Jump to content

AutoForum.com.br - Som automotivo e automóveis  - O fórum dos maníacos por som automotivo e automóveis
- Proibido conteúdo impróprio para menores em tópicos públicos: Nudez estrategicamente coberta; Roupas transparentes; Poses obscenas ou provocantes; Close-ups de seios, nádegas ou virilhas; (em cumprimento a normas do Google) Qualquer desvio, denuncie ao moderador.
- Usuários do Hotmail/Outlook/Msn - confira tutorial para receber emails do fórum;
- Qualquer problema em algum post, DENUNCIE ao moderador, utilize o link abaixo de cada post.
- Confira tutorial para enviar fotos. Tão fácil quanto um CTRL+V. (17/09/2015)
- Encontro Som de Qualidade em São Paulo/SP domingo  21/Novembro/2021 *****

Search the Community

Showing results for tags 'amplificadores'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • AutoSom.net Fóruns
    • Fórum AutoSom.net
  • SpportCarBR Fóruns
    • Forum SpportCar-BR
  • Classificados
    • Classificados: Compra e Venda
  • Entre Comunidades
    • Som Automotivo na Internet
    • Notícias do fórum
  • Canal Auto Peças on-line
    • Forum Peças on-line

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


Website URL


Skype


City/State/Contry


Interests


CPF


Car Audio installed


Tuning


Complete real name

Found 6 results

  1. Olá, pessoal! Sou novo no fórum, portanto me desculpem caso nao seja permitido esse tipo de tópico. Gostaria de uma ajuda para escolha de um amplificador para o meu sistema. Atualmente possuo 2 triaxiais de 6 polegadas nas portas dianteiras (50wrms cada auto falante) e 2 quadraxiais 6x9 na tampa do porta malas (com 70wrms cada auto falante). Tudo tocando em um player Tiger auto TG-4.3.006, sem amplificador. Gostaria de estar fazendo um upgrade e colocar um subwoofer bomber slim de 10 polegadas e 200wrms (passivo). Qual amplificador e potência voces me recomendam para esse sistema tocar bem?
  2. Galera, tenho 2 alto falantes de 3ohms e 100w ligado em paralelo (resultando em 1,5 ohms) em um CL1000 (versão antiga). Quero saber se da alguma diferença se eu ligá-los em série (resultando em 6ohms), ou é melhor deixá-los em paralelo mesmo? Obs.: Estou usando esses falantes para grave.
  3. Bom, a proposta é confrontar os amps. que pudermos. Minha preferência é que seja feito um TESTE CEGO, para que não haja efeito placebo ou preferência/tendência. Local e data definidos para o teste: Hertz Audio Logradouro: Rua Serra de Botucatu - 1714 Bairro: Vila Gomes Cardim Localidade / UF: São Paulo/SP CEP: 03317-001 Data: Sexta-feira, dia 07/09/2012 Horário: 09:30 Lista de amplificadores para votação: DAT 800.4 modificada - Agenor - R$2.500,00; Audison Thesis Quattro - Helio - R$8.000,00; Brax X2000 - Lucas Matheus - R$3.000,00; Sinfoni Amplitude 50x4 - Massami - R$2.500,00; Audison Thesis HV Venti - Ian - R$13.000,00 - à confirmar; DLS A4 - R$3.500,00 - à confirmar. Lista de candidatas para o Juri: Massami/Tatu; Ian - à confirmar; Agenor - à confirmar; Reginaldo - à confirmar; Dan - à confirmar; Paganini - à confirmar; Layout do teste: Residencial. Dynaudio 25 anos ou Focal Utopia N6 em bookshelfs. Teste cego. Alguma observação? Planilha de testes: Dinâmica; Controle nas baixas frequências; Extensão nas altas frequências; Palco e adendos; Ataque; Ritmo; Set de músicas: Sugestões? O teste deverá ser filmado para posterior publicação. Com o decorrer do tópico, atualizo o primeiro post. Por favor, mantenhamos o decoro. Opiniões sinceras e concretas serão bem-vindas, sem dúvidas. -*-*-*-*-*- Fotos e resultado a partir da página 8 ]http://autoforum.com.br/index.php?showtopic=181870&st=175
  4. Oi pessoal! Fiquei sabendo que, finalmente, a Falcon entrou nos digitais e lançou sua nova linha. Não sou expert no assunto mas achei bacana as especificações que tem no site da empresa. Segue o link dos produtos: http://www.falcon.com.br/produtos-amplificador-digital.php
  5. Olá Galera, Trata-se de um modulo recente no mercado, e que muita gente quer saber ou ter uma ideia do desempenho dele, por isso estamos postando este tópico, que é subjetivo, pra galera ler tirar as conclusões. O modulo trata-se do fabricante DAT, modelo Exclusive EX4, que um amigo comprou e nos emprestou pra teste. Testes e impressões iniciais: Ligamos o modulo e todos os testes foram feitos na bancada, com um player pioneer 880prs a princípio em flat e depois alguns testes simulatórios foram feitos ajustando o equalizador. Caixas pro stereo foram bookshelf da Sony (HI-FI), e na bridge um sub jl audio de 10' em caixa dutada, fonte usina de 90A, cabeamento speakers da Absolute Acoustics, dois pares de RCA de 1,5m da audioquest (king cobra) emprestado. O amplificador em teste e o player foram alimentados pela mesma fonte no teste, pra simular o desempenho no carro, mas saliento que o player ligado a outra fonte oferece mais qualidade de som e dinâmica. Avaliações externas, testes, audições e resultados: A princípio nos chamou atenção o acabamento, muito bom e carcaça com razoável massa dissipadora de calor. Parafusos de boa qualidade, excelentes conectores, crossover bem completo com ajustes precisos. A potência é bem alta, e comparando com os tradicionais Power One, bbuster 3600 GL, B52 ZL4240, que são os mais fortes classe AB de 4 canais na faixa de 400 a 800 reais, ele se saiu muito bem. Não vou colocar números de potência em Watts, por ser relativo, e ainda os padrões de medida de potência que temos por uso aqui no BR são diferentes dos oficiais, são relativos, complicados e polêmicos. Acho que um comparativo é mais claro, válido, esclarecedor e descomplicado. Além do mais o review é sobre a qualidade sonora do aparelho. (já sabemos tratar-se de um modulo de boa potência) Colocamos sob teste, liga e desliga sem barulhos nem estalos, tem boa reação contra curto na saída. Ouvimos diversas músicas, de diversos estilos, por algumas horas durante 2 dias, já que não temos tempo pra testes mais prolongados. No quesito que mais importa, que é desempenho e qualidade de som, no aspecto 'geralzão', ele se saiu muito bem: comparando com amplificadores mais tops e conceituados, mas nada acima de 2 mil reais, eu colocaria nota 7. Vivo e aberto, de transientes rápidos, tem bastante vivacidade e aparenta um excelente slew rate. Reproduz bem os harmônicos das músicas, tornando a sonoridade quente e intensa, gostosa de ouvir. O palco devido a isso parece ser ligeiramente estreito, mas eu diria que o som deste amplificador é gostosa de ouvir. Agudos tem boa qualidade e um certo grau de refinamento, sobem bastante, abertos, da pra fazer ''bonitinho'' com bons tweeters (e bons ajustes). Achei o timbre dos agudos diferente, são agudos 'fininhos', eu diria. O favorece instrumentos de sopro, mas que deixa sons de metais, sinos tubulares, um pouco magros. Mas isso vai depender também do tweeter, cabos e da própria HU. Tem quem diga que até a bateria e alimentação influi no timbre. O amplificador é novo, com o tempo de uso talvez os metais apareçam mais cristalinos, mas nada que desabone o amp. Os médios são encorpados, bom timbre, limpo, aprovado. São bem melhores que os módulos mais baratos, mas falta um pouco mais de pureza e cristalinidade, mas seria um pouco injusto reclamar ''pelo que custa''. Graves são bons, descem muito bem, tem peso e controle de cone maior que os módulos classe AB de alta potência tradicionais da mesma faixa de custo do mercado. Falta um pouco de velocidade e articulação nos graves, mas nada muito considerável. A distorção por IM também é baixa em alto volume, e os graves são presentes em baixo volume, surpreendentemente contrastando com o excelente controle de cone que ele tem. Ouvindo a música da pra perceber uma boa transiência e constância na amplificação, um dado bem interessante. Em um segundo teste que fiz aqui na bancada, este nível mais purista, com um CD Player residencial Cambridge 840 que emprestei de um amigo, e um pré DIY que a gente mesmo fez, o modulo mostrou um pouco de carência de macro dinâmica, o que estreita um pouco o palco, e os graves faltou um pouco ataque, faltou um pouco mais de arejamento nas altas, os médios ficaram bons, com pouca sombra, ele mostrou boa musicalidade. Evidente que este teste é mais rígido e mostrou mais defeitos do que qualidades no amplificador. Ele se saiu melhor no primeiro teste, com o pioneer 880prs. No geral, analisando os dois testes, tem bom equilíbrio tonal, com uma ligeira enfase nos médio graves, comparado a outros módulos que uso pra testes. A distorção harmônica é baixa, da pra notar que ele tem um certo grau de qualidade ligeiramente acima da média popular do mercado. Conclusões: Na minha opinião é um modulo que tem boa tecnologia, ótimo pra montar um SQ ''Entry Level'' ou um bom SQPL de boa potência. Com componentes intermediários, e da pra fazer uma moral bacana! Se você não quer montar um SQ Afudê, mas quer um som bom e que faça até bonito, como um bom SQ ou SQPL, esse é o modulo, já pra sets mais refinados não é o melhor modulo, mas nada impede de poder ser usado também. Não achei o custo benefício dele fantástico, porém achei um bom custo benefício, daria nota 8,5 de 10: depois destes testes que fizemos, chegamos a conclusão que é um modulo bem construído, robusto e de bom desempenho sonoro. Assim que puder tiro fotos ou um vídeo do amp editando este post, tive que emprestar a câmera pra uma festa.
  6. Este é um texto publicado em meu blog e que pediram para eu postar como tópico. Quem quiser acessar diretamente, o site é: som.automotivo.etc.br É um texto curto, então segue a íntegra: Depois do artigo Sonhos e pegando carona na onda de protestos, deixo aqui o meu: VAMOS PARAR DE SER ENGANADOS E EXIGIR CERTIFICAÇÃO EM NOSSOS EQUIPAMENTOS Rodando as lojas de som automotivo, principalmente as do interior paulista, cansei de escutar que os amplificadores importados tocam mais que os nacionais com o dobro da potência. Isso até seria engraçado se não fosse trágico. Como justificar que 1000W de um amplificador seja mais forte que 2000W de outro? A resposta é simples, a maneira como são medidos. Isso mesmo, dependendo de como se faz a medição, o resultado é diferente. Por isso é tão importante uma padronização nesta medição. E é por isso que mercados mais maduros, como o americano, exigem que os fabricantes sigam regras rígidas em suas especificações. Um exemplo disso é a CEA - Consumer Electronics Association - e sua norma CEA-2006, que normatiza a medição de amplificadores e tornam mais fácil para os consumidores compararem os equipamentos. As empresas que seguem este padrão recebem o direito de estampar o logo CEA-2006, atestando que as especificações constantes na embalagem são precisas e comparáveis. E porque no Brasil não temos um padrão de medição? A resposta é: TEMOS. É a NBR IEC 60268-3 da ABNT. O problema é que nós brasileiros não damos bola para essas coisas de normas. É frescura! Não, não é frescura. É a única maneira de nos protegermos de uma má compra. Compramos o número estampado na embalagem e não o desempenho do produto. Bem, fica a dica e o desabafo. E mais uma informação de quem trabalhou anos em uma fábrica de alto falantes: queimar um alto falante não significa excesso de potência, na maioria das vezes é exatamente o contrário. A falta de potência, o ganho desregulado e componentes de má qualidade podem gerar distorção e é essa a maior causa de queima de falantes. Acorda, Brasil!!!

AutoForum.com.br

O fórum para os maniacos por som automotivo e automóveis

×
×
  • Create New...