Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Sound Quality em São Paulo/SP domingo (27/10/2019) *****

Search the Community

Showing results for tags 'carros'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • AutoSom.net Fóruns
    • Fórum AutoSom.net
  • SpportCarBR Fóruns
    • Forum SpportCar-BR
  • Classificados
    • Classificados: Compra e Venda
  • Entre Comunidades
    • Som Automotivo na Internet
    • Notícias do fórum
  • Canal Auto Peças on-line
    • Forum Peças on-line

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


Website URL


Skype


City/State/Contry


Interests


CPF


Car Audio installed


Tuning


Complete real name

Found 4 results

  1. Fazemos compras no paraguai , para os clientes que não podem se deslocar até lá, fazemos orçamentos e cotação de produtos.O Personal Shopper é um especialista em compras que atua de forma personalizada. Você informa o que precisa comprar e o orçamento que tem disponível e ele corre atrás.Resumindo: esse profissional facilita muito a sua vida! Contando com esse serviço, você economiza tempo, dinheiro e compra realmente o que precisa. É a chamada compra consciente.Qualificado para atender as necessidades do cliente, o personal shopper possui habilidades para oferecer a melhor opção de compra. Pra isso, ele precisa ter conhecimento do segmento em que atua, saber das últimas tendências e utilizar técnicas fundamentais para a escolha do produtoMe chame no whats para conversarmos melhor (48) 9 9157-2114
  2. Híbridos dominam lista de carros mais econômicos. Novo Renault Clio é o melhor "mortal" Um importante fator que a maioria dos brasileiros presta atenção na hora de comprar um carro novo é o consumo de combustível. E o InMetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – faz constantemente testes com diversos modelos. A lista conta com mais de 140 veículos e os três primeiros veículos que lideram são os chamados híbridos – que aliam um motor elétrico e outro a combustão e, por isso, tendem a ter uma autonomia maior que os carros "mortais". E o preço passa dos R$ 100 mil. O primeiro é o Ford Fusion Hybrid, que ainda não está à venda no mercado brasileiro, mas o InMetro testou e registrou um consumo de 16,8 km/l. A segunda colocação ficou o Lexus CT200h, empatado com o Toyota Prius. O hatch da marca de luxo da Toyota – com valor de R$ 149 mil – atingiu 15,7 km/l. O mesmo do Prius começou a ser vendido esse ano na faixa dos R$ 120 mil. Deixando os ecologicamente corretos de lado, o primeiro carro "normal" da lista é o repaginado Renault Clio – lançado em novembro de 2012. O compacto francês com motor flex 1.0 litro 16V na versão Authentique registrou 14,3 km/l (gasolina) e 9,5 km/l (etanol). Completam a lista dos dez primeiros, o Smart Fortwo Hybrid, Renault Sandero/Logan, Fiat Uno Mille Fire, Nissan March e o novo Uno Economy Evo. O Volkswagen Gol – carro mais vendido no país – só aparece na 15ª posição, na geração anterior e na versão Bluemotion, com consumo de 12,8 km/l (gasolina) e 8,4 km/l (etanol). O modelo da Volks fica logo atrás do New Fiesta 2014 1.6 litro que tem médio de 12,0 km/l (gasolina) e 8,0 km/l (etanol). O novo Gol – que ganhou um facelift recente – surge no 21º lugar também na versão Bluemotion e com números de 11,8 km/l (gasolina) e 8,0 km/l (etanol). Em 26º, aparece o Gol "convencional" com motor 1.0 litro 16V e consumo de 11,6 km/l (gasolina) e 8,0 km/l (etanol). No meio dos Volkswagen está o coreano-brasileiro Hyundai HB20 na carroceria hatch em 24º lugar, com 11,6 km/l (gasolina) e 7,6 km/l (etanol). Na parte de baixo da tabela a decepção fica para os modelos da Volvo. Dos últimos dez colocados, cinco são da marca sueca. Em 131º, está utilitário XC60 2.0 litros 16V com 7,6 km/l (gasolina). O V60 vem em 136º com 6,2 km/l, seguido pelo esportivo S60 com 6,0 km/l. Os dois piores na avaliação do InMetro são o XC60 com motor 3.0 litros 24V – com 3,6 km/l e seu "irmão" maior XC90 3.2 litros 24V que registrou apenas 3,2 km/l. Vale lembrar que o InMetro não testou todos os carros à venda no território brasileiro. Veja os 20 primeiros e os 20 últimos na ranking de consumo gasolina/etanol: 1º) Ford Fusion Hybrid 2.0 16V - 16,8 km/l 2º) Lexus CT200h 1.8 16V - 15,7 km/l 3º) Toyota Prius 1.8 16V - 15,7- km/l 4º) Renault Clio 1.0 16V - 14,3 km/l e 9,5 km/l 5º) Smart ForTwo 1.0 12V - 13,2 km/l 6º) Renault Sandero 1.0 16V - 12,9 km/l e 8,4 km/l 7º) Renault Logan Authentique 1.0 16V - 12,9 km/l e 8,4 km/l 8º) Fiat Uno Mille Fire 1.0 8V - 12,7 km/l e 8,9 km/l 9º) Nissan March 1.0 16V - 12,6 km/l e 8,9 km/l 10º) Fiat Novo Uno Economy Evo 1.4 8V - 12,5 km/l e 8,7 km/l 11º) Toyota Etios X/XS hatch 1.3 litro 16V - 12,5 km/l e 8,5 km/l 12º) Fiat Novo Uno Vivace Evo 1.0 8V - 12,3 km/l e 8,3 km/l 13º) Kia Picanto 1.0 12V - 12,0 km/l e 8,0 km/l 14º) Ford New Fiesta 2014 1.6 16V - 12,0 km/l e 8,0 km/l 15º) Volkswagen Gol G5 Ecomotion 1.0 8V - 12,0 km/l e 8,4 km/l 16º) Fiat Siena EL 1.0 8V - 11,9 km/l e 8,0 km/l 17º) Toyota Etios X/XS/XLS 1.5 16V sedã - 11,9 km/l e 8,4 km/l 18º) Citroën C3 Origine/Tendance 1.5 8V - 11,9 km/l e 7,5 km/l 19º) Honda Fit DX/LX 1.4 16V - 11,8 km/l e 8,1 km/l 20º) Volkswagen Novo Voyage Bluemotion 1.0 8V - 11,8 km/l e 8,0 km/l 121º) Suzuki Grand Vitara 4X2 2.0 16V - 7,6 km/l 122º) Suzuki Grand Vitara MT 2.0 16V - 7,6 km/l 123º) JAC J6 S/Diamond/Luxury/Black 2.0 16V - 7,4 km/l 124º) Kia Optima 2.4 16V - 7,4 km/l 125º) Renault Duster 4X2/Expression 4X2/Dynamic 4X2 1.6 16V - 7,4 km/l e 6,7 km/l 126º) Haima 7 2.0 16V - 7,3 km/l 127º) Suzuki Grand Vitara AT 2.0 16V - 7,3 km/l 128º) Fiat Freemont 2.4 16V - 7,2 km/l 129º) Volvo V60 T5 - 7,1 km/l 130º) Volvo S60 2.0 16V - 7,0 km/l 131º) Volvo XC60 2.0 16V - 6,9 km/l 132º) Mitsubishi Outlander 4X4 3.0 24V - 6,9 km/l 133º) Kia Sorento EX/LX 2.4 16V - 6,8 km/l 134º) Mercedes-Benz ML350 3.5 24V - 6,4 km/l 135º) Kia Sorento EX/LX 3.5 24V - 6,3 km/l 136º) Volvo V60 3.0 24V - 6,2 km/l 137º) Dodge Journey 3.6 24V - 6,1 km/l 138º) SsangYong Actyon 2.3 16V - 6,1 km/l 139º) Volvo S60 3.0 24V - 6,0 km/l 140º) Volvo XC60 3.0 24V - 5,9 km/l 141º) Volvo XC90 AWD 3.2 24V - 5,6 km/l ossa o Jaca 6 me espantou. Do duster eu ate esperava pouco, mas foi pior que eu imaginava. Fonte: http://motordream.bo...o-melhor-mortal Lista: http://download.uol...._leves_2013.pdf
  3. IPI menor pode ser eternizado e provocar "corrida do ouro" no Brasil 04/04/201319h21 Comunicar erro Enviar por e-mail terr Fernando Calmon Colunista do UOL Murilo Góes/UOL O compacto Celer será o primeiro carro da chinesa Chery feito no Brasil, em 2014. Por ora, sete novas marcas confirmam chegada até 2015 e o número de novatas só deve aumentar Dessa vez, um segredo bem guardado. Congelamento das alíquotas do IPI até 31 de dezembro -- com cancelamento dos dois aumentos previstos para abril e julho -- foi anunciado durante feriado da Páscoa. No momento, o governo está preocupado não apenas em sustentar o crescimento no mercado de veículos, mas de tabela controlar reflexos na inflação. Há especulações de que tal patamar de IPI poderia se manter indefinidamente, sinalizando pequena mudança de rumo. Afinal, aqui estão os automóveis mais taxados do mundo, em longa cadeia de impostos sobre impostos. Um dia, isso teria de mudar. Essa reviravolta já mexeu nas previsões do setor para 2013. Cledorvino Belini, presidente da Anfavea, acredita em vendas de 4% a 5% superiores em relação ao ano passado (antes, de 3,5% a 4,5%). Ele fez a afirmação durante o IV Fórum da Indústria Automobilística, em São Paulo, promovido essa semana em São Paulo pela Automotive Business. Inovar-Auto, ambicioso regime anunciado em setembro de 2012, ainda provoca muitas dúvidas sobre o nível de avanço em tecnologia nos próximos cinco anos e dominou os debates. Como lembrou Stephan Keese, da consultoria Roland Berger, já foi dito no exterior que o mercado brasileiro deve deflagrar uma nova "corrida do ouro". Porém, ele desconfia mais de uma corrida contra o tempo do que propriamente de resultados financeiros, inclusive com risco de excesso de capacidade instalada. O ENTRAVE DA VEZ Com fortalecimento da indústria automotiva, elo fraco passa a ser o setor de autopeças, pouco competitivo. Falta de investimento, tecnologia e real valorizado são problemas a serem resolvidos. CORRIDA DO OURO Prejuízo estimado pela Ford na América do Sul, no primeiro trimestre, pode chegar a US$ 300 milhões -- o Brasil representa 60% das vendas das marca na região. GM também perdeu dinheiro na região, ano passado. No entanto, um mercado com algo entre cinco e seis milhões de unidades, até o final da década, se tornará ainda mais disputado. Há sete novos fabricantes de veículos leves se instalando no país até 2015, para totalizar 25, e não vai parar aí. Fábricas de motores passarão de 13 para 18, incluindo a Fiat, em sua nova unidade industrial em Pernambuco, e a Chery, que anunciou durante o Fórum. Hyundai Brasil, em breve, também anunciará a produção de motores. Para o economista José Mendonça de Barros o consumidor deve esperar uma paulatina queda real de preços dos carros novos (ou aumentos inferiores à taxa de inflação para ser mais claro), acompanhado de desvalorização maior dos modelos usados. Esse descolamento é irreversível em situações de crescimento firme do mercado e continuará nos próximos anos. Existe preocupação do setor de autopeças quanto à regulamentação do conteúdo local, adiada por mais dois meses pelo governo federal. Exigirá rastreabilidade do país de origem das peças e incertezas de como será feito o controle na Argentina, um vespeiro conhecido. Foi discutida a possibilidade de criar o programa Inovar-Peças, simultâneo ao Inovar-Auto, que adicionaria novos níveis de complexidade, apesar do potencial de desemperrar as coisas. Falta competitividade na indústria brasileira e o setor automobilístico não é exceção. Paulo Butori, presidente do Sindipeças, colocou no rol dos problemas a moeda valorizada. Para ele, sem resolver a questão será muito difícil avançar. Exemplificou com o ramo de autopeças que passou de superavitário a deficitário no comércio exterior, em meia dúzia de anos. + Subsidiária da GM na Argentina confirmou lançamento do SUV compacto Tracker (ou Trax, como é chamado nos mercados onde é vendido atualmente), vindo do México, no terceiro trimestre do ano. Jaime Ardila, presidente da empresa no Brasil e América do Sul, em entrevista à TV a cabo Band News, de fim de noite, admitiu de forma indireta que também chegará aqui até o fim do ano. E que um subcompacto está nos planos. + AUDI TT chega aos 15 anos e oferece cada vez mais potência. RS tem motor de cinco cilindros, 2,5 L, e ronco quase como o de um seis-cilindros em linha. Para guiar sem sustos, lidar com 340 cv e torque assombroso de 45,9 kgfm, tração é nas quatro rodas. Estilo do cupê compacto permanece fiel ao original, sem sinais de cansaço, um tanto raro, hoje. + Mais atraente que o Cielo, compacto Chery Celer foi finalmente colocado à venda. Marca chinesa demonstra que quando a fábrica de Jacareí (SP) entregar as primeiras unidades, em um ano, terá produto competitivo e segurança de conteúdo nacional. Em versões hatch (R$ 35.990) e sedã (R$ 36.990), tem motor flex 1,5 L e pacote completo de equipamentos. + Tela multimídia de comando por toque veio para ficar. Renault já a oferece para toda a linha Sandero/Logan, ao preço em torno de R$ 600. Duster Techroad desbravou o interesse pelo equipamento (no caso, de série), bem fácil de operar. Esse utilitário compacto, bom de guiar, mostra limitações ergonômicas: perna esbarra na caixa de comando dos vidros elétricos. + Linha 2014 do Fox, lançada agora, tem poucas mudanças. Freios ABS são os de nona geração: cada vez menos pulsação no pedal em frenagem de emergência. Discos de freio do CrossFox têm maior diâmetro em razão do acréscimo de massa da versão, em relação ao resto da linha, pelo suporte externo do estepe e suspensão reforçada. Leia mais em: http://noticias.bol....o-no-brasil.htm
  4. Dez nomes de automóveis que viraram piada ao redor do mundo da Redação de MotorDream com AutoCosmos.com Definir o nome de um carro com certeza não é uma tarefa fácil. Há inclusive profissionais dedicados unicamente a esse serviço nas empresas do setor. O nome considerado ideal normalmente é simples, fácil de memorizar e chama atenção do público. Mas, algumas vezes, o resultado não sai como o previsto. Existem denominações que, por causa dos diferentes idiomas e gírias regionais, se tornam verdadeiras piadas em alguns locais. E podem simplesmente arrasar com as vendas de qualquer modelo. Para mostrar como é complicada a tarefa de batizar um automóvel, MotorDream elaborou - junto com o parceiro editorial AutoCosmos, do México - uma lista de modelos cujos nomes já renderam muitas risadas. Confira abaixo a galeria com os dez concorrentes e deixe seu voto na Enquete, localizada na parte inferior direita na capa do site! Qual é o nome de carro mais bizarro de todos os tempos? 1- Mazda Laputa Este compacto japonês não foi comercializado em países latinos por causa do nome e também da forma como foi promovido pelo fabricante. "Laputa é perfeito para o uso diário, fácil de estacionar e manobrar na cidade, além de conveniente e confiável no campo”. Tal mensagem traduzida para língua espanhola dá margem a bizarras interpretações. 2- Gaylord Gladiator Esportivo com aparência de tubarão, o Gaylord Gladiator é o resultado de um exercício de engenharia sem precedentes para a época que foi criado, no final da década de 50. O modelo é fruto de um sonho de dois irmãos que eram apaixonados por carros e queriam construir o esportivo mais luxuoso e confortável da história. Foram produzidas apenas 3 unidades e as encomendas ficaram muito abaixo do esperado, o que acabou com o projeto. Ser conhecido como "Gay lord" certamente não ajudou a popularizar o belo veículo entre os machões norte-americanos. 3- Lancia Marica Apresentado pela empresa italiana em 1969, suas linhas influenciaram muitos modelos da época. O carro ostentava um design bastante elegante e desportivo. Mas o significado de seu nome, em alguns países de língua espanhola, caracteriza uma ofensa ao universo homossexual masculino. 4- Mitubishi Pajero O nome adotado pela marca ao seu utilitário mais famoso tem inspiração sul-americana. O significado vem de Leopardus pajeros, os gatos dos pampas nativos da região da Patagônia, na Argentina. Porém, em alguns países, principalmente os de língua espanhola, a palavra "pajero" tem o sentido de masturbador. Por isso, em alguns mercados, a Pajero é conhecida como Montero, que significa "caçador da montanha". 5- Ford Pinto O Ford Pinto era um carro compacto para os padrões americanos, desenvolvido na época da crise do petróleo. Foi lançado em 1971 para competir no mercado dos EUA contra carros importados menores e foi um sucesso comercial retumbante. Um dos motivos foi o seu nome sexualmente sugestivo, que virou piada em diversos países, inclusive nos Estados Unidos. 6- Kia Borrego O Kia Mohave é um SUV de luxo produzido pela fabricante sul-coreana Kia Motors. Originalmente apresentado como Kia Mesa em 2005 no Salão de Detroit, mas nos Estados Unidos é comercializado como Kia Borrego. Em alguns países latino-americanos, "borrego" é uma pessoa que se submete à vontade do outro, sem revolta ou protesto. 7- Chana A marca chinesa conhecida por fabricar veículos comerciais leves chegou ao Brasil em 2006 e desde então é alvo de piada nas ruas. Afinal, em diversas regiões brasileiras, a palavra serve para designar a genitália feminina. A gozação foi tamanha que a marca mudou de nome no Brasil - agora se chama Changan. 8- Kia Picanto Outro modelo bastante conhecido no Brasil e que constantemente é alvo de piadas por onde passa é o Kia Picanto. A associação de seu nome com um termo usado para designar o órgão sexual masculino sempre foi motivo da chacota no mercado brasileiro. O subcompacto coreano Picanto é conhecido na Coréia do Sul como Kia Morning. Apesar das brincadeiras, o Picanto mostra que tamanho não é documento - está entre os carros importados mais vendidos no Brasil. 9- Opel Ascona O Opel Ascona, chamado no Brasil como Monza, foi produzido pela alemã Opel entre os anos 1970 e 1988. O modelo entra no Top 10, pois o nome Ascona refere-se, no Norte da Espanha e Portugal, à genitália feminina. Recentemente a Opel confirmou o conceito Monza para o Salão de Frankfurt, em Setembro. A ideia é que o modelo substitua o famoso Calibra. 10- Citroën Picasso Já bastante conhecido no Brasil, o Picasso, da Citroën é com certeza um dos modelos presentes em qualquer roda de piadas relacionadas a carros. Não bastasse o nome que remete a um termo usado para designar um órgão sexual masculino avantajado, o seu design robusto também é terreno fértil para os brincalhões de plantão. Talvez a nomenclatura automotiva que mais se enquadra no gênero ‘nomes que dão o que falar’ seria o Xsara Picasso, que possibilita um "trocadilho conjugado" de gosto ainda mais duvidoso. Por aqui os modelos Picasso – nome dado a carroceria minivan da marca francesa – chegaram nas versões C3, C4 e Xsara, este último, extinto no Brasil em 2012. http://motordream.bol.uol.com.br/noticias/ver/2013/07/09/pinto-chana-laputa-nomes-que-deram-o-que-falar

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...