Ir para conteúdo


Foto

[ Elétrica ] Velas de Ignição - I

Não há respostas para este tópico

#1
Eric INFK

Eric INFK

    veterano

  • Admin
  • 11.652 posts
  • Cadastrado: 08/09/2003
  • Cidade/UF:São Paulo/SP
Grau térmico da vela de ignição

O grau térmico descreve a capacidade de uma vela de ignição em dissipar o calor gerado na câmara de combustão. O calor recebido por uma vela depende do tipo de cada motor.

O grau térmico é importante porque é necessário manter uma temperatura mínima na câmara de combustão para prevenir carbonização (autolimpeza) e conseqüentemente, as falhas de ignição. Por outro lado, é necessário também não exceder uma certa temperatura máxima para a prevenção de auto-ignição.

Por essas razões, a faixa de temperatura operacional da vela de ignição é definida de acordo com a potência específica de cada motor.

O grau térmico de cada tipo de vela é indicado por um número e esse número faz parte da designação das velas NGK.

Assim como no termômetro, números altos como 8, 9 e 10 representam velas "Frias", ou seja, velas com alta capacidade de dissipação do calor gerado pelo motor - Ex. Ferrari.

Números de mais baixos, como 5, 6 e 7 representam velas "quentes", ou seja, velas com baixa capacidade de dissipação do calor gerado pelo motor - Ex. Fusca.

Representação dos diferentes graus térmicos - Usar gráfico
Imagem Postada

1 - Vela Quente - INDICADOR TÉRMICO ALTO
Grande superfície do pé do isolador - absorve muito calor.
Longo caminho condutor de calor - baixa dissipação do calor produzido pelo motor.

2 - Vela com indicador de índice térmico médio
Configuração intermediária entre a vela fria e a vela quente.
Tem a superfície do pé do isolador menor do que na vela quente e uma dissipação de calor melhor.

3 - Vela Fria - INDICADOR TÉRMICO BAIXO
Pequena superfície do pé do isolador - absorve pouco calor.
Curto caminho condutor de calor - boa dissipação do calor.

Imagem Postada

  • 0







Smartfix