Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. 
- Campeonato SQ Excperience - Garagem 55 - Móoca - São Paulo/SP - domingo 26/Novembro/2023 *****

Sign in to follow this  
Alves

GM diz que tentou 4 carros e não achou sucessor do Celta

Recommended Posts

'Tentamos 4 vezes e ainda não temos o carro de R$ 30 mil', diz Chevrolet

Montadora ainda não conseguiu definir um sucessor para o Celta.

Novo Camaro foi confirmado para 2016, enquanto 'veterano' Classic segue.

 

 

 

André Paixão Do G1, em Campinas (SP)

 

chevroletcelat_2015_1.jpg

Chevrolet Celta 2015 (Foto: Divulgação)

 

No início de setembro, a Chevrolet retirou de seu site oficial o Celta, depois de 15 anos e 1,7 milhão de unidades produzidas. Antes disso, em agosto, já era praticamente impossível encontrar alguma unidade à venda nas lojas.

 

Com a saída de um modelo, é natural que outro ocupe o espaço deixado. Não é o caso do Celta, que não ganhou um substituto. Mas isso não quer dizer que a GM desistiu de ter um modelo de entrada. A questão é que o substituto ainda não foi encontrado.

 

“Tentamos por 4 vezes fazer um carro de R$ 30 mil, mas ainda não conseguimos”, afirmou Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil. Para o executivo, a questão, porém, não é fundamental para o sucesso da marca.

 

Mas a movimentação da concorrência pode apressar os planos para criar o tão falado “carro de R$ 30 mil”. “Vamos esperar e ver como vai ser o 'city car' que a Fiat está preparando”, completou o executivo.

 

Já para o presidente da GM para a América do Sul, Barry Engle, a resposta para o “novo Celta” pode vir do exterior, mas esbarra em outros problemas. “Câmbio alto e inflação são agora os fatores que complicam a escolha”, disse.

 

Vale lembrar que a marca irá investir até 2019 a quantia de R$ 13 bilhões no Brasil. Como parte deste investimento, está a criação de uma nova família de veículos.

 

Mesmo se não houver um sucessor do Celta, a empresa não parece tão preocupada. No segmento imediatamente acima, a marca domina o varejo – o Onix, que parte de R$ 37.790, é o modelo mais vendido do país para pessoas físicas.

 

chevrolet_classic_2016_12.jpgChevrolet Classic 2016 (Foto: Divulgação)

 

Veteranos

 

Por outro lado, quem quiser uma opção mais em conta do que o Onix, pode optar por outro veterano da Chevrolet, o Classic. O sedã compacto parte de R$ 33,9 mil, e é um dos modelos que possuem o projeto mais antigo à venda no Brasil.

 

A história do Classic remete a 1996, ano em que foi lançado no Brasil como Corsa Sedan. De lá para cá, foram alguns aprimoramentos e leves mudanças visuais. Mas, quem pensa que o veteraníssimo estar em linha até hoje é motivo de vergonha para a GM, está errado. “O Classic é um fenômeno, é a opção mais barata para quem precisa de um carro barato, mas também espaçoso”, completou Munhoz.

 

gmmontana.jpgChevrolet Montana 2015 (Foto: Divulgação)

 

O terceiro veterano na linha da Chevrolet é a Montana. A picape compacta ainda carrega o visual de 2010, baseado no já extinto Agile. Nas vendas, ela é a terceira mais vendida em um segmento de três rivais. Apesar de ter números consistentes (foram 18 mil unidades entre janeiro e agosto), ela perde para VW Saveiro (42 mil unidades) e Fiat Strada (72 mil unidades).

 

Neste caso, os chefes da GM parecem discordar. Para Engle, “o segmento é importante, e a Chevrolet deve sim, fazer algo para atualizar a picape”. Já Munhoz parece menos otimista com mudanças. “A Montana é voltada para o trabalho e faz bem isso, não há por que mudar”, disse.

 

2016-chevrolet-camaro-rs-003.jpg6ª GERAÇÃO: Chevrolet Camaro 2016 (Foto: Divulgação)

 

Camaro vem

 

A dificuldade do câmbio, mencionada por Barry Engle sobre a chegada de um novo subcompacto é refletida também nos modelos mais caros da marca, principalmente aqueles que já são vendidos por aqui.

 

O caso mais exemplar é o Camaro. Nos Estados Unidos, o esportivo já ganhou nova geração. A atual, ainda vendida no Brasil, nem é mais produzida. E é aí que nasce o problema. Ao trocar de geração, a marca teria que atualizar os preços em dólar para real.

 

“O carro chega no ano que vem, porém, vamos ter que fazer as contas. Não dá pra perder dinheiro vendendo Camaro, que tem um certo volume. Por outro lado, é um carro de imagem, e temos que trazer”, disse Munhoz.

 

Uma possível solução, a vinda de modelos com motores menores, um V6, ou até um 2.0 turbo, porém, está descartada. “Se vamos trazer uma versão de um esportivo, ela deve ter bom desempenho, não pode ser o 2.0. E os clientes nem consideraram o V6, em clínicas, comparado com o V8”, completou o vice-presidente.

 

Com isso, quando for lançada, a nova geração do Camaro não deve sair por muito menos de R$ 300 mil, contra os R$ 241.350 atuais.

 

 

 

Fonte: http://g1.globo.com/carros/noticia/2015/10/tentamos-4-vezes-e-ainda-nao-temos-o-carro-de-r-30-mil-diz-chevrolet.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém avisa pra gm que o carro de 30mil eles já fazem... Não, pera. Por 40 ele já é o mais vendido, então nem precisa um de 30 hehehe.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O carro de "R$30mil vendido a "R$ 40 mil" eles já tem! Afinal de contas, o Onix entrou para substituir os dois modelos Corsa e Celta, não?!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro que a GM não tem sucessor pro Celta. Provavelmente não compensa refazer as latas do corsa 94 e continuar vendendo o mesmo carro por mais 15 anos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ônix era pra ser o carro abaixo do Agile, hoje tomou o lugar do Agile e o Celta deixou uma lacuna.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se for pra fazer um carro novo sobre a plataforma e motor de corsa Wind, melhor que fique sem substituto mesmo... GM e Fiat estão dormindo no ponto, se a VW adotar o motor TSI para Fox, Gol, etc, a coisa vai ficar feia especialmente para essas duas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se for pra fazer um carro novo sobre a plataforma e motor de corsa Wind, melhor que fique sem substituto mesmo... GM e Fiat estão dormindo no ponto, se a VW adotar o motor TSI para Fox, Gol, etc, a coisa vai ficar feia especialmente para essas duas.

 

E não deve demorar pra vw fazer isso, porém gol 1.0 tsi vai custar 60k rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse motor tsi vai ser um grande mico em pouco tempo... A não ser que ele use oleo 20w50 SJ e a troca seja a cada 15K. Vai micar igual gol turbo, fiesta supercharger....

 

Juro que por alguns meses eu olhava o Sonic e pensava: até que esse carrinho que substituiu o celta ficou aceitável...

 

Eu (e a GM), estávamos por fora do $ desse carrinho. :vts

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pode ser que não mique tanto, a depender da forma como a VW vai abastecer o mercado de peças. Na época do Gol Turbo tudo que quebrava era BUCHA pra arrumar. Custava caro, quando chegava no terceiro dono já tava com o VVT desativado, turbina fumando e cheio de remendos.

 

Honestamente eu ainda tenho minhas reservas com essa tendência de downsize, não acho que no Brasil a coisa seja positiva não. Em alguns carros, como o Golf, até funciona, mas quando chegar no terceiro dono também mica. O primeiro, óbvio, vai cuidar direitinho e sabe que tem um carro que demanda manutenção, afinal pagou caro nele.

 

Vamos ver como o mercado vai se adaptando. Existia um grande preconceito contra os motores multiválvulas por causa do tempra e do gol 16v. Hoje não existe mais essa frescura (ok, o gol 16v ainda vale po*** nenhuma, mas é por mérito próprio).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vai micar sim, começando pela falta de mão de obra e informativos técnicos...

 

Aqui só vira AP e monzatec

 

 

Kléber, o grande "problema" do Tempra era seu super aquecimento, existia até um "kit verão" para mudar o cebolão de lugar e a ventoinha atuar mais cedo.

 

Esse problema era devido a burrice do Brasileiro e a economia porca na manutenção do carro. Esse motor trabalhava com temperatura superior a 120°C , e no BR o cara paga 80k no carro e acha que 300,00 na troca de óleo e filtro é absurdo e desnecessário, o que dizer então sobre o uso de aditivo no radiador? Havia a necessidade do uso do aditivo, para mudar o ponto de ebulição da água.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Kléber, o grande "problema" do Tempra era seu super aquecimento,

 

Amigo meu tinha comprado um Ouro, na época de gala do tempra... meteu na estrada com o pé no assoalho, 1 mês de uso, rodou meia hora tentando manter o carro na velocidade máxima... saiu de guincho. :vts

Share this post


Link to post
Share on other sites

o motor do corsa gsi é mais moderno q esses atuais do celta/onix ..mais como brasileiro em sua maioria não tem opinião propria compra gm pq gm é conforto!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse motor tsi vai ser um grande mico em pouco tempo... A não ser que ele use oleo 20w50 SJ e a troca seja a cada 15K. Vai micar igual gol turbo, fiesta supercharger....

 

Juro que por alguns meses eu olhava o Sonic e pensava: até que esse carrinho que substituiu o celta ficou aceitável...

 

Eu (e a GM), estávamos por fora do $ desse carrinho. :vts

 

talvez não, o que tenho visto, é que o público de quem compra carro turbo é mais jovem, logo mais informado.

 

os mais conservadores da era AP não vão de carro turbo porque turbo não presta.

 

 

e claro, vai depender do valor das revisões.

 

 

ps: 20w50 é apelação, nada usa isso hoje em dia, se fosse assim TODOS carros teriam "micado".

Edited by Rafael_Brasil_123

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

talvez não, o que tenho visto, é que o público de quem compra carro turbo é mais jovem, logo mais informado.

 

os mais conservadores da era AP não vão de carro turbo porque turbo não presta.

 

 

e claro, vai depender do valor das revisões.

 

 

ps: 20w50 é apelação, nada usa isso hoje em dia, se fosse assim TODOS carros teriam "micado".

 

A questão não é o motor usar esse óleo, mas suportar seu uso. Já comente aqui, tenho um amigo que tem troca de óleo em lugar nobre, fico lá direto, 30% dos carros colocam óleo errado (querem o mais barato, mesmo que não seja o recomendado, e é avisado que pode dar problema), Trocam o óleo com 15K, e mtas vezes se recusam a trocar o filtro.... Com a velha desculpa " o próximo dono arruma ".

 

Aparece gente com carro de quase 100k que se recusa a gastar 300 de óleo.. Que o " óleo para 5k", e troca a cada 10k.

 

E o pior de td é que demora para dar problema... O carro aguenta mais de 80k com óleo errado (com no máximo 50k esse carro já foi vendido)

Share this post


Link to post
Share on other sites

a gm poderia abrir mão dessa categoria ou inovar, voltando às raízes, fazendo carros realmente macios e confortáveis. porque já não ganha em performance ou economia de qualquer forma mesmo....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Motor turbo tem um grande problema, que não acontece tanto com carro aspirado pelo pouco ganho de potência, muito nego compra e vai "chipar".

 

O problema não é o motor em si, mas os donos dos carros, sem falar que depois do terceiro dono vale tudo que é adaptação pra manter o carro andando.

 

Custo de manutenção de motor moderno não é o mesmo de motor "feijão com arroz", assim como manutenção de carro premium custa muito mais que a de um popular. Não basta ter grana pra comprar, tem que ter grana pra manter.

 

Sobre os 1.0 16v, sumiram do mercado. Tinha VW, GM, Fiat com esses motores, depois abandonaram.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Motor turbo tem um grande problema, que não acontece tanto com carro aspirado pelo pouco ganho de potência, muito nego compra e vai "chipar".

 

O problema não é o motor em si, mas os donos dos carros, sem falar que depois do terceiro dono vale tudo que é adaptação pra manter o carro andando.

 

Custo de manutenção de motor moderno não é o mesmo de motor "feijão com arroz", assim como manutenção de carro premium custa muito mais que a de um popular. Não basta ter grana pra comprar, tem que ter grana pra manter.

 

Sobre os 1.0 16v, sumiram do mercado. Tinha VW, GM, Fiat com esses motores, depois abandonaram.

 

Só nessas 3. Renault e Nissan mantém, por exemplo. As chinesas estão trazendo a maioria com cabeçote multiválvulas. Não sei em 1 litro, mas um pouco acima disto é tudo 3 ou 4 válvulas por cilindro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que 1.0 16v aspirado é sofrível, 1.0 já não tem torque e 16v exige um giro extra pra aparecer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

O problema não é o motor em si, mas os donos dos carros, sem falar que depois do terceiro dono vale tudo que é adaptação pra manter o carro andando.

 

Custo de manutenção de motor moderno não é o mesmo de motor "feijão com arroz", assim como manutenção de carro premium custa muito mais que a de um popular. Não basta ter grana pra comprar, tem que ter grana pra manter.

 

.

 

Isso mesmo !!

 

PS hj dirigi um quarteirão o carro do meu cunhado (da empresa), ônix 1.4 com 3.500km, já tomei um susto qdo entrei, acabamento pobre ao extremo (bonito, mas de material péssimo). Passei exatamente na mesma rua que passo td dia c meu carro (105k só troquei o pneu, nem alinhamento nunca fiz), e a po*** do ônix fazia mais barulho de suspensão que meu carro. TNC !

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que 1.0 16v aspirado é sofrível, 1.0 já não tem torque e 16v exige um giro extra pra aparecer.

 

O renault é bem elástico, mas se quiser tocar como um 8V ele morre MESMO. Mas anda, viu, se esticar as marchas direitinho nem parece 1.0.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vai micar sim, começando pela falta de mão de obra e informativos técnicos...

 

Aqui só vira AP e monzatec

 

 

Kléber, o grande "problema" do Tempra era seu super aquecimento, existia até um "kit verão" para mudar o cebolão de lugar e a ventoinha atuar mais cedo.

 

Esse problema era devido a burrice do Brasileiro e a economia porca na manutenção do carro. Esse motor trabalhava com temperatura superior a 120°C , e no BR o cara paga 80k no carro e acha que 300,00 na troca de óleo e filtro é absurdo e desnecessário, o que dizer então sobre o uso de aditivo no radiador? Havia a necessidade do uso do aditivo, para mudar o ponto de ebulição da água.

 

Outro problema do Tempra 16v era a utilização de uma correia dentada muito fina! Era mais fina até que dos Fire 16v atualmente. Não durava 10mil km a correia dentada, fora a complexibilidade de fazer a troca desse item e de seus acessórios agregados. E pra botar no ponto? Mecânicos acostumados com o 147 Fiasa, penavam e um errinho sequer, lascava tudo no Tempra!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O renault é bem elástico, mas se quiser tocar como um 8V ele morre MESMO. Mas anda, viu, se esticar as marchas direitinho nem parece 1.0.

 

Meu Corsa 16v, se esticar as marchas ele berra um pouco, mas andando de boa, de 5ª marcha bem embalado o bicho vai embora!

 

O grande problema de quem tem carros 1.0 16v ou mesmo carros 2.0 16v, querem já sair em disparada nos semáforos, como se fosse um motor de 8v que tem torque em baixa!

 

No início eu penei ahuahauha. Nunca tinha dirigido um carro 16v e ainda mais 1.0. Já me acostumei, de início é bem manco mesmo para sair, mas depois do embalo, tchau.

 

Eu sinceramente, prefiro motores multiválvulas!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro que a GM não tem sucessor pro Celta. Provavelmente não compensa refazer as latas do corsa 94 e continuar vendendo o mesmo carro por mais 15 anos...

 

O Agile é o Corsa 94 modificado maquiadamente e com mimos modernos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...