Ir para conteúdo

DuduEG

DuduEG

Cadastrado: 27 Fev 2016
Offline Última atividade: Mar 09 2018 10:29
-----

No tópico: Fio paralelo

23 janeiro 2018 - 21:51

É ao contrário amigo. A resistência elétrica DIMINUI conforme aumenta a bitola do cabo.
Quanto mais grosso o cabo, menor a resistência, e menor a perda.

Isso. Inverti as coisas. No caso de bitola maior, a desvantagem é o alto valor...

No tópico: Fio paralelo

23 janeiro 2018 - 10:48

O que define a bitola da fiação a ser usado? Creio que seja pela potência aplicado, seria isso?
Existe alguma “regra” ou cálculo?

Vi que existem cabos de todos os preços, uns beirando até a insanidade (principalmente para HT), e tenho a seguinte dúvida: no meu caso, um SD800.4 tocando o Focal PS165 em 1 canal para cada lado (110w), o que seria melhor, um bom speaker de 1,5mm ou um mediano de 2,5mm?

Se alguém tiver algum tópico ou artigo que fale mais sobre isso seria interessante ler.

Tomei a liberdade de verificar na tabela para você. E cheguei a conclusão:

 

Paralelo do módulo para crossover (se utilizar o passivo): 1.5mm²

Do Crossover para o Woofer: 1.5mm²

Do Crossover para o tweeter: 1.0mm²

 

Por questão de comodidade pode utilizar o de 1.5 para o tweeter também sem problema. O Tiaflez Hi-definition de 1.5mm² tem um preço bom pela qualidade.

 

PS: 1.5mm² = 16AWG


No tópico: Fio paralelo

23 janeiro 2018 - 10:42

Cara no geral a bitola se dá pela potencia e distancia, em via de regra para energia por exemplo quanto maior a distância, maior a bitola...
No caso dos cabos speaker um cabo mais grosso teoricamente conduziria melhor o sinal, porém tudo vai depender da construção do cabo, do tratamento e composição do condutor...
Indiferente da marca ou modelo procure cabos de puro cobre, com bitola entre 1.5mm que é o que pede a sd até 4mm qie é o que cabe na sd kkkkk

Explicou bem. Mas tem que se levar em conta também a resistência elétrica, que aumenta conforme a bitola aumenta também, o que pode acarretar em perdas. Portanto, o melhor é sempre utilizar a bitola mais adequada para cada projeto. Se for muito fina, esquenta e tem perda, muito grossa, tem muita resistência e tem perda.

Existe uma tabela para você verificar a bitola dos cabos, do próprio autosom.net, segue link:

http://autosom.net/artigos/tab1.htm


No tópico: Dúvidas sobre impedância

22 janeiro 2018 - 10:44

Não entendi muito bem sua resposta o módulo tem potência de 400 watts sendo 100 watts em cada canal em 2 ohms só que o falante tem 50watts e 4 ohms ou seja vou ligar um falante de 4 ohms em uma saída de 2 ohms que está mandando 100watts no volume máximo enquanto meu falante só tem 50 watts da um nó no celebro mas basicamente traria algum problema pra algum componente essa ligação?

Vamos lá.

Primeiro o modulo tem a capacidade de potência de 100 Watts com 2 Ohms de impedância. Ok, tudo certo.

Agora, o falante não tem 50 Watts a 4 ohms de impedância. A potência RMS (que em poucas palavras é a potência média exigida pelo falante para reproduzir no volume que foi projetado, sendo que existe também a potência PMPO, que é a potência máxima exigida nos picos de volume) dele que é 50 Watts, e geralmente é desejável que se aplique mais potência do que a RMS dele, pois a RMS é a média, sendo que existe os picos. No caso específico dos kits 2 vias, pelo que eu já vi, é desejável que se aplique ou uma potência pouco maior que a potência RMS do falante, isto irá promover melhores resultados em volumes moderados (mas tem que se ter cuidado com volumes muito altos, onde a potência do módulo pode ultrapassar a potência PMPO do falante e danificar ele.

Ainda tem a questão da impedância, que segue a famosa lei de ohm, quanto mais a impedância sobe, mais a potência cai, e vice versa. Ou seja, se o módulo manda 100 Watts em 2 ohms, ao conectar um falante de 4ohms, ele irá entregar (teoricamente, na realidade os valores tem distorções) 50 watts, pois a potência é inversamente proporcional a impedância. O mesmo acontece do contrário, se vc ligar um falante de 1 ohm nessa saída, o módulo vai entregar 200 Watts. Apesar de parecer bom, ele não foi projetado para isso, o que vai acarretar em sobreaquecimento e provável queima.

Trocando em miúdos e finalmente respondendo a sua pergunta com os dados do fabricante: Não, não tem problema e é até bom. Visto que segundo o fabricante, este módulo entrega entre 55W e 72W por canal a 4 ohms (varia de acordo com a tensão do módulo, que é a mesma da bateria), o que é um pouco acima da potência RMS, e casa perfeito com o falante.

Espero que dê para entender, qualquer dúvida pode falar, se for de meu conhecimento, lhe respondo.


No tópico: Projeto Som de Qualidade com Player Original

21 março 2017 - 13:05

Kit na traseira para SQ atrapalha mt o palco, no máximo Coaxiais para dar volume na traseira, mas não tem mt necessidade se o kit for razoável.
Msm a mala do fox sendo mt pequena (Tenho um crossfox 2013/2014 que é praticamente a msm coisa) acho que vale mt a pena botar um de 10", melhora mt o grave, mas se quiser um de 8", tendo uma qualidade razoável dá para escutar sim.
Fora as limitações do som original (tenho ele tbm por enquanto, mas planejo trocar por um pioneer 2din), que vc já deve saber.



Smartfix