Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

Sign in to follow this  
Dudu Lima

Um help aqui. Comprei uma fonte JFA 60A, posso usá-la conectada diretamente na bateria do Cofre?

Recommended Posts

Olá meu povo. Me tirem uma dúvida! Comprei uma fonte JFA de 60A, ainda não chegou pra mim. Eu posso estar utilizando ela conectada diretamente na bateria do cofre, que nem se usa aqueles carregadores convencionais? Tipo só ligar essa fonte quando for ligar o som com plugs jacarés conectados na bateria e depois do uso, retirar e guardar.

Quero usar assim por enquanto até eu comprar uma bateria extra e instalar tudo bonitinho. Dessa forma que eu vou estar utilizando é preciso usar uma disjuntor? Ou não vai ser preciso? Visto que a fonte vai ficar do lado de fora do carro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dudu, tenho uma que uso assim a alguns anos já

Vantagem que posso usar em outros carros e para salvar o povo sem bateria, só lembrando que conexão assim ajuda mais carregar a bateria, não vai ajudar muito o som a suporta os picos, até pq a própria conexão com a garra jacaré não é das melhores

No caso a fonte vêm com um disjunto já e tem proteção nela, da para usar só o cabo e garra na fonte sim

Share this post


Link to post
Share on other sites

Beleza então! Vou usar assim até poder comprar a bateria reserva. Nesse pacote que eu comprei veio a fonte JFA 60A + Processador Expert PX1 + 1 par de super-tweeters JBL ST200 por R$ 683,00. Aproveitei e comprei também um kit de cabos RCA de 1 metro e 5 metros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não utilizaria as garras, melhor utilizar algo como um bloco de distribuição. Disjuntor jamais, utilize o velho fusível mesmo pois abre bem mais rápido em caso de curto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, emanuelnobrega disse:

Eu não utilizaria as garras, melhor utilizar algo como um bloco de distribuição. Disjuntor jamais, utilize o velho fusível mesmo pois abre bem mais rápido em caso de curto.

Aproveitando o tópico... sobre utilização de fonte, Emanuel já liguei fonte JFA em baterias como Optima, e em segundos ele da carga cheia, já ouviu falar disso?

Dizem que da patente Usina são aconselhadas também para bateria AGM/GEL.

 

Para quase 300 amperes de bateria qual potência da fonte automotiva para agregar ao sistema do carro?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Rogério Mendes disse:

Aproveitando o tópico... sobre utilização de fonte, Emanuel já liguei fonte JFA em baterias como Optima, e em segundos ele da carga cheia, já ouviu falar disso?

Fala @Rogério Mendes!

Meu nobre, desconheço isso. E inclusive acho muito estranho. 

3 minutos atrás, Rogério Mendes disse:

Para quase 300 amperes de bateria qual potência da fonte automotiva para agregar ao sistema do carro?

Estou viajando e não tenho acesso aos meus arquivos...

Existe uma método de estimativa para trio, posso procurar depois. Basicamente o raciocínio é que tendo uma fonte em paralelo se torna possível diminuir a quantidade de baterias. Utilizar apenas uns 20% do total. 

Em princípio a fonte deve suprir o consumo pretendido, capacidade instalada é outra coisa. Concorda?

É para o Calibra?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 23/08/2019 at 01:03, emanuelnobrega disse:

Eu não utilizaria as garras, melhor utilizar algo como um bloco de distribuição. Disjuntor jamais, utilize o velho fusível mesmo pois abre bem mais rápido em caso de curto.

Por enquanto estou usando a fonte do lado de fora do carro, conectada na bateria do cofre, porque eu não tenho ainda a bateria extra para ser ligada em paralelo com a bateria do cofre do motor.

Eu estou utilizado cabos de 21mm conectados na fonte e dela para a bateria eu utilizei as garras mesmo. Monitorando o sistema a toda hora funcionou tudo corretamente. As garras tem boa pressão nos bornes da bateria, os cabos de 21mm não aqueciam, a fonte estava fria e a bateria do carro também estava na temperatura ambiente. Eu deixei a fonte no modo SCI. E por falar nisso, essa JFA 60A slim é pequenininha hein? Eu me assustei com o tamanho dela quando tirei da caixa ahuahauhauahuahaua.

Mas quando eu estiver com a bateria extra comprada eu vou utilizar um bloco de distribuição.

Infelizmente eu vou ter que substituir o amplificador que tá tocando os 6x9" e os super-tweeters. O Booster BA404.4 já é bem velho e tá pedindo arrego já nas entradas RCA dos canais 1 e 2. Tá com mal contato.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E o que achou do funcionamento dela? O sci começa com corrente baixa mesmo?
 

Quase comprando uma de 10a ou 36a para um outro projeto

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, fst-lobo disse:

E o que achou do funcionamento dela? O sci começa com corrente baixa mesmo?
 

Quase comprando uma de 10a ou 36a para um outro projeto

O SCI dela começa em 14,4V e depois cai para 13,8v. Segundo o manual, ela fica em 13,8v durante 5 minutos e sobe para 14,4v durante 5 segundos sucessivamente. Mas no meu caso como eu só tenho a bateria do cofre para alimentar todo o som, a fonte ficava o tempo todo em 14,4V, em algumas oscilações ficava com 14,2 e 14,3V no modo SCI. A fonte não esquentava nada!

Muita gente reclama do barulho dos coolers internos da JFA. Realmente são um pouco barulhentos sim, mas pra mim eu achei até de boa, só assim você saberá se a fonte está ligada ou não, caso falte energia e você nem perceba ou se alguém por acidente tenha desligado da tomada a extensão ligada na fonte.

Eu só não gostei muito dos bornes de conectar os cabos para alimentar a bateria. Eles são pequenos, mas no caso da fonte de 60A ela vem com plugs adaptadores para cabos de 10mm². Mas eu estou utilizando cabos de 21mm² e por serem grossos e pesados, tem que manusear com cuidado porque bornes conectores da fonte se mexem. Isso com o tempo se não tiver cuidado pode gerar até mau contato. Mas eu acredito que esse detalhe seja apenas com os modelos de fontes JFA Slim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu percebi que o meu som depois que eu instalei o Processador Expert PX1, tá com ruídos, mesmo com o volume do player zerado, fica transmitindo nos super-tweeters e nos 6x9" um ruído característico: "Hiiisss". Deve ser por conta dos emaranhados de fios e cabos tudo misturado! <_< Montei tudo nas correrias para testar!

Por falar nisso eu acabei comprando um Taramps TS400X4. Tava baratinho, por apenas R$ 170,00. Eu estava em dúvidas entre o SD400.4D e o Taramps DS440X4, ambos estavam com preços equivalentes, mas aí eu vi o TS400X4 por R$ 170,00 e acabei pegando ele mesmo. Agora só falta comprar uma bateria extra e ponto final! Não quero mais gastar $$$ com som, essa é a última vez heheheheheheh.

Quando eu receber o TS400X4, vou refazer as instalações e reorganizar os fios e cabos que estão passando entre a caixa de graves e o encosto do banco. Essa bagunça que deve tá gerando os "hiiisss" no meu som.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 23/08/2019 at 01:20, emanuelnobrega disse:

Existe uma método de estimativa para trio, posso procurar depois. Basicamente o raciocínio é que tendo uma fonte em paralelo se torna possível diminuir a quantidade de baterias. Utilizar apenas uns 20% do total.

Não é bem isso que escrevi embora o meu raciocínio também esteja correto.

Em outra oportunidade criarei um tópico explicando melhor isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 23/08/2019 at 01:10, Rogério Mendes disse:

Para quase 300 amperes de bateria qual potência da fonte automotiva para agregar ao sistema do carro?

 

Em 23/08/2019 at 01:20, emanuelnobrega disse:

Fala @Rogério Mendes!

Estou viajando e não tenho acesso aos meus arquivos...

Existe uma método de estimativa para trio, posso procurar depois.

É para o Calibra?

@Rogério Mendes, demorou mas depois das devidas pesquisas estou postando a resposta.

Vamos lá!

Embora você não tenha respondido (acho que passou batido pois sei que você é muito atencioso) tenho certeza que o dimensionamento é para o seu amado Calibra. Pesquisei no seu tópico e encontrei a potência dos amplificadores bem como a capacidade das baterias.

Somatório dos Amplificadores: 600 + 1000 + 2500 = 4.100 W

Baterias: 1 veicular de 65 Ah e 2 auxiliares de 110 Ah.

 

Primeiro é necessário verificar o dimensionamento das baterias, para isso utilizei as orientações desse texto:

https://blog.lojadosomautomotivo.com.br/quantos-amperes-baterias-utilizar-para-o-meu-som-automotivo-2836

De modo mais prático se divide a potência instalada por 20, desse modo você precisaria de um conjunto de baterias que somassem 205 Ah.

Conforme observação do texto sobre o coeficiente para a bateria do cofre:

Somatório das Baterias: 0,3 x 65 + 2 x 110 = 240 Ah.

 

Ok! Baterias sobrando, vamos para o dimensionamento da fonte. Existem dois métodos, o primeiro é o do texto abaixo:

https://blog.lojadosomautomotivo.com.br/como-escolher-uma-fonte-de-alimentacao-som-automotivo-4587

Resumidamente e seguindo a mesma recomendação para o dimensionamento das baterias, o texto primeiro orienta encontrar o consumo musical dos módulos dividindo a potência instalada por 20.

Consumo musical:   4.100 / 20 = 205 Ah

Para a utilização da fonte em conjunto com as baterias instaladas, o texto orienta aplicar o coeficiente de 30 % sobre o último valor encontrado. Nesse caso:

Fonte: 205 x 0,3 = 61,5 Ah

Para simplificar bastaria termos dividido a potência instalada por 65. 

 

O segundo método é o desse vídeo (já abre na parte importante):

 

Esse método é ainda mais prático, para a utilização da fonte em conjunto com as baterias o vídeo orienta dividir a potência instalada por 50.

Fonte: 4.100 / 50 = 82 Ah.

 

Vale ressaltar que ambos os métodos são utilizados para o dimensionamento de sistemas Trio Elétrico e sabemos que nesse caso a potência dos amplificadores é mais próxima a dos falantes. Como em SQ e SPL costumamos utilizar amplificadores com uma boa sobra de potência creio que o primeiro método (texto) esteja mais próximo da nossa realidade. 

 

Um grande abraço para todos!

Edited by emanuelnobrega
Acréscimos

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 8/28/2019 at 11:25 AM, Dudu Lima said:

Eu percebi que o meu som depois que eu instalei o Processador Expert PX1, tá com ruídos, mesmo com o volume do player zerado, fica transmitindo nos super-tweeters e nos 6x9" um ruído característico: "Hiiisss". Deve ser por conta dos emaranhados de fios e cabos tudo misturado! <_< Montei tudo nas correrias para testar!

Tem alguns PX que tem esse problema de hiss mesmo, tinha um PX 8.2 e era um inferno, aterrei tudo quanto é RCA, mudei cabos e nada, só trocando o procassador mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, gfjardim disse:

Tem alguns PX que tem esse problema de hiss mesmo, tinha um PX 8.2 e era um inferno, aterrei tudo quanto é RCA, mudei cabos e nada, só trocando o procassador mesmo.

Pow aí é sacanagem! Um aparelho novo e já vir com defeito de fábrica. Pior que agora não posso mais gastar nada de $$$ com som! Já me ferrei todo comprando fonte, processador, cabos RCA novos, amplificador novo... É me acostumar com esses ruídos chatos mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso foi no meu caso, né, mas infelizmente não foi o único PX que já ouvi com hiss. Tenta aterrar os RCA, é um teste rápido e não custa nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, emanuelnobrega disse:

 

@Rogério Mendes, demorou mas depois das devidas pesquisas estou postando a resposta.

Vamos lá!

Embora você não tenha respondido (acho que passou batido pois sei que você é muito atencioso) tenho certeza que o dimensionamento é para o seu amado Calibra. Pesquisei no seu tópico e encontrei a potência dos amplificadores bem como a capacidade das baterias.

Somatório dos Amplificadores: 600 + 1000 + 2500 = 4.100 W

Baterias: 1 veicular de 65 Ah e 2 auxiliares de 110 Ah.

 

Primeiro é necessário verificar o dimensionamento das baterias, para isso utilizei as orientações desse texto:

https://blog.lojadosomautomotivo.com.br/quantos-amperes-baterias-utilizar-para-o-meu-som-automotivo-2836

De modo mais prático se divide a potência instalada por 20, desse modo você precisaria de um conjunto de baterias que somassem 205 Ah.

Conforme observação do texto sobre o coeficiente para a bateria do cofre:

Somatório das Baterias: 0,3 x 65 + 2 x 110 = 240 Ah.

 

Ok! Baterias sobrando, vamos para o dimensionamento da fonte. Existem dois métodos, o primeiro é o do texto abaixo:

https://blog.lojadosomautomotivo.com.br/como-escolher-uma-fonte-de-alimentacao-som-automotivo-4587

Resumidamente e seguindo a mesma recomendação para o dimensionamento das baterias, o texto primeiro orienta encontrar o consumo musical dos módulos dividindo a potência instalada por 20.

Consumo musical:   4.100 / 20 = 205 Ah

Para a utilização da fonte em conjunto com as baterias instaladas, o texto orienta aplicar o coeficiente de 30 % sobre o último valor encontrado. Nesse caso:

Fonte: 205 x 0,3 = 61,5 Ah

Para simplificar bastaria termos dividido a potência instalada por 65. 

 

O segundo método é o desse vídeo (já abre na parte importante):

 

Esse método é ainda mais prático, para a utilização da fonte em conjunto com as baterias o vídeo orienta dividir a potência instalada por 50.

Fonte: 4.100 / 50 = 82 Ah.

 

Vale ressaltar que ambos os métodos são utilizados para o dimensionamento de sistemas Trio Elétrico e sabemos que nesse caso a potência dos amplificadores é mais próxima a dos falantes. Como em SQ e SPL costumamos utilizar amplificadores com uma boa sobra de potência creio que o primeiro método (texto) esteja mais próximo da nossa realidade. 

 

Um grande abraço para todos!

Nesse cálculo da fonte aí então o meu sistema está sussa. Fazendo os cálculos dos amplificadores que eu tenho: 400W + 1200W = 1600 / 50 = 32A. Estou com uma JFA de 60A. Agora dividindo as potências somadas dos amplificadores por 20 eu vou precisar de uma bateria de 80A para alimentar os dois amplificadores.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, gfjardim disse:

Isso foi no meu caso, né, mas infelizmente não foi o único PX que já ouvi com hiss. Tenta aterrar os RCA, é um teste rápido e não custa nada.

Tentei organizar os cabos RCA separados dos cabos de energia que se encontram atrás do banco traseiro. Ficou mais ou menos a organização, mas mesmo assim os cabos RCA estão próximos dos fios de alimentação que vai para o processador.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, Dudu Lima disse:

Nesse cálculo da fonte aí então o meu sistema está sussa. Fazendo os cálculos dos amplificadores que eu tenho: 400W + 1200W = 1600 / 50 = 32A. Estou com uma JFA de 60A. Agora dividindo as potências somadas dos amplificadores por 20 eu vou precisar de uma bateria de 80A para alimentar os dois amplificadores.

@Dudu Lima, talvez não...

Deixa eu fazer umas continhas aqui. Caso eu me esqueça pode me cobrar posteriormente, ok?

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minute ago, Dudu Lima said:

Tentei organizar os cabos RCA separados dos cabos de energia que se encontram atrás do banco traseiro. Ficou mais ou menos a organização, mas mesmo assim os cabos RCA estão próximos dos fios de alimentação que vai para o processador.

Não deve ser ruído por causa disso, cabos de energia causam ruídos por causa do campo eletromagnético que as correntes elétricas produzem; quanto menor a corrente menor o campo eletromagnético. Como os processadores consomem pouco, os ruídos que as linhas de alimentação produzem tb são poucas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, emanuelnobrega disse:

(...)

Ok! Baterias sobrando, vamos para o dimensionamento da fonte. Existem dois métodos, o primeiro é o do texto abaixo:

https://blog.lojadosomautomotivo.com.br/como-escolher-uma-fonte-de-alimentacao-som-automotivo-4587

Resumidamente e seguindo a mesma recomendação para o dimensionamento das baterias, o texto primeiro orienta encontrar o consumo musical dos módulos dividindo a potência instalada por 20.

Consumo musical:   4.100 / 20 = 205 Ah

Para a utilização da fonte em conjunto com as baterias instaladas, o texto orienta aplicar o coeficiente de 30 % sobre o último valor encontrado. Nesse caso:

Fonte: 205 x 0,3 = 61,5 Ah

Para simplificar bastaria termos dividido a potência instalada por 65. 

 

O segundo método é o desse vídeo (já abre na parte importante):

(...)

 

Esse valor de dividir por 20, acho meio estranho, tanto que acho que nunca vê uma explicação para ele, só que deu certo, mas não da para falar que da certo em todos casos, talvez para trio no geral funcione

Mas pode ver que recomendam acrescentar 30% no final, o que seria o mesmo que dividir por 14, que seria a voltagem e faria mais sentido

 

Tem que saber como pensa usar a fonte, primeira coisa é se ela vai só carregar o sistema, então dimensionaria pensando no consumo do som
Ou se é para servir como bateria, ai seria preciso verificar os picos do som e até quanto as baterias suporta e se a fonte suporta esses picos

Edited by fst-lobo

Share this post


Link to post
Share on other sites
49 minutos atrás, fst-lobo disse:

Esse valor de dividir por 20, acho meio estranho, tanto que acho que nunca vê uma explicação para ele, só que deu certo, mas não da para falar que da certo em todos casos, talvez para trio no geral funcione

@fst-lobo, não existe explicação e tenho certeza que não existem cálculos para isso. Mesmo em engenharia, muitas orientações para dimensionamento de componentes partem de observações práticas, experimentações e da experiência de quem domina o assunto. A área de fundamentação desses métodos ou mesmo da criação de formulas empíricas é o mundo acadêmico, contudo grande parte do conhecimento que temos hoje realmente começou no campo profissional.    P.S: Sou engenheiro.

57 minutos atrás, fst-lobo disse:

Mas pode ver que recomendam acrescentar 30% no final, o que seria o mesmo que dividir por 14, que seria a voltagem e faria mais sentido

Creio que você não tenha lido com a devida atenção, em nenhum momento foi mencionado acrescentar 30%. Também não falamos de tensão pois esse dado é irrelevante para a situação em questão, apenas tratamos da grandeza de acúmulo de energia (Ah).

Pode conferir:

8 horas atrás, emanuelnobrega disse:

Para a utilização da fonte em conjunto com as baterias instaladas, o texto orienta aplicar o coeficiente de 30 % sobre o último valor encontrado. Nesse caso:

Fonte: 205 x 0,3 = 61,5 Ah

Para simplificar bastaria termos dividido a potência instalada por 65.

Aplicar o coeficiente de 30 % é o mesmo que multiplicar por 0,3. Se fosse para acrescentar 30 % seria aplicado o coeficiente de 130 %, ou seja, o mesmo que multiplicar por 1,3.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, emanuelnobrega disse:

@fst-lobo, não existe explicação e tenho certeza que não existem cálculos para isso. Mesmo em engenharia, muitas orientações para dimensionamento de componentes partem de observações práticas, experimentações e da experiência de quem domina o assunto. A área de fundamentação desses métodos ou mesmo da criação de formulas empíricas é o mundo acadêmico, contudo grande parte do conhecimento que temos hoje realmente começou no campo profissional.    P.S: Sou engenheiro.

Creio que você não tenha lido com a devida atenção, em nenhum momento foi mencionado acrescentar 30%. Também não falamos de tensão pois esse dado é irrelevante para a situação em questão, apenas tratamos da grandeza de acúmulo de energia (Ah).

Pode conferir:

Aplicar o coeficiente de 30 % é o mesmo que multiplicar por 0,3. Se fosse para acrescentar 30 % seria aplicado o coeficiente de 130 %, ou seja, o mesmo que multiplicar por 1,3.

 

Potência é relação de tensão e corrente, então é relevante na conta sim

Esse dimensionamento não leva em consideração a bateria a ser usada, a fonte e muitas coisas que são relevantes

Se eu colocar uma optima de 60ah não é a mesma coisa que uma original de 60ah, se usar uma fonte como a jfa ela não costuma suporta picos de corrente como as usinas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera mexi no som e segui a linha de eliminação de ruídos. Desconectei os cabos RCA do player e liguei o som. Nada dos ruídos sumirem. Aí partir para o processador PX1, desconectei os cabos RCA do aparelho com ele ligado e nada dos ruídos sumirem. Aí despluguei o conector de alimentação do processador e deixei sem os cabos RCA conectados nele e para a minha surpresa o ruído (hiiissss) persistiu! Ou seja, o problema não é no processador, deve ser na instalação. Estou suspeitando que seja o aterramento dos amplificadores!

Só falta eu verificar essa parte do aterramento dos amplificadores para saber se o real motivo dos ruídos estejam vindo dele. Eu não sei como está e quando eu mandei passar os cabeamentos na época eu não prestei atenção como o "estalador" aterrou os meus amplificadores.

 

:banghead:banghead:banghead

Share this post


Link to post
Share on other sites
50 minutos atrás, fst-lobo disse:

 

Potência é relação de tensão e corrente, então é relevante na conta sim

Esse dimensionamento não leva em consideração a bateria a ser usada, a fonte e muitas coisas que são relevantes

Se eu colocar uma optima de 60ah não é a mesma coisa que uma original de 60ah, se usar uma fonte como a jfa ela não costuma suporta picos de corrente como as usinas

No meu caso eu quero deixar a fonte JFA alimentando as baterias. A do cofre a futura bateria extra para o som, ambas ligadas em paralelo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, fst-lobo disse:

Potência é relação de tensão e corrente, então é relevante na conta sim

Nesse caso a tensão é constante, essa é a finalidade da fonte, concorda? Sendo a tensão constante essa grandeza se torna irrelevante. 

Você assistiu o vídeo e leu os textos??

1 hora atrás, fst-lobo disse:

Esse dimensionamento não leva em consideração a bateria a ser usada, a fonte e muitas coisas que são relevantes

Lógico que leva! Ou não percebeu que no exemplo do @Rogério Mendes confirmei se as baterias dele estavam dimensionadas corretamente? E a capacidade da fonte é exatamente o objetivo do cálculo!!

 

1 hora atrás, fst-lobo disse:

Se eu colocar uma optima de 60ah não é a mesma coisa que uma original de 60ah, se usar uma fonte como a jfa ela não costuma suporta picos de corrente como as usinas

Nesse caso eu confio na sua afirmação pois sei que é experiente nisso.

Abraço!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...