Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

Rafa_wknd

Membro
  • Content Count

    95
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Rafa_wknd last won the day on January 19

Rafa_wknd had the most liked content!

Community Reputation

8 Neutral

About Rafa_wknd

  • Rank
    novato
  • Birthday 11/12/1983

Dados Adicionais

  • Car Audio installed
    HU JVC Kw-V20BT, 2 vias JBL MS-62C, Sub NAR 8", Amp RF Punch 500x
  • Complete real name
    Rafael Marcão

Profile Information

  • Sex
    Masculino
  • City/State/Contry
    Curitiba/PR
  • Interests
    SQ

Recent Profile Visitors

1,794 profile views
  1. Acho que para começar tinha que acertar os ganhos dos módulos, depois os cortes de frequencia. Como estão ligados os equipamentos? Estou vendo 6 RCAs nas fotos. São dois canais do aparelho original, saindo os 6 do processador? Não está ligando o crossover do kit correto? Eu desligaria o tweeter nesta parte de regulagens, por garantia de não queimar, só ligaria depois de confirmar tudo. Então: 1) Zera todas as regulagens do aparelho do carro. (eq flat, sem cortes, etc) No modulo mono, (já está em full) coloca no mínimo o ganho (girar anti-horário) e no mínimo o subsonic. No HPC4 coloca as duas chaves PASS MODE de Low para FULL (como avisei, se estiver ligado o tweeter no lugar errado neste momenro ele vai queimar!) Levels gira os dois no mínimo também. Aí tem que conferir os cortes. Coloca a foto de todos os cortes feitos
  2. Você colocou os aros de madeira por trás do falante e fechou atrás com manta? O ideal seria tirar estes aros, colocar um deles pela frente e fixar o falante nele. Depois coloca a manta fechando os buracos da porta, pra "selar" a porta. Não é igual tratar a porta toda, mas deve melhorar bem do atual. Sub com corte alto embola demais, vai ouvir só ele. Acho que não vale a pena. Tenta fazer o contrário, vai baixando o corte do sub, anda alguns dias pra acostumar. Deve ficar melhor que em 100hz, mesmo ficando um "buraco" entre o mid de 5pol.
  3. https://www.diymobileaudio.com/threads/the-essentials-of-sound-quality-imho.163914/ Aqui tem uma boa leitura. Esse é "O Artigo". Infelizmente acho que não aparecem mais as imagens. Depois que eu li umas 5 vezes comecei a entender.
  4. Correto. Não faz sentido perder o stereo. Teu player não é o 4080? Veja que ele tem várias opções de corte de frequência. Não é ruim não. Depois de tratar as portas, eu trocaria o amp (ds800x4 é um taramps certo?) Cara, na boa, 136w a 4 ohms é tipo um V8 5.0 no som. Não é qualquer coisa. Quanto custa isso tudo? Parece bom demais pra ser verdade não? Eu tive um roadstar 5.1 no meu primeiro set, mas não foi minha culpa, escolheram por mim visto que eu não entendia nada. Dizia-se 125w a 4ohms. Anos mais tarde pude comparar, pois ele ainda estava comigo guardado. Eram 3 amps. Este 5.1, um Punch da RF com 62w rms 4ohm (esse fui eu que escolhi, old school), e o terceiro não lembro. Primeiro que o 5.1 não dava nunca 125w, segundo que a onda senóide no osciloscópio parecia um tsunami, terceiro.. soava mal. Não tem como especificar sonoridade. Depende do projeto do amp, depende da qualidade dos componentes, capacitores, etc. Enfim os 62w tocavam muito mais. Na verdade 50w já é muita coisa. Demorei pra aprender. Outra, cortar o mid a 60hz num mid que não desce também só "estraga" o som. Também demorei pra entender kkkk.
  5. Eu perguntei pq achei estranho uma manta asfáltica de 3mm. Não achei para comprar na época que instalei. Usei esta Viapol (1mm~1,5mm) aluminizada. Inclusive na embalagem nova já especifica a aplicação para porta do carro. Usei umas duas a 3 camadas na folha externa da porta (lado de fora) e mais uma camada na folha interna (onde fixa o falante) As que vi mais espessas eram sem alumínio. Acredito que ajude sim na questão "estrutural" pra evitar escorrer. Eu instalei em outubro de 2016. Abri uns 2 meses atrás e estava tudo ok, porém não é o calor Cuiabá... Coloca umas fotos pra dar uma ideia do ocorrido. O problema do feltro (betumado ou não) na folha externa é que ele vai molhar e ficar fedorento úmido. Tem mantas da Grud (butílicas -> "borracha", outras com célula fechada) que são específicas pra cada aplicação (porta, teto, pra calor, vibração, etc) mas mesmo sendo nacionais não são baratas. Vai uns 700 reais pra duas portas considerando 3 tipos de material, enquanto usando asfáltica um rolo custa 100 reais. Os resultados devem ser diferentes mas o custo também é.
  6. Obrigado Fabrício. Acho que tem bastante leitura pela frente ainda rsrs mas já é um caminho. Demorei um tempo pra conseguir entender o fio da meada quando comecei a pesquisar, então tentei dar uma luz. A desvantagem do forum é ter que ficar juntando as migalhas aos poucos. Infelizmente a seção de Artigos não é mantida atualizada. Abraços, boa sorte e poste os resultados @Viniply
  7. Então, esta "interferência" interna entre direita e esquerda é de pentelhonésimo, mas num sistema top é de se considerar. Eu diria que primeiro passo é uma HU com mais regulagens (se possível TA e 3way). mas se não for possível, pelo menos que tenha mais cortes entre o sub e mid. Depois um amp 4 canais pro kit, e um mono pro sub. Assim já tem muito "range" pra testar. O amp 4 canais tanto pode ligar ativo (um canal pra cada) ou pode ligar em bridge usndo o crossover, dando um fôlego maior pro mid, com mais headroom e evitando distorção. O resto é caprichar no básico: Cabeamento de alimentação suficiente, aterramento bem feito, cabos sem emendas, RCA razoável, cada um passando longe do outro, tw na posição correta, baffle no mid, porta tratada, box do sub dentro dos parâmentros do falane, aquela coisa.. Daí pra fente é estudar e testar.
  8. Acho que é interessante entender as diferenças entre as possibilidades e porque o pessoal fala que um canal pra cada coisa é melhor. Veja, kit 2 vias passando pelo cross não permite ajuste de tempo pra tw e mid separado, então é uma limitação pra levar em conta desde o início do set. vai ter que fazer a instalação pensando em diminuir esta diferença. Por exemplo, usando um delay "mecânico": Se instalar os tw nas colunas e apontá-los pro meio do para-brisa (ao invés de on ou off-axis) acaba diminuindo a diferença de tempo (já testei, resultado satisfatório) Tirar o cross pode ser uma desvantagem também. Um crossover bom, de um kit bom, foi feito pensando em dar uma resposta mais plana entre os dois falantes, testando o ponto de crossover a diferença de impedância ententre eles, etc. etc., e no cross bom vai ter um ajuste -3 -6 -9db etc pra reduzir a diferença na resposta (com rede zobel provavelmente). Isto é um trabalho que precisa ser refeito se tirar o cross e colocar tudo ativo. Ligando ativo: Dois amps podem ser usados em amplificação horizontal (um amp pros mids, outro amp pros tw) ou em amplificação vertical (um amp pro lado esquerdo, um amp pro lado direito). Também vantagens e desvantagens. Horizontal você acerta melhor o tipo do amp pra cada falante. Tipo um classe A pro tw, ou um que seja sabido que sobe bem nas altas. Outro melhor pra potência e característica dos mids. Porém, canal direito e esquerdo estão no mesmo amp. Então você tem uma pequena interferência entre o sinal Direito/Esquerdo. Quanto melhor o amp, menor a interferência (acho que é o parâmetro SNR do amp se não me engano). Vertical os dois lados estão separados, porém o amp precisa trabalhar bem desde a frequencia do mid até a frequência do tw. Então, quando o pessoal fala que 3way ativo "rende bem mais" eu entendo que você tem mais controle, mais opções, pode acertar as características de cada equipo melhor, pra chegar onde você quer que chegue. Porém, é muito mais trabalho. Enfim, o cobertor é sempre curto, mas como é um hobby é legal ir mexendo e percebendo as diferenças.
  9. Ligar um kit 2 vias em série? Essa é a sugestão do "estaladô"? Faça um favor a você e ao seu set e não leve lá Você pode usar os canais 1 e 2 para cada lado do kit, e ligar em bridge o canal 3 e 4 para o sub. É só regular certo o ganho do módulo que não vai ter problemas.
  10. Eu fugiria deste JBL BR-A 400.4 tem muito relato de problemas de chiado. Não correria o risco visto que 10 reais de diferença peça o SD 400.4. Não usaria nada nas portas traseiras e não usaria esses sub amplificados. Ligaria a bridge do SD para um sub barato. Central multimidia depende da sua prioridade, se for o som melhor usar o dinheiro para outra HU, se for a prioridade conectividade com o carro/celular vai na central. Eu tenho uma 2din e acho dispensável, a única vantagem é projetar o mapa do GPS (no meu uso), então preferiria uma HU com mais recursos e qualidade pro som.
  11. Procura no face da Maruosom. Tem foto de um box selado que o Wagner fez embaixo do banco do passageiro. Se bem feito nem dá pra ver, e vai tocar bem melhor que na porta.
  12. No sub você não usa muito o HPF, na verdade é até chamado de filtro sub-sônico, pois só tem a função de evitar a super excursão do sub, que rasgaria a borda ou a suspensão. Porém se sua caixa foi feita respeitando os parâmetros do sub, com a potência aplicada correta, não vai ter este problema. Se usar, eu deixaria em 15hz..20hz ou até usar a função de LIMITER que tem neste processador. Como o sub é 250w nominal e seu módulo é "250w" você não tem muita potência de sobra pra empurrar o sub a ponto de estraga-lo. Teria que estar numa caixa muito grande, ou duto muito errado. Pergunta: Qual a vantagem de usar um processador se vai utilizar os crossovers passivos do kit? Não é errado, só é bem estranho. Como você tem 8 canais, com corte de frequência e alinhamento de tempo, poderia usar: Canal 1 e 2: Tweeter (se errar no corte de frequancia vai queimar o tw, cuidado) Canal 3 e 4: Mid porta dianteira Canal 5 e 6: Coaxial traseiro (já que comprou, usa) Canal 7 e 8: Sub A vantagem de usar o processador é acertar os cortes e alinhamento de tempo, se usar o cross original, perde esta função. Cortes: A lógica que você usou é inversa. Cuidado se for ligar o tw direto no processador, pois queima se receber frequências mais baixas (abaixo de 2k é arriscado para tw geralmente) Chutando eu começaria assim: Subwoofer 10" Tipo E SWE-10S4 250w RMS Alpine Preto (Frequência (Hz) : 29Hz-200Hz): LPF: 55hz (12db/BT) - toca tudo para baixo de 55hz, testa 50. HPF: desligado, ou 15hz Kit 2 Vias 6" NAR Audio 600-CS Série 2 PP - 110 Watts RMS (Frequência (Hz) : 79Hz - 26000Hz) LPF: - desligado, tem que tocar tudo até 20k (não tem problema ele dizer que toca só até 18k, pode deixar full não danifica nada, se cortar em 18k vai ficar pior para um kit que já não sobe, segundo o manual) HPF: 60hz (12db/BT) - aqui é onde mora a maior discordância. Kit 2 vias, mid bass, galera quer quase um sub, recomenda corte baixo, etc. Se o mid não toca, cortar baixo só vai distorcer, e levar os harmônicos para todas as frequências acima, principalmente em porta não tratada. Depois de teimar muito, hoje uso 80hz HPF no falante que uso, ficou muito mais limpo. Teste um tempo com cada config, corta em 60, 70, 80, 100. Isto na configuração atual, usando crossover do kit. Se for usar sem cross, com corte pelo processador: Tweeter, Canais 1 e 2: HPF: 4Khz (12db/BT), testa 5khz etc LPF: desligado. (geralmente usa HPF e LPF juntos só no mid) Midbass, Canais 3 e 4: montados na porta, tentar tratar a porta com manta HPF: 60hz (12db/BT) LPF: testa 4khz (12db/BT), 2,5Khz (12db/BT) etc Par de Alto-Falantes 6" NAR Audio 600-CX Série 3 Coaxial Kevlar - 120 Watts RMS (Frequência (Hz) : 71Hz - 18000Hz) LPF: desligado, coaxial é um "full range", então vai tocar tudo acima da freq do HPF HPF: 120hz (12db/BT) (eu deixaria um corte alto, para evitar distorcer até 220hz pode ficar melhor) Sendo bem prático, em linhas gerais, usaria isso. Depois tenta fazer o alinhamento de tempo. Faz par por par, primeiro só tw por exemplo, depois só mid, depois confere mid+tw, depois acerta o tempo do sub.
  13. Já teve algum set anterior? Qual está acostumado a ouvir, ou qual ouviu e gostou? Eu só evitaria esse "sub" na porta traseira. Tende a vibrar toda a porta e ficar fazendo barulho, mas pode dar certo se bem feito. Talvez uma caixa embaixo do banco dê menos trabalho e seja mais sucesso.

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...