Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

Sign in to follow this  
RobôAutoforum

[4r]Gol GTi: como primeiro carro nacional com injeção ficou tão valorizado?

Recommended Posts

Mesmo após o fim dos esportivos V8, a década de 1980 foi um período muito interessante para quem gostava de carros esportivos. Foi justamente nessa época que surgiu um dos mais carismáticos e desejados da Volkswagen: o Gol GTI de primeira geração.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Apresentado em 1980, o Gol inaugurava a plataforma BX com estrutura monobloco e tração dianteira. Tinha a árdua missão de substituir o Fusca e a Brasília de uma só vez.

001_gol_gti_FLP7827.jpgNos primeiros anos, o VW Gol GTi só foi vendido na cor Azul MônacoFernando Pires/Quatro Rodas

O Gol era um paradoxo sobre rodas: o estilo arrojado inspirado no esportivo alemão Scirocco era incompatível com a anacrônica mecânica refrigerada a ar, com quase meio século de estrada.

Mas o ápice na história da primeira geração do Gol ficou reservado para a 15ª edição do Salão do Automóvel de São Paulo: em outubro de 1988 era apresentado o Gol GTi, o primeiro automóvel nacional equipado com injeção eletrônica de combustível.

003_gol_gti_FLP7835.jpgRodas pingo d´agua equiparam as primeiras unidadesFernando Pires/Quatro Rodas

A adoção do sistema Bosch LE-Jetronic foi um dos últimos trabalhos do engenheiro Philipp Schmidt. Com ele o torque do motor AP-2000 subia de 14,9 para 18,35 kgfm e a potência chegava a expressivos 120 cv.

Tratava-se, na verdade, de um sistema de gerenciamento com dois processadores que controlavam não apenas a injeção mas também a ignição, sempre de acordo com as condições atmosféricas e do comando do acelerador. Pela primeira vez um carro nacional dispensava o hoje esquecido afogador.

012_gol_gti_FLP7868.jpgMotor AP-2000 recebia injeção eletrônica com dois processadoresFernando Pires/Quatro Rodas

As respostas no pedal do acelerador eram imediatas, sem a hesitação ou os engasgos tão comuns nos carburadores. O GTI tinha uma personalidade completamente distinta do GTS, mais suave, progressiva e civilizada. O sensor de detonação implicou na uso de um cabeçote com tuchos hidráulicos, muito mais silencioso.

A decoração externa exclusiva do GTI foi criada pelo designer Guenter Karl Hix: a carroceria era sempre pintada em Azul Mônaco metálico enquanto os para-choques e apliques laterais eram pintados de prata. A antena no teto lançou moda.

002_gol_gti_FLP7829.jpgOs para-choques e apliques laterais eram pintados de prataFernando Pires/Quatro Rodas

Por dentro, o acabamento em tons escuros deixava claro que se tratava de um esportivo. O volante revestido de couro era uma novidade. Os bancos Recaro com encostos de cabeça vazados, outra. O painel exibia grafismos vermelhos.

005_gol_gti_FLP7907.jpgBancos Recaro combinavam com a esportividade do carroFernando Pires/Quatro Rodas

Preço do Gol GTi

Em valores atuais um GTI 0km custava o equivalente a pouco mais de R$ 260.000,00, valor que justifica número relativamente baixo de unidades produzidas.

007_gol_gti_FLP7890.jpgNome da versão no quadro de instrumentos com conta-girosFernando Pires/Quatro Rodas

Em meados de 2020 um GTI 1993 estabeleceu o recorde de R$ 119.000 em leilão de automóveis antigos do Brasil, fato que agitou as redes sociais e o mercado antigomobilista. Unidades em razoável estado de conservação não costumam ser negociadas por menos de R$ 70.000,00.

004_gol_gti_FLP7886.jpgVolante “quatro bolas” é outro clássicoFernando Pires/Quatro Rodas

Teste: Volkswagen Gol GTi em janeiro de 1989

  • Aceleração de 0 a 100 km/h – 10,4 s
  • Velocidade máxima – 174,3 km/h
  • Frenagem 80 km/h a 0 – 28,9 m
  • Consumo – 8,5 km/l (urbano) – a 13,3 km/l (rodoviário)
  • Preço: Janeiro de 1989 – Cz$ 19.300.000 | Atualizado –  R$ 225.546 (INPC/IBGE)

Ficha técnica

  • Motor: dianteiro, 4 cilindros, longitudinal, 1 984 cm3
  • Diâmetro x curso: 82,5 x 92,8 mm
  • Taxa de compressão: 10:1
  • Potência: 120 cv a 5.600 rpm Torque: 18,3 mkgf a 3.200 rpm Câmbio: manual de 5 marchas, tração dianteira
  • Dimensões: comprimento, 385 cm; largura, 160 cm; altura, 135 cm; entre-eixos, 236 cm; peso, 997 kg
  • Suspensão: dianteira, independente, McPherson; traseira, eixo de torção

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa quatro rodas 748 agosto 2021

 

The post Gol GTi: como primeiro carro nacional com injeção ficou tão valorizado? appeared first on Quatro Rodas.

View the full article

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...