. Nossa, você é tão fo** assim cara?! Orra... seja mais humilde ou vai me traumatizar assim Posso não ter muito conhecimento prático de som, mas na técnica eu ponho minha mão no fogo que em elétrica & eletrônica a situação que você simulou ali se inverte. Você tá dando uma de muito peitudo só por que tem 5mil mensagens no fórum. Se você tem tanto conhecimentoa ssim, por que não para deperder tempo aqui com ~inexperientes~ como insinuou que eu sou em eletrônica e monta tua própria fábrica de amplificadores e guarda a SD no bolso? Vai lá.. Dizem que "quem não ajuda não atrapalha". Se veio visitar o tópico pra postar m.e.r.d.a e coisa inútil continue só lendo _________________________ Não trabalho na empresa mas curso eletromecânica, tenho um conhecimento consideravelmente amplo e útil.
  10. Eu acho que vocês estão se equivocando... a SD nunca faria, com sua tamanha tradição de qualidade, um amplificador que rotule 400w a 12.6v e que testado pelo cliente tenha apenas 299w. Pensa bem... talvez tenha isso a 10v -ri.
  11. Tudo bem, mas viu ou não viu o vídeo do teste? A questão é que o amp mandou 305w em 12.2v se não me engano, e não que é difícil estabilizar a tensão de um carro em 14v. E a propósito, os alternadores dos carros mais novos mandam 14v, alguns 14.2v pra bateria, ao contrário de 12v que muitos pensam. Eu considero o uso do carro em funcionamento, andando, que é como eu uso, e não parado numa festa ou churrasco tocando por 3h sem parar. Realmente, estabilizar em 14v com o carro parado é realmetne bastante difícil mesmo pra um módulo pequeno. Aí sim eu concordo com você.. mas vamos analizar o teste feito, a tradição de qualidade da SD em seus produtos e levar em conta que com tamanha tradição se ela afirma 300w ela envia os 300w. Sei lá, o teste pelo menos comprovou mais que isso. Pra mim um teste feito tem mais valor que algumas linhas de teoria. Tá certo, seu teste foi muito mais completo. Mas o teste foi feito com 60Hz de frequência, totalmente dentro da frequência ampla de trabalho de um sub. Considerando que este é de 4Ohms, leve em consideração que tem isso ou muito próximo disso (com uma tolerância pequena pra mais ou pra menos). E mesmo que não hajam 4Ohms concretos ali, que a variação seja um pouco grande, mesmo assim vai dar bem mais do que 250w em 12.6v que é o que o fabricante rotula. Com relação a distorção eu até te dou razão novamente, mas não totalmente Distorcendo ou não o amplificador está entregando potência real. Sem contar que o índice de distorção dos nanos é bem pequeno.
  12. Aqui. E não me parece nada errado esse teste.. simples fórmula de potência elétrica aplicada (P = (V^2)/R). Se há algum erro cometido por favor me avise _____________________________ Ah sim, seu teste tem algum erro quem sabe, afinal a própria SD informa 300w em 14,4v. E os boatos que tem por aí são que os nano da SD estão fornecendo mais potência que o especificado... sei lá
  13. Ou não... rsss. Pra mim os SD nano são os melhores amps que tem no mercado atualmente, com sua eficiência e tamanho eles botam inveja nos grandões. Já não é novidade que o SD250 por exemplo fornece 300w a menos de 13v e por aí vai...
  14. Realmente está difícil escolher... estou com a dúvida idêntica a sua, só que pra tocar um sub só, e nunca tive nenhum outro antes. Devagar estou chegando a conclusão que: 309: Força/Excursão e SPL. Porém lento e consequentemente nada musical. É consideravelmente bonito. UpGrade: Um pouco menos de força e mesmo SPL. Timbre muito melhor e muito mais musical (sub mais rápido). Desce bem se numa caixa de 50L bem alimentado. Porém é muito feio com aquele cone enrugado de papel prensado (deveria ser de "plástico"... subs com cone de papel são feios DEMAIS). Bravo: Só ouvi falar mal dele até hoje, salvo nesse tópico. Estão falando que ele é um pouco fraco e não tem muito SPL, mas pode ser módulo ruim. É de uma boniteza intermediária.. muito "tunning". Ainda não formei uma opinião própria mais concreta sobre ele.
  15. Eu conheço paredão, não sou inocente Mas fica a pergunta: pra que tudo isso? rsss. É pra ouvir música com qualidade ou pra gastar dinheiro atoa e incomodar os outros? rs. _______________________________ Mas enfim, chega, não vamos fugir do assunto do tópico
  16. Ué.. tenho um home theater em casa com 400wrms e com o volume em 50% num ambiente pequeno já não se consegue ficar perto (isso com essas caixinhas de mer**). Que tal 500w por canal + 400w de agudos? rsss
  17. Aproveitando o tópico também... estou achando estranho ter achado diversos tópicos na internet do tipo "Bravo, UpGrade ou 308/309?" e todo mundo ia de Up ou 309, todos reclamavam que esse Bravo não prestava, que a bravox tinha pela primeira vez feito um falante porcaria, etc etc etc e mais uns blablablas. Mas agora está todo mundo falando bem, que o sub bate forte, bate gostoso, bem macio, toca bem pra dentro e pra fora... ENFIM?! É bom ou não é? Dá pra por do lado do 309 e do Up em subgrave? Desce bem e bem forte? Entre Up, 309 ou Bravo, pra ouvir eletrônica, rock e sertanejo, som interno (subgrave, caixa de frequência baixa, gravão tipo bummmmmmmmm) com qual vocês ficariam? Já desisti dos 309, pessoal falando por aí que os Up de 12" são muito mais rápidos e musicais, que se for tocar um só sub, som pra dentro, sem nada de estravagância mas com SPL e subgrave os Up são bem melhores que os 309... To confuso pra c.ara.lho agora
  18. Me refiro ao fato daquelas perguntas bestas "bobina dupa bate o dobro de bobina simples?" ou "bobina dupla bate mais forte?" EDIT: A propósito, gosto de subgraves, aqueles gravão bummmmmmmmmmm, profundo e macio tipo hiphop, dá boa será usar o duto de 30cm recomendado para o bobina simples no lugar do duto de 24cm recomendado para o bobina dupla? Ou vai f.o.d.e.r a sintonia da caixa?
  19. Bom cara, o princípio de funcionamento é o mesmo. A diferença é que você terá que alimentar seu circuito com tensão na casa dos 200v em corrente contínua e não em 12v que é a tensão da bateria do carro. Pra chegar nessa tensão ou você pode ligar baterias de 12v em série (16~17 baterias) ou usar uma fonte que converta de 127/220v de corrente alternada da tomada da sua casa pra corrente contínua e mande na saída 220v, com capacidade pra alimentar uma boa carga (pelo menos 20A). Eu aconselho o uso de fontes... tem o incoveniente claro que você só poderá tocar seu som com ele ligado a alguma tomada. Mas em compensação a qualidade, a dor de cabeça, a gambiarra e até mesmo o custo, quem sabe, é bem menor. Vejam só, tem um tópico aí no fórum que respondi, o sujeito está querendo usar um módulo desses (T30kW). Imagine, 16 ou 17 baterias, grandes, ligadas em série. Você vai precisar de meia caçamba de uma strada/saveiro/etc só pra elas. Pense o peso, o custo, a gambiarra e a dor de cabeça pra carregar tudo. ________________________________________________ Quanto a ligação SÉRIE e PARALELO funciona assim: Baterias ligadas em série, você soma a tensão de todas elas e mantém a capacidade de carga. Ou seja, se você tem 10 baterias de 50Ah de 12v em série, você tem 120v de corrente contínua, porém somente 50Ah de carga pra usar. Se você tem 10 baterias de 50Ah ligadas em paralrelo, você continua com os 12v de tensão contínua, mas terá 500Ah de bateria pra usar. Portanto veja que além de você precisar de um caminhão de baterias elas não poderão ser muito pequenas, ou não vai durar nada.
  20. Sim, eu pensei nisso logicamente. Mas como o amigo já tinha dito lá em cima, com 40Ah ele não vai tocar nada. Quando você liga baterias em apralelo, você soma as suas capacidades e mantém a tensão. Quando você as liga em série você soma a tensão e mantem a capacidade. Com 40Ah de bateria o módulo iria puxar perto de 15A como eu calculei ali. Considerando os graves e tudo mais, essas abterias não dariam conta nem por meia hora acredito eu. _________________________________________ Ah sim, desculpe a curiosidade amigo, mas você tá querendo tocar o que com 30 MIL WATTS? Isso é potência pra ir até a Lua... Sério! Com 2 woofers Eros de 500w, 2 drivers BONS e 2 supertweeters BONS você já faz BARULHO PRA ca*****. Tipo ensurdecedor! De não conseguir ficar muito perto...
  21. Desculpe se estou falando asneiras... mãããs geralmente esses módulos de altíssima potência não são alimentados em 12v, geralmente em 220v de corrente contínua (como o amigo ali disse 200VDC). No caso do 30kW da Taramps é de 100VDC até 225VDC. Então você vai usar baterias aonde? Só se eu estou MUITO SUPER MEGA desinformado que existme baterias automotivas pra essa tensão aí de ~200 volts. Esses amplificadores grandes já não usam 12v justamente por que potência elétrica é dada pela fórmula P = V . i ou seja, tensão que multiplica corrente (voltagem que multiplica amperagem na língua popular). Pra chegar nos 30kW a 12v você teria um consumo instantâneo de 2500A. Você precisaria de um barramento e não de um cabo pra alimentar ele... e umas 500 baterias. Já a 200v digamos assim, o seu consumo cai pra 15A. Uma boa diferença né! Enfim, eu nem conheço o amplificador na verdade. Como falei no começo, tudo que eu escrevi pode ser uma tremenda asneira (como pode ser totalmente correto também)... além de eu não conhecer o módulo nem sou mestre em som automotivo. Mas seguindo a mesma linha de raciocínio eu diria que você precisa de uma fonte que transforme de 127VCA ou 220VCA da sua residência pra alguma tensão na casa dos 200VDC (usar 220v da tomada ia trabalhar perto do limite do aparelho) como uma fonte Usina. E pra se ter uma margem de segurança, uma fonte que faça essa conversão com um limite de 25A na saída.
  22. Já não é novidade que bobina simples ou bobina dupla não altera o desempenho do alto-falante. Mas baseado nisso, por que no manual da Bomber o UpGrade de 12" de bobina simples de 4Ohms tem vários parâmetros diferentes do que tem bobina dupla de 4+4Ohms? Notem que parâmetros como picos de SPL e frequência, tamanho do duto recomendado, entre outros, são diferentes demais pra algo que "serve somente pra casar impedância do módulo" não acham? Achei bem confuso isso aí
  23. Hmm, por qual motivo, amigo? Sempre vejo Upgrades e 309 tocando por aí e me agrada.. não sou um usuário tãão exigente assim (pode perceber pelo módulo que eu alimentaria o 309).
  24. Entendi Eu ouço basicamente 80% de rock, e o restante de sertanejo e eletrônica. Só que eu escuto bandas como AC/DC e Guns. Algumas outras mas de mesmo ritmo, então acho que pedal duplo como Avenged e Metallica usam e tal não será meu problema.
  25. Em outras palavras você quis dizer que o 304 é pra reforçar os graves do carro e deixar com uma batidinha legal e suave e o 309 é pra fazer mais barulho? Mais subgrave e tal?

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...