Ir para conteúdo






Este tópico foi arquivado. Isto significa que você não pode mais responder ao tópico.

Como Colocar O Motor No Ponto la se vai a correi dentada

2 respostas neste tópico

#1
caall66

caall66
  • Membro
  • Posts: 3
  • Cadastrado: 06/03/2008
To com um problema a correi dentada do meu uno 89 a álcool quebro graças a Deus na ferro na nem uma válvula mas quando coloquei a correia o motor não giro legal pq não estava no ponto se alguém tiver alguma dica manda ai to meio sem grana pra levar no mecânico

DICAS - Correias dentadas
Dica 23: Correias sincronizadoras (Tempra i.e. 8V, Tempra SW, e Tipo 2.0 8V)  06/2001

O conhecimento do manuseio e do correto posicionamento das correias sincronizadoras ou correias dentadas é de importância singular na manutenção dos motores atuais. Nessa edição, demonstraremos o procedimento básico para substituição da correia dentada dos veículos Tempra i.e. 8v, Tempra SW, e Tipo 2.0 8v.

Na manutenção dos veículos equipados com sistema de injeção eletrônica, deve-se considerar a conferência do sincronismo mecânico da árvore de manivelas com o eixo comando de válvulas ("ponto da correia dentada"), como um dos principais itens a serem revisados.

O ponto ótimo de abertura e fechamento das válvulas de admissão e escape do motor, depende diretamente desse correto sincronismo. Quando a correia dentada está posicionada incorretamente, vários parâmetros de funcionamento do sistema (como sensor de pressão-MAP, sensor de oxigênio etc) passam a operar fora da faixa normal de trabalho. Por isso, podem surgir diagnósticos equivocados.

Procedimento para verificação do sincronismo e substituição da correia dentada dos Motores 2.0 8 válvulas (Tempra SW, Tipo 2.0 8V e Tempra ie 8V)



Condição de sincronismo

Quando o primeiro cilindro está em ponto morto superior - PMS (no final da fase de compressão), as marcas existentes nas polias dos comandos de válvulas devem estar posicionadas de maneira simétrica aos furos de referência. Estes furos estão localizados na tampa traseira da correia dentada (figura 2).


Procedimento para verificação do sincronismo da correia dentada

1 - Movimente manualmente o motor de modo que as marcas existentes na polia do virabrequim alinhem-se simultaneamente com a referência existente na capa da correia dentada e com o sensor de rotação (figura 1);
2 - Remova as correias auxiliares da direção hidráulica, do alternador e do compressor do ar condicionado (se existirem);
3 - Retire a polia do virabrequim (roda fônica);
4 - Retire a tampa protetora da correia dentada;
5 - Gire manualmente o motor de modo que as referências existentes nas polias dos comandos, alinhem-se de maneira simétrica aos furos de referência existentes na tampa traseira da correia dentada (figura 2);
6 - Nessa condição, a marca existente na engrenagem do virabrequim, alinha-se com a referência existente no bloco do motor (figura 3);
7 - Nos veículos Tempra SW e Tipo 2.0 8V, que possuem distribuidor de ignição, confira também o posicionamento do mesmo. Com a correia dentada em sincronismo (conforme itens 5 e 6), o rotor de ignição deve apontar para a marca de referência (figura 5). Se o posicionamento não estiver correto, solte os parafusos de fixação do distribuidor e reposicione-o;

Caso seja verificado sincronismo incorreto ou se deseje substituir a correia dentada, execute o procedimento a seguir. A correia dentada deve ser trocada a cada 40.000 Km.

Procedimento para substituição da correia

1 - Com a correia dentada já exposta e sincronizada (conforme descrito anteriormente nos itens 5, 6 e 7), solte a porca do tensionador e retire a correia. Evite movimentar bruscamente o virabrequim. Lembre-se que sem a correia há risco de colisão entre os pistões e as válvulas;
2 - Instale a correia nova, começando pela engrenagem do
virabrequim e tomando o máximo cuidado para não perder o
correto sincronismo;
3 - Tensione a correia dentada utilizando-se da ferramenta
específica para tensionamento (figura 4). Esta ferramenta é uma alavanca graduada com contra-peso móvel. A ferramenta deve ser instalada com o contra-peso e o peso adicional de tensionamento posicionados na marca de 140 mm da escala contida na alavanca (figura 4);





4 - Com a ferramenta instalada no tensionador, dê cuidadosamente dois giros manuais no motor (no sentido horário).
5 - Mantenha a ferramenta de tensionamento instalada e aperte a porca de fixação do tensionador (torque de aperto 45 N.m ou 4,5 Kgf.m);
6 - Gire manualmente o motor e confira a condição de sincronismo da correia (figuras 2 e 3);
7 - Se tudo estiver OK, reistale o que foi retirado;

Observação

Para o perfeito tensionamento da correia dentada dos veículos apresentados, deve - se utilizar a ferramenta especial que foi demonstrada. Porém é possível efetuar o tensionamento da referida correia, com sucesso, utilizando-se o método prático de tensionamento-método da tensão (este procedimento é descrito em manuais específicos sobre correias).
  




Dica

É importante observar que a roda fônica dos veículos Tempra 8V com 2 Bobinas (Sistema IAWG7. 25)
possui 60 - 2 dentes e a dos veículos Tempra SW e Tipo 2.0 8V (sistema IAWP8) possui apenas 4 dentes. Quando montadas com aplicação trocada (a do IAWG7 no IAWP8 ou vice versa) o veículo não entra em funcionamento ("ameaça" mas não pega).





Além disso, deve-se tomar bastante cuidado com erros na posição de montagem da Roda Fônica (principalmente nos veículos Tempra SW e Tipo 2.0 8V).
A Roda Fônica desses veículos (IAWP8) possui 4 dentes (1 a cada 90º). Na montagem da mesma fique atento para seu correto posicionamento. Quando o 1º cilindro estiver no ponto morto superior (no final da fase de compressão) e a correia dentada corretamente sincronizada, um dos dentes da roda deve estar alinhado com o sensor de rotação. Se a roda fônica for montada fora da posição correta o veículo pega com dificuldade ("vira pesado"), apresenta falhas generalizadas e consumo excessivo.




Essa dica foi retirada da Enciclopédia Automotiva Doutor-ie. Para saber mais sobre a Enciclopédia Automotiva Doutor-ie, ligue para 48 3234.6781 / 48 3234.3967 (NOVOS TELEFONES) ou visite a loja virtual www.doutorie.com.br
Colaborou: Válter Ravagnani

A Doutor-ie Tecnologia Automotiva adverte que é expressamente proibido qualquer tipo de reprodução (textos, imagens, figuras etc) das dicas publicadas nessa seção.

Denuncie os fraudadores

Editado por caall66, 07 março 2008 - 12:38 .


#2
sergiojp

sergiojp

    membro master

  • Membro Pró
  • Posts: 974
  • Cadastrado: 20/03/2007
sinceramente acho que vc deve levar no mecanico...

se fizer mer%$%$# vc vai gastar mais


#3
caall66

caall66
  • Membro
  • Posts: 3
  • Cadastrado: 06/03/2008

sergiojp, em Mar 10 2008, 07:23 PM, disse:

sinceramente acho que vc deve levar no mecanico...

se fizer mer%$%$# vc vai gastar mais
valeu cara mas to com sorte meu uno e aquele modelo que não empena as valvulas e alem do mais ta caindo aos pedaços e quitado e nem ando com ele e so um passa tempo pra dar uma de mecanico mas e claro que gostaria muito de velo rodando depois de fazer um trampo da hora







Publicidade:
Nova linha de subwoofers NAR